Ministro da Educação quer metade dos alunos no ensino profissional

André Kosters / Lusa

O Ministro da Educação Tiago Brandão Rodrigues

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, reiterou esta quinta-feira que o grande objetivo do governo é encaminhar 50% dos alunos do ensino secundário para o ensino profissional.

“Nós temos apostado no ensino profissional, um ensino de corpo inteiro e temos apostado em não secundarizar, em não tornar periférico. O ensino profissional permite ter, por um lado, uma certificação académica e, por outro, uma certificação profissional”, disse o ministro da Educação durante uma visita à Escola Profissional de Almada, em Setúbal.

“Hoje vimos aqui um belo exemplo do que fazem as nossas escolas profissionais e temos um grande objetivo: que 50% dos nossos alunos que terminem o ensino secundário o possam fazer por vias profissionais”, reiterou.

Durante a visita, que assinalou o arranque do ano letivo, Tiago Brandão Rodrigues sublinhou que tanto sociedade como a economia e o mercado de trabalho “precisam de alunos que saiam do ensino profissional”, reforçando, contudo, que também as “universidades e o ensino politécnico precisam verdadeiramente de alunos que também saiam do ensino profissional”.

De acordo com o ministro da Educação, desde 2012 havia discriminação para os alunos do ensino profissional que pretendessem ingressar num curso superior, mas com o atual governo essas barreiras foram esbatidas.

“O acesso dos alunos do ensino profissional e do ensino artístico era diferenciado e havia uma discriminação marcada quando tentavam entrar no ensino superior, com barreiras sucessivas, tendo mesmo que fazer exames de disciplinas que não eram lecionadas nos seus currículos”, explicou.

Acrescentando que “com entrada em vigor do novo decreto-lei, que legisla estas matérias, podemos novamente fazer com que os alunos do ensino artístico e profissional possam ver reconhecido o seu percurso curricular e eliminarmos barreiras no acesso ao superior”.

Ano letivo não será perturbado

À margem deste evento, o governante falou das manifestações anunciadas pelos professores, devido à contabilização do tempo de serviço, considerando que as reivindicações são justas, mas que não acredita que perturbem o ano letivo.

“Só quem não conhece verdadeiramente os docentes portugueses e as nossas comunidades educativas é que pode pensar que as reivindicações, que são justas, podem influenciar aquilo que são os projetos pedagógicos das escolas. Estou absolutamente convencido que o projeto pedagógico de cada uma das nossas escolas em todo o território nacional vai continuar a acontecer, porque a educação das nossas crianças e jovens é prioritária”, sublinhou.

Tiago Brandão Rodrigues referiu também que, é preciso “valorizar os profissionais” e que o Governo “vinculou sete mil docentes e integrou três mil assistentes operacionais”.

“Sabemos que todos os assistentes operacionais são absolutamente fundamentais e temos feito um esforço significativo para termos cada vez mais profissionais que nos permitem dar uma atenção mais especial à educação pré-escolar e ao ensino inclusivo”, disse.

O ministro acrescentou ainda que o Governo tem a “meta de universalizar o pré-escolar aos três anos, para que todas as crianças do país possam ter educação pré-escolar de qualidade na escola pública e gratuita”.

Segundo o governante, para que este objetivo seja atingido, este ano, foram abertas 220 novas salas, o que corresponde a “mais cinco mil vagas na educação pré-escolar”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Concordo, desde que aquilo a que chama ensino profissional seja efectivamente um ensino técnico suportado por uma adequada componente cientifica, que permita a estes alunos prosseguir mais tarde os estudos superiores se assim o entenderem e demonstrarem capacidades para o efeito.
    O que se tem verificado até hoje é que o ensino profissional é na maioria dos casos um contentor onde se despejam os casos problemáticos.

  2. Pena que na altura em que este e o nº2 do 44 tiraram os cursos não haver ensino profissionalizante. Era por lá que deviam ter seguido os seus caminhos

  3. Finalmente os esquerdolas dão a mão à palmatória pois o ensino profissional nunca deveria ter sido aniquilado só porque vinha do tempo do Salazar, escolas industriais e comerciais, isto de política vingativa fica caro ao país! Restará saber se a qualidade do mesmo irá ao encontro das necessidades do país e dos alunos ou se será uma forma de escape para ali entreterem alunos menos aplicados e depois deitá-los cá para fora sem formação adequada a exemplo do que acontece muitas das vezes.

RESPONDER

Há caranguejos mutantes e zangados a invadir a costa dos EUA (e são verdes)

Uma espécie agressiva de caranguejo verde está a invadir as águas do estado norte-americano de Maine, deixando um rasto de destruição nos habitats e ecossistemas aquáticos. Os caranguejos (Carcinus maenas) ameaçam várias espécies, como mexilhões azuis, …

Porsche quer ser a primeira fabricante alemã a deixar o diesel

A Porsche quer tornar-se a primeira fabricante automobilística alemã a deixar o diesel, apostando em motores a gasolina, híbridos e, a partir de 2019, em veículos elétricos, anunciou este domingo o presidente executivo da empresa. "Agora …

Viver nas cidades aumenta risco de demência (e a culpa é da poluição)

Viver na cidade influencia a nossa saúde. Segundo um estudo recente, a poluição do ar pode aumentar em 40% o risco de desenvolver demência. O impacto da poluição do ar na nossa saúde já era conhecido, …

Finalmente resolvido o mistério do assassino de gatos em Londres

Um dos mistérios criminais que intrigava a Inglaterra está finalmente resolvido. A conclusão é que, afinal, o famoso assassino de gatos de Croydon não existe. O mistério à volta da morte de mais de 400 gatos …

Benfica - Aves | Triunfo de águia exuberante e perdulária

O Benfica respondeu ao triunfo do FC Porto no sábado com uma vitória caseira sobre o Desportivo das Aves, por 2-0. O resultado pode indicar algumas dificuldades por parte da formação “encarnada”, mas pode-se dizer, sem …

Aquecimento global no Pleistoceno elevou nível do mar até 13 metros

O aquecimento global no final do período do Pleistoceno, com temperaturas similares às previstas para este século, reduziu a camada de gelo da Antártida oriental e elevou o nível do mar até 13 metros acima …

Autor dos mais famosos estudos sobre comida viu 13 artigos retirados

O famoso investigador norte-americano está envolvido numa polémica, depois de 13 dos seus estudos científicos terem sido retirados de algumas publicações. É provável que nunca tenha ouvido falar de Brian Wansink mas, tal como recorda o …

NASA observa movimentos tectónicos recentes em Marte

A sonda Mars Express da NASA observou fissuras proeminentes em Marte causadas devido à ação de falhas tectónicas que atingiram a superfície do planeta há menos de dez milhões de anos. As imagens foram capturadas …

Mulher que acusa de abuso juiz nomeado por Trump para o Supremo aceita depor

Christine Blasey Ford, a mulher que acusou de agressão sexual o juiz Brett Kavanaugh, nomeado por Donald Trump para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos, aceitou testemunhar perante o Senado, na próxima semana, disse neste …

Hubble deteta radiação nunca antes vista numa estrela de neutrões

Uma invulgar emissão de radiação infravermelha, de uma estrela de neutrões próxima, detetada pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA, pode indicar novas características nunca antes vistas. Uma possibilidade é que exista um disco poeirento em redor …