Mistério do monstro do Lago Ness pode estar prestes a ser desvendado

Durante mais de mil anos, os humanos quiseram resolver este mistério. Agora, a lenda do monstro do Lago Ness pode estar a poucos meses de ser desvendada.

Se uns acreditam que se trata de uma relíquia pré-histórica, outros pensam que é apenas uma invenção. A lenda do monstro do Lago Ness existe desde a Idade das Trevas, mas apesar de haver algumas evidências, a criatura mítica permaneceu anedótica até hoje.

Agora, uma equipa internacional de cientistas do Reino Unido, Dinamarca, Estados Unidos, Austrália e França está a planear mergulhar nas águas escuras do mais misterioso lado de água doce da Escócia.

A investigação vai recorrer a técnicas de amostragem e análise de ADN para averiguar se, de facto, habita nas profundezas deste lago o famigerado monstro – ou, pelo menos, saber o que poderá estar na origem dos sucessivos relatos de um ser invulgar nesta água.

A recolha das 300 amostras de água em diferentes pontos e níveis de profundidade vai acontecer já no próximo mês, durante duas semanas. Posteriormente, as amostras serão enviadas para análise em laboratórios na Austrália, Dinamarca, França e Nova Zelândia.

O material orgânico será filtrado e o ADN será extraído e analisado através da comparação com bases de dados do código genético de várias espécies de que há registo.

O professor Neil Gemmell da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, explicou que “sempre que uma criatura se move através do seu ambiente, deixa pequenos fragmentos de ADN da pele, escamas, penas, pêlo, fezes e urina”.

O cientistas, de 51 anos, diz que não acredita na existência do monstro Nessie, mas crê que “ainda existem coisas a serem descobertas“. Mais do que uma caça ao mostro, esta investigação poderá levar à descoberta de novas espécies de organismos, nomeadamente de bactérias.

Além disso, a pesquisa servirá também para analisar a expansão de várias espécies invasoras – como o salmão rosa do Pacífico, que tem sido avistado no lago – e conhecer melhor as espécies nativas.

Até hoje, mais de mil pessoas afirmam ter avistado a criatura. Uns acreditam que o monstro, carinhosamente apelidado de Nessie, seja uma criatura parecida a um plesiossauro de pescoço comprido que sobreviveu à extinção dos dinossauros. Outros, afirmam que Nessie não passa de um bagre ou de um esturjão gigante.

Seja o que for, os mais curiosos esperam que até ao final do ano o mistério seja finalmente resolvido.

ZAP // ScienceAlert / EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam tinta ultra-branca que ajuda a arrefecer as superfícies

Cientistas criaram uma nova tinta ultra-branca que pode refletir 95,5% da luz solar que chega à sua superfície. De acordo com o site IFLScience, esta propriedade permite que algo revestido com esta tinta ultra-branca, como, por …

Morreu Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos

O empresário Sindika Dokolo faleceu, nesta quinta-feira, no Dubai, aos 48 anos de idade, durante a prática de mergulho. A morte do empresário de origem congolesa já foi confirmada à Lusa por uma fonte ligada à …

Lagostins autoclonados invadiram (e conquistaram) um cemitério na Bélgica

Um cemitério na Bélgica foi completamente invadido por lagostins marmoreado. De acordo com o Instituto Flamengo para Pesquisa da Natureza e da Floresta (INBO), a espécie representa uma grande ameaça para a biodiversidade local. Segundo o …

Benfica 3-0 Standard Liège | “Águia” voa de forma imperial

A noite foi de festa no Estádio da Luz para os cerca de 4875 espectadores – 7,5% por cento da lotação – que se deslocaram ao reduto dos “encarnados” esta quinta-feira. O Benfica venceu por 3-0 …

Urnas abertas no Minecraft. Servem para ensinar os jovens a votar nas eleições

A organização não partidária e sem fins lucrativos Rock the Vote e a empresa criativa Sid Lee uniram-se para criar um servidor de "casa de votação" no popular jogo Minecraft antes das eleições presidenciais de …

Zorya Luhansk 0-2 Braga | “Nota artística” em triunfo minhoto

Dois jogos, duas vitórias para o Sporting de Braga no Grupo G da Liga Europa. Uma entrada de rompante em jogo, com dois golos espectaculares nos primeiros 11 minutos, permitiram aos “arsenalistas” controlar e lidar …

Amostra de ADN desvenda homicídio cometido há quatro décadas

Uma amostra de ADN, colhida de um norte-americano da Carolina do Sul após este ser detido por apontar uma arma, permitiu às autoridades desvendar um caso antigo, identificando-o como principal suspeito do homicídio de uma …

Investigadores portugueses criam simuladores para treinar médicos à distância

Investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) desenvolveram, durante o confinamento, um método para os estudantes treinarem para cenários de emergência sem saírem de casa. Em declarações à Lusa, Carla Sá Couto, do …

Restam apenas dois rinocerontes brancos do norte (mas há uma esperança para salvar a espécie)

Com a morte do último macho em 2018, o rinoceronte branco do norte chegou ao ponto em que não pode ser salvo naturalmente. Com apenas duas fêmeas restantes, a subespécie é agora tida como oficialmente …

Há uma região na América do Norte sem qualquer caso de covid-19. Tem a dimensão do México

Nunavut, uma região localizada no norte do Canadá, continua sem registar nenhum caso de covid-19. A receita para o sucesso tem vários ingredientes, mas as caraterísticas especiais da região e as medidas rígidas tomadas logo …