Mistério da cor azul dos olhos dos Husky siberianos desvendado

Foter.com

Cientistas norte-americanos divulgaram um estudo que revela o mistério da cor dos olhos dos Huskey siberianos: o segredo pode estar no cromossoma 18.

O primeiro contacto que temos com uma pessoa são os olhos, e quando são azuis tendem a chamar mais a nossa atenção. É o caso dos olhos azuis dos Husky siberianos, que são uma característica muito particular desta raça, que muito dificilmente se encontram noutra.

Os cientistas Adam Broyke e Aaron Sams desenvolveram recentemente um estudo, publicado na revista PLOS Genetics, no qual conseguiram identificar várias características genéticas capazes de explicar a predominância desta cor nos olhos destes animais.

No caso desta investigação, destaca o El Mundo, o papel da Internet foi crucial, na medida em que os cientistas conseguiram consultar e confirmar as características genéticas de vários cães. Tudo se deveu ao facto de os seus donos terem disponibilizados imagens dos animais online.

“Milhares de utilizadores ofereceram de bom grado esta informação e assim tivemos a possibilidade de complementar as nossas pesquisas com mais informação e descobrir novas associações genéticas. O estudo ficou mais completo graças à Internet”, adiantou Adam Broyke.

Desta forma, os investigadores norte-americanos recolheram informações relativas a um total de seis mil cães, apesar de só terem usado três mil para analisar aprofundadamente e servirem de objeto de estudo.

Esta investigação está a causar reboliço entre a comunidade científica, dado que põe em causa o estudo das características genéticas de milhares de cães. Isto permitirá mapear os antecedentes da raça entender melhor o seu genoma, em particular como se manifestam as características que dão a tonalidade azul aos olhos dos Husky.

“Termos examinado as características de três mil cães do banco de dados, revelou que a resposta se encontra na existência de uma duplicação do cromossoma 18”, afirmou Boyke.

“No nosso estudo propomos que é devido à duplicação que ocorre numa região reguladora que pode resultar no manifestar de características como os olhos azuis. O aumento da expressão do gene ALX4, leva a uma redução da melanina na íris”, conclui o investigador.

Até ao momento, a duplicação genómica como uma justificação para a cor azul dos olhos destes cães foi apenas validada em casos caninos. “Seria interessante ver se existem mutações semelhantes em humanos.”

Como esta não é uma das regiões do genoma humano que tem sido associada à cor dos olhos, não é claro se esta é uma região do genoma que é negligenciada ou se os cães têm mesmo uma característica única. No entanto, os cientistas destacam que esta não seria a primeira vez que o cão como objeto de estudo revelaria dados genéticos humanos.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas estão a plantar mesas de xadrez de corais para restaurar recifes - e contam com a ajuda de garrafas de Coca-Cola

Nas últimas três décadas, os recifes de coral têm sofrido uma grande tensão e consequente destruição, devido ao impacto das alterações climáticas. Agora, os cientistas querem minimizar os danos e já encontraram uma solução. O objetivo …

Belenenses 0-4 Sporting | Melhor o resultado que a lesão

O Sporting, da I Liga, venceu hoje o Belenenses, do Campeonato de Portugal, por 4-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, garantindo o apuramento para a próxima fase da competição. No …

Sintrense 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto, da I Liga, venceu hoje o Sintrense, do Campeonato de Portugal, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, e segue em frente na competição. A jogar em …

Nova tecnologia usa calor dos estacionamentos subterrâneos para aquecer apartamentos

A startup Enerdrape, que funciona dentro da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, desenvolveu uma tecnologia que aproveita o calor emanado pelo solo no aquecimento de apartamentos. Quase 60% do aquecimento utilizado nos edifícios residenciais …

Pela primeira vez, um drone transportou os pulmões de um dador em segurança. Voo demorou seis minutos

Pela primeira vez na história da medicina, um drone aéreo transportou os pulmões de um dador com rapidez e segurança entre dois hospitais. O voo, que durou apenas seis minutos, ocorreu no passado dia 25 de …

Grupo de hackers clonou a voz de empresário para roubar 35 milhões de dólares do banco

Um grupo de hackers clonou a voz do diretor de uma empresa, conseguindo assim roubar mais de 35 milhões de dólares de um banco nos Emirados Árabes Unidos. No início do ano passado, o gerente de …

Portugueses comem duas vezes mais do que o recomendando

Os portugueses consumiram, em média, duas vezes mais calorias do que o recomendando para um adulto entre 2016 e 2020, ano em que a pandemia provocou uma redução do consumo de alimentos diário, mas ainda …

Aos 95 anos, a rainha Isabel II terá de abdicar da sua bebida favorita

A monarca foi aconselhada pelos médicos a abdicar do seu habitual martini de fim de dia, em antecipação a uma fase de agenda especialmente preenchida. Com 95 anos, a rainha Isabel II tem tido uma semana …

Médicos vão avaliar estado mental do atacante da Noruega

A investigação ao ataque com arco e flecha que na quarta-feira fez cinco mortos na Noruega reforçou, até agora, a tese de um ato devido a doença, anunciou hoje a polícia norueguesa. “A hipótese que foi …

Há mais de 100 anos, o Hawai teve uma monarquia - mas a força da princesa Ka'iulani não chegou para a preservar

Antes de morrer, com apenas 23 anos, a princesa Victoria Ka'iulani foi a última herdeira da coroa havaiana. A jovem era uma das últimas esperanças em manter a monarquia viva, mas nem a sua determinação …