Ministro quer ver as universidades a combater comissões de praxe

Miguel Pires da Rosa / Flickr

-

O ministro responsável pela pasta do Ensino Superior quer ver as instituições a combater as comissões de praxe, que classifica mesmo de “organizações secretas”.

Em entrevista ao Diário de Notícias, o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, afirmou que é preciso combater as praxes das universidades portuguesas.

O ministro defende que os órgãos de gestão das instituições, bem como as associações de estudantes, “devem combater as comissões de praxes e a sua prática interna”.

“Não é aceitável que um presidente de uma associação de estudantes esteja sentado numa tribuna ao lado de um presidente de uma comissão de praxes”, criticou.

Manuel Heitor acredita que é necessário “desmanchar estas redes”, que chega a considerar de “organizações secretas”, pela enorme dificuldade em encontrar os seus alunos responsáveis.

“Se perguntar a muitos dirigentes de instituições, dizem que não sabem, nem os conhecem. Estão transformados em algumas instituições em organizações secretas”, afirma.

O ministro não quer, para já, adiantar quais vão ser as medidas tomadas pelo Ministério. Certo é que neste momento está a decorrer um estudo sobre o fenómeno das praxes, um “processo complexo, com vários temas dentro dele”, classifica o ministro.

Este é o primeiro estudo a nível nacional sobre o tema e está à responsabilidade de um grupo de trabalho liderado por João Teixeira Lopes, da Universidade do Porto, e por João Sebastião, do ISCTE. Os resultados deverão ser entregues ao Governo ainda antes do fim do ano.

Em declarações ao DN, o ministro afirma que, independentemente do que acontecer no futuro, há certas coisas que são inaceitáveis e que têm de ser alteradas.

No topo dessa lista estão então as comissões de praxes, que vê como “uma praxe dentro das praxes” e que, de forma frequente, “tem causado danos físicos” aos estudantes.

Para o ministro, as universidades devem ter um papel fundamental neste combate às praxes, não bastando para isso “limitar a proibir a praxe dentro das suas instituições”.

“Vou escrever, no início de setembro, a todos os dirigentes estudantis, a condenar o uso da praxe e a pedir para não valorizarem qualquer relacionamento com as estruturas que se têm organizado dentro das instituições e para as combaterem”, disse ao diário.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Acho muito bem. Acho mesmo que é preciso acabar com esses abusos que todos os anos maltratam os alunos; parece um circo mal amanhado. O que se vê nessas praxes não tem nada de nada a ver com a integração dos caloiros no meio académico… Não deve ficar impune o que impõe aos alunos a prática de atos que, a pretexto dessa integração na comunidade académica, apenas nada mais fazem senão denegrir a imagem das instituições de ensino superior.

  2. A maioria das praxes são um reflexo das frustrações e pequenez de espirito destes parvos que se julgam tão acima dos caloiros.
    Só se vêm estas anormalidades em faculdades de países menos desenvolvidos, e só ha uma forma de acabar com isto. Simplesmente criminalizar as praxes violentas.
    Acabem com esse circo inútil e ridículo, e façam o que vos compete. ESTUDEM…!!!!

  3. Depois do que se passou na praia do Meco por que se espera? Talvez os culpados por essa tragédia não tenham sido devidamente responsabilizados e daí que estas práticas continuem a traumatizar barbaramente muitos dos nossos filhos!!! Como é que se pode estar no ensino superior com tanta falta de princípios?

RESPONDER

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …

Casal queria que o seu filho se chamasse Vladimir Putin. A Suécia não deixou

Na Suécia, os pais são obrigados a comunicar os nomes dos seus filhos recém-nascidos ao Skatteverket nos primeiros três meses a partir do nascimento. Um casal sueco, que vive na cidade de Laholm, foi proibido pela …

44 jogos seguidos sem ganhar. Mas o presidente não está preocupado

O Atlético Mogi não vence qualquer jogo oficial há mais de quatro anos. Perdeu em 42 desses 44 duelos. 17 de Junho de 2017 foi o último dia em que o Atlético Mogi venceu um jogo …

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …

Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a …