Mistério da cor azul dos olhos dos Husky siberianos desvendado

Foter.com

Cientistas norte-americanos divulgaram um estudo que revela o mistério da cor dos olhos dos Huskey siberianos: o segredo pode estar no cromossoma 18.

O primeiro contacto que temos com uma pessoa são os olhos, e quando são azuis tendem a chamar mais a nossa atenção. É o caso dos olhos azuis dos Husky siberianos, que são uma característica muito particular desta raça, que muito dificilmente se encontram noutra.

Os cientistas Adam Broyke e Aaron Sams desenvolveram recentemente um estudo, publicado na revista PLOS Genetics, no qual conseguiram identificar várias características genéticas capazes de explicar a predominância desta cor nos olhos destes animais.

No caso desta investigação, destaca o El Mundo, o papel da Internet foi crucial, na medida em que os cientistas conseguiram consultar e confirmar as características genéticas de vários cães. Tudo se deveu ao facto de os seus donos terem disponibilizados imagens dos animais online.

“Milhares de utilizadores ofereceram de bom grado esta informação e assim tivemos a possibilidade de complementar as nossas pesquisas com mais informação e descobrir novas associações genéticas. O estudo ficou mais completo graças à Internet”, adiantou Adam Broyke.

Desta forma, os investigadores norte-americanos recolheram informações relativas a um total de seis mil cães, apesar de só terem usado três mil para analisar aprofundadamente e servirem de objeto de estudo.

Esta investigação está a causar reboliço entre a comunidade científica, dado que põe em causa o estudo das características genéticas de milhares de cães. Isto permitirá mapear os antecedentes da raça entender melhor o seu genoma, em particular como se manifestam as características que dão a tonalidade azul aos olhos dos Husky.

“Termos examinado as características de três mil cães do banco de dados, revelou que a resposta se encontra na existência de uma duplicação do cromossoma 18”, afirmou Boyke.

“No nosso estudo propomos que é devido à duplicação que ocorre numa região reguladora que pode resultar no manifestar de características como os olhos azuis. O aumento da expressão do gene ALX4, leva a uma redução da melanina na íris”, conclui o investigador.

Até ao momento, a duplicação genómica como uma justificação para a cor azul dos olhos destes cães foi apenas validada em casos caninos. “Seria interessante ver se existem mutações semelhantes em humanos.”

Como esta não é uma das regiões do genoma humano que tem sido associada à cor dos olhos, não é claro se esta é uma região do genoma que é negligenciada ou se os cães têm mesmo uma característica única. No entanto, os cientistas destacam que esta não seria a primeira vez que o cão como objeto de estudo revelaria dados genéticos humanos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Comer muitas refeições takeaway pode aumentar a probabilidade de morte

Comer demasiadas vezes refeições takeaway pode afetar negativamente a saúde das pessoas. Isto porque, muitas vezes, a comida em causa é fast food. A pandemia de covid-19 veio intensificar a adoração das pessoas pelas refeições takeaway. …

Fezes de morcego ajudam a decifrar o passado da humanidade

Uma equipa de investigadores australianos usou fezes de morcego para ajudar a entender uma parte do passado dos nossos ancestrais. Para perceber melhor como é que artefactos antigos são alterados pelo sedimento em que estão enterrados …

"É como fogo". Dezenas de pessoas morreram na República Dominicana após ingestão de álcool ilegal

Depois de dezenas de pessoas morreram por intoxicação nas últimas semanas, as autoridades da República Dominicana acabaram por fechar várias lojas de bebidas alcoólicas. As lojas de bebidas clandestinas situavam-se sobretudo na capital, Santo Domingo, mas …

Eis AlphaDog, a resposta da China para o cão-robô norte-americano Spot

A empresa de tecnologia Weilan, sediada em Nanjing, na China, desenvolveu o AlphaDog, um cão-robô que usa sensores e inteligência artificial (IA) para realizar uma série de aplicações, incluindo entrega de encomendas e orientação para …

E se a vacina contra a covid-19 se chamasse Trumpcine? O "sir" sugeriu e Donald Trump gostou

No fim de semana passado, durante um encontro do Comité Nacional Republicano, o ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que alguém sugeriu que as vacinas disponíveis contra a covid-19 deveriam receber o seu nome. …

O custo da paz mundial é bastante inferior ao custo da guerra

Um recente relatório do Instituto de Economia e Paz (IEP) conclui que o custo dos países com a violência é bem superior ao custo com a paz mundial. O Instituto de Economia e Paz estima que, …

Malta vai pagar aos turistas que visitarem a ilha durante o verão

Numa altura em que pandemia não tem dado tréguas ao setor do turismo, Malta anunciou um conjunto de medidas com o objetivo de encorajar os viajantes a visitarem o país e a ficarem hospedados nos …

Pentágono confirma que filmagens de OVNI em forma de pirâmide são autênticas

Uma nova série de imagens e vídeos de OVNIs (Objetos Voadores Não Identificados) filmados pela Marinha dos Estados Unidos foi agora confirmada como autêntica pelo Pentágono. Enquanto muitas pessoas geralmente se referem a avistamentos misteriosos …

Irão vai aumentar produção de urânio enriquecido em resposta ao “terrorismo nuclear” de Israel

O Irão justificou esta quarta-feira a decisão de enriquecer urânio a 60% como resposta ao “terrorismo nuclear” e à “maldade” israelita, referindo-se ao alegado ataque contra a central de Natanz, no domingo. “A decisão de enriquecer …

Possibilidade de ser reinfetado baixa 84% para quem já teve covid-19

Um novo estudo indica que a infeção prévia por SARS-CoV-2 protege a maioria dos indivíduos contra a reinfecção durante uma média de sete meses As probabilidades de reinfeção não descem até zero, mas um novo estudo, …