Governo britânico quer missão de proteção marítima europeia para Estreito de Ormuz

(h) Tasnim News Agency

Petroleiro Stena Impero no Estreito de Ormuz.

Jeremy Hunt quer garantir uma “passagem segura de tripulações e mercadorias” numa região que considera “crucial”. O ministro dos Negócios Estrangeiros britânico quer medida executada já.

O governo britânico quer organizar uma missão de proteção marítima com outros países europeus para garantir a passagem de navios de mercadorias no Estreito de Ormuz, anunciou esta segunda-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, Jeremy Hunt.

“Vamos tentar organizar uma missão de proteção marítima liderada por europeus para assegurar a passagem segura de tripulações e mercadorias nesta região crucial”, afirmou no parlamento, numa intervenção sobre à captura do petroleiro britânico por forças iranianas.

A medida, a ser executada “o mais cedo possível, será antecedida pelo envio para a região do contratorpedeiro HMS Duncan para render a fragata HMS Montrose.

A missão vai focar-se na “navegação livre, tendo em conta que um quinto do petróleo mundial, um quarto do gás natural em estado líquido e comércio no valor de meio bilião de dólares (445 mil milhões de euros) passam pelo Estreito de Ormuz todos os anos”.

Hunt vincou, no entanto, que o Londres não pretende aliar-se aos EUA na pressão para o Irão abandonar o programa nuclear, alegando que Reino Unido continua empenhado no acordo internacional negociado com Teerão.

O ministro britânico voltou as urgir as autoridades iranianas a libertar o navio e tripulação, alegando que, “no âmbito da lei internacional, o Irão não tinha qualquer direito de obstruir a passagem do navio, quando mais entrar a bordo”. “Nesse sentido, foi um ato de pirataria estatal”, acusou.

Teerão insistiu hoje que a captura do petroleiro britânico foi feita em conformidade com as leis de segurança marítima do país e que não se trata de “uma medida de represália” à retenção de uma embarcação iraniana.

O porta-voz governamental, Ali Rabii, afirmou durante uma conferência de imprensa que a medida foi tomada “segundo as leis vigentes de navegação no estreito” de Ormuz, onde a Guarda Revolucionária arrestou o “Stena Impero”.

Propriedade de um armador sueco, o petroleiro “Stena Impero” foi apresado na sexta-feira pela Guarda Revolucionária, o exército ideológico do Irão.

“É uma medida legal, correta e apropriada da República Islâmica do Irão”, sublinhou o porta-voz, que reivindicou a libertação do petroleiro iraniano “Grace 1”, que está retido desde 4 de julho em Gibraltar, alegadamente por transportar petróleo para a Síria, um país sob sanções internacionais.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Novela de Bas Dost continua. Clube e agente em troca de "galhardetes"

O impasse na transferência de Bas Dost para o Eintracht Frankfurt continua. O agente do holandês nega que tenham sido feitas exigências de última hora, mas o clube diz que tem provas. No passado sábado, parecia …

Trump cancela visita à Dinamarca por Gronelândia não estar à venda

Donald Trump cancelou a visita que tinha agendada à Dinamarca depois de a primeira-ministra dinamarquesa se ter recusado a vender a Gronelândia aos Estados Unidos. Apesar de ter admitido anteriormente que a sua visita à Dinamarca …

Supremo Tribunal recusa recurso de George Pell. Cardeal continua a cumprir pena de prisão por abuso de menores

O Supremo Tribunal do estado australiano de Victoria decidiu recusar o recurso que foi interposto pelos advogados do cardeal australiano George Pell contra a sua condenação a seis anos de prisão por pedofilia. De acordo com …

Já sabemos como era o rosto de Hilda, uma das druidas mais antigas da Escócia

Uma estudante da Universidade de Dundee, na Escócia, revelou o rosto de um dos druidas mais antigos do país através de uma reconstrução 3D super detalhada. Hilda foi uma mulher druida que viveu durante a Idade …

Refugiados vindos da Turquia já chegaram a Portugal

Um grupo de 16 refugiados chegou na tarde desta terça-feira a Portugal proveniente de Istambul, na Turquia, ao abrigo do Programa Voluntário de Reinstalação do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), anunciou …

Militares na reserva e reforma fazem queixa-crime contra Gomes Cravinho

O ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, foi alvo de uma queixa-crime junto da Procuradoria-Geral da República (PGR) pela alegada prática do crime de ofensa a organismo serviço ou pessoa coletiva. A notícia é avançada pelo …

SEF recorre ao Ministério Público por suspeita de venda de vagas de atendimento

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) apresentou uma participação ao Ministério Público, por indícios de crime de auxílio à imigração ilegal, devido à alegada venda de vagas de atendimento em portais de anúncios classificados. A …

Cientistas desmascaram teoria comum sobre canhotos

Desde sempre houve muitas alegações sobre o que significa ser canhoto e se muda o tipo de pessoa que alguém é — mas a verdade é quase um enigma. Mitos sobre a lateralidade aparecem ano após …

Arranca a greve na Ryanair. Empresa não descarta atrasos ou mudanças de voos

Os tripulantes da Ryanair começam esta quarta-feira uma greve de cinco dias, até domingo, convocada pelo Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) e que conta com serviços mínimos decretados pelo Governo. Nesta …

O navio Open Arms já atracou em Lampedusa

O navio Open Arms chegou ao porto da ilha de Lampedusa por volta da meia-noite, hora italiana, depois do procurador de Agrigento, Luigi Patronaggio, ter ordenado a apreensão do navio e o desembarque imediato dos …