Miró: Christie’s afinal quer o leilão mas leiloeira do Porto também

See-ming Lee 李思明 SML / Flickr

-

A leiloeira Christie’s afirmou-se esta quarta-feira disposta a realizar o leilão dos 85 quadros de Miró, provenientes do antigo Banco Português de Negócios (ex-BPN), depois de resolvido o diferendo, nos tribunais portugueses.

A declaração da leiloeira foi feita depois de o primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, a ter responsabilizado pela gestão da venda – incluindo o processo de saída dos quadros de Portugal – afirmando que o Governo permanecia decidido a vender “a curto prazo” as obras de Miró do ex-BPN.

As afirmações de Passos Coelho vão ao encontro do comunicado da Parvalorem, a empresa estatal constituída para a recuperação de créditos do antigo Banco Português de Negócios, após a sua nacionalização, que, em comunicado, esclareceu que “o modelo de contrato escolhido responsabiliza a Christie’s por todas as operações até à realização do Leilão”.

A Parvalorem cita o contrato que tem com a leiloeira, em que se lê, “designadamente requerer e obter todas as licenças e autorizações necessárias para dar exequibilidade zeloza e cabal a todos os serviços contratados, nomeadamente, no que diz respeito à exportação para venda, embalagem, recolha, transporte, depósito, exposição, leilão, venda e entrega das obras de arte ao respectivo comprador, não suportando estas Sociedades qualquer encargo”.

Na terça-feira, a Christie’s cancelou a venda dos 85 quadros de Joan Miró, tendo afirmado em comunicado que a decisão resulta “da disputa nos tribunais portugueses”, na qual “não é parte interessada”.

“Apesar de a providência cautelar não ter sido aprovada, as incertezas jurídicas criadas por esta disputa em curso significam que não podemos oferecer as obras para venda de forma segura”, lê-se no comunicado.

Antes, o Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa tinha rejeitado a providência cautelar apresentada pelo Ministério Público para suspender a venda das obras de Joan Miró marcada para terça-feira.

No comunicado, “a Parvalorem e a Parups não excluem a possibilidade de se encontrar ainda uma solução conjunta para a situação criada pela decisão da Christie’s, desde que, naturalmente, salvaguarde os interesses que lhes cumpre acautelar, incluindo os do Estado Português, seu accionista”.

Leiloeira do Porto disponibiliza-se para comercializar obras de Miró

A galeria de arte e leiloeira P55 mostrou-se hoje disponível para comercializar as obras de Miró na posse do Estado desde a nacionalização do BPN, considerando que deve ser uma empresa portuguesa a fazê-lo para benefício da economia.

“Nós temos clientes que estão interessados na compra destas peças, achamos, antes de mais, que estas peças – a serem comercializadas – devem ser comercializadas por uma empresa portuguesa que ajude a economia nacional e, mais do que isso, achamos que são peças que deveremos sempre tentar que fiquem em nome de portugueses, que os compradores sejam portugueses e que possam um dia ser expostas aos portugueses”, afirmou à Lusa o presidente executivo da P55, Aníbal Pinto de Faria.

O responsável da leiloeira do Porto reconhece ter tido conhecimento do negócio das 85 peças, que iria ter lugar na londrina Christie’s, na terça-feira e hoje, através da comunicação social, e admite ainda não ter tido qualquer contacto com uma instituição pública acerca da transação.

Aníbal Pinto de Faria afirmou, no entanto, que a P55 está também interessada na aquisição de algumas das obras “no sentido, obviamente, de comercializar essas peças”, estando ainda a analisar quais as que representariam uma maior oportunidade.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Novo primeiro-ministro belga nomeado após 16 meses de crise política

O atual ministro das Finanças da Bélgica, Alexander de Croo, toma posse esta quinta-feira como primeiro-ministro, depois de ter sido na quarta-feira formalmente nomeado para o cargo, pondo fim a uma longa maratona de 16 …

Cortes de água, luz, gás e telecomunicações regressam esta quinta-feira

A partir desta quinta-feira, regressam os cortes de água, eletricidade, gás natural e telecomunicações para todos os consumidores em situação de desemprego, com uma quebra de rendimentos de, pelo menos, 20% ou que estejam infetados …

Moderna contradiz Trump. Não haverá vacina até às eleições

O diretor-executivo da farmacêutica Moderna Therapeutics, que está a desenvolver uma das mais avançadas vacinas para a covid-19, disse que esta não estará pronta até às eleições presidenciais dos Estados Unidos. Em declarações ao jornal Financial …

Brigadas dos lares arrancam com menos profissionais do que o previsto

As Brigadas de intervenção Rápida para os lares atingidos por surtos de covid-19 arrancam esta quinta-feira - mas há menos enfermeiros e cuidadores do que o previsto. Em declarações à Renascença, o presidente do Instituto da …

PS segue PSD e propõe voto antecipado para eleitores em confinamento

O Partido Socialista (PS) decidiu juntar-se ao Partido Social Democrata (PSD) na ideia de alargar o direito de voto antecipado aos eleitores que estejam em confinamento à data das próximas eleições presidenciais. De acordo com o …

Santos Silva assume "contactos" para reforço dos EUA da base das Lajes (e desdramatiza eventual crise política)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, disse, em entrevista ao Público e à Renascença, que há "contactos" com os Estados Unidos para reforço norte-americano da base das Lajes e desdramatizou a aprovação do Orçamento …

3.800 euros por mês. Genebra aprova o primeiro salário mínimo (e é o mais alto do mundo)

Os habitantes de Genebra, na Suíça, aprovaram, este domingo, a proposta de um salário mínimo de 23 francos suíços por hora (equivalente a cerca de 21,30 euros) para todos os que trabalham na cidade. De acordo …

No day after do debate caótico, Biden pede regras rígidas e Trump queixa-se do moderador

O debate caótico entre Donald Trump e Joe Biden motivou críticas generalizadas que suscitam dúvidas sobre se será de manter os outros dois debates ou se, mantendo-os, será necessário alterar as regras. Um dia após a …

OE2021. Pontas soltas, alguns avanços e uma certeza: se houver entendimento, há acordo por escrito

Se houver entendimento em algumas matérias com o Bloco de Esquerda e o PCP, haverá um "compromisso escrito", adiantou Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares. Em entrevista ao podcast Política com Palavra, do PS, …

Covid-19. Hospitais da região de Lisboa pedem camas uns aos outros

Os hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo continuam a bater à porta uns dos outros a pedir camas para internar doentes com covid-19. Segundo a edição desta quinta-feira do jornal Público, os …