Forças de segurança cercam Ministério Público venezuelano. Procuradora geral afastada

Miguel Gutierrez / EPA

Membros da Guarda Nacional Bolivariana do peresidente Nicolás Maduro cercam o edifício do Ministério Público da Venezuela

As forças de segurança cercaram a entrada do Ministério Público da Venezuela, em Caracas, segundo a procuradora-geral, Luísa Ortega Díaz.

Segundo a procuradora geral Luísa Ortega Diniz, as forças de segurança cercaram este sábado a entrada do Ministério Público da Venezuela, em Caracas.

Esta movimentação surge antes de uma sessão da Assembleia Constituinte eleita no domingo num escrutínio que foi boicotado pela oposição venezuelana e fortemente contestado a nível internacional.

Este órgão, que tomou posse na sexta-feira, terá a missão de redigir uma nova Constituição e os seus membros comprometeram-se a agir rapidamente contra os opositores do presidente Nicolas Maduro.

“Não pensem que vamos esperar semanas, meses ou anos”, disse a ex-ministra das Relações Exteriores, Delcy Rodriguez, na sexta-feira, depois de ter sido eleito por unanimidade por todos os 545 delegados para liderar a Assembleia.
Amanhã começamos a agir“, disse.

No Twitter, Luísa Ortega diz que este é um “cerco” militar, publicando fotos aparentemente tiradas de câmaras de segurança que mostravam cerca de 30 guardas nacionais.

O escrutínio de domingo ficou marcado por violentos confrontos entre os opositores de Maduro e as forças de segurança venezuelanas em várias cidades, incluindo na capital Caracas, que fizeram 10 mortos.

Na quarta-feira, a empresa responsável pela contagem dos votos do escrutínio, a britânica SmartMatic, denunciou que os dados da participação na eleição de domingo foram “manipulados“, admitindo que a diferença entre a participação real e a anunciada pelas autoridades venezuelanas “é de pelo menos um milhão de votos”.

Na quinta-feira, a procuradora-geral da Venezuela, Luísa Ortega Díaz, anunciou a abertura de uma investigação sobre a alegada manipulação eleitoral.

A vaga de contestação contra o governo de Maduro começou em abril passado e desde então 121 pessoas perderam a vida, quase 2 mil ficaram feridas e mais de 5 mil foram detidas.

Luísa Ortega Diníz afastada

A nova Assembleia Constituinte da Venezuela afastou hoje a procuradora-geral Luísa Ortega Díaz.

A procuradora tinha-se tornado uma das principais desafiadoras do presidente Nicólas Maduro, que acusou de praticar “terrorismo de Estado” e de converter a Venezuela num “Estado policial”.

Além de ter ordenado uma investigação contra o Conselho Nacional Eleitoral (CNE), na sequência das declarações de “manipulação” dos resultados das eleições para a Assembleia Constituinte, Ortega deu início a uma investigação por crimes contra a humanidade que considera terem sido cometidos após a convocatória desta eleição.

Luisa Ortega Díaz considerou que “tudo o que tem causado” a convocatória para a eleição para a Assembleia Constituinte, promovida pelo governo de Nicolás Maduro, como mortes, homicídios e “extorsão de funcionários públicos”, configura crimes contra a humanidade.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. quero prestar a minha homenagem a sra procuradora geral da venezuela… pois foi capaz de ao fim de certo tempo perceber o logro em que caiu ao apoiar maduro e o chavismo. e depois de o afrontar sabendo que ate a propria vida pode perde-la por tamanha afronta!!!!
    UMA GRANDE SENHORA
    eu proprio nao sei se teria essa coragem.
    O ODIO QUE OS MADUROS COMEÇARAM A NUTRIR POR ESTA SENHORA VEM DESDE O DIA EM QUE ELA CONDENOU AS PRISOES ARBITRARIAS DOS OPOSITORES E A FORMA COMO FOI ELABORADA A ELEIÇAO DA ac.
    espara se que a comunidade internacional defenda esta e outras personalidades na venezuela… e que desmascarem os socrates que andam por ai a adorar e a copiar o chavismo e a sua ditadura.
    NOTA: a wikipedia…. pasme se… ja retirou o nome de luiza ortega da lista de procuradores da venezuela, considerando ate que esta personalidade nunca tenha feito parte da lista de procuradores…. o que e um crime grave de desinformaçao e demonstra quao grave sao os tentaculos deste polvo maduro e ainda muito escondido.

RESPONDER

Ordenados "não podem ser cortados", diz comissário. Proposta sobre salário mínimo apresentada em outubro

O comissário europeu do Emprego e Direitos Sociais, Nicolas Schmit, reconheceu as limitações da Comissão Europeia quanto a salários, defendendo que o sistema que no qual está a trabalhar permitirá que os rendimentos aumentem na Europa. Em …

Chega quer expulsar autor de moção pela remoção de ovários a mulheres

A direção do Chega vai propor a “suspensão imediata” do militante Rui Roque que defendia a extração dos ovários numa moção de estratégia que foi rejeitada em congresso, informou esta segunda-feira o partido. Mais de uma …

Precários à espera de apoio extraordinário estão a receber multas do fisco

A Associação de Combate à Precariedade denunciou que a Autoridade Tributária (AT) está a aplicar multas de 75 euros a trabalhadores precários que ficaram sem rendimento e estão a recorrer ao novo apoio extraordinário a …

Portugal regista mais seis óbitos e 688 novos casos

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais seis mortos relacionados com a covid-19 e 688 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o último boletim divulgado epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

Novo lay-off é para "aguentar o emprego e as empresas" (mas agrava cortes dos trabalhadores)

O novo regime de lay-off anunciado pelo Governo, para apoiar as empresas com "perdas mais significativas", nomeadamente na área do turismo, visa "aguentar o emprego e as empresas", segundo o ministro da Economia, Siza Vieira, …

Jornal "The Guardian" sugere que Portugal é um país racista e compara Ventura a Bolsonaro

O jornal britânico "The Guardian" noticiou, esta segunda-feira, alguns dos mais recentes acontecimentos racistas que têm ocorrido no país, afirmando no seu título que "Portugal regista um aumento da violência racista com ascensão da extrema …

Jornal Washington Post declara apoio a Biden e quer afastar "o pior presidente dos tempos modernos"

O jornal de referência Washington Post declarou esta segunda-feira o seu apoio ao candidato democrata à presidência dos EUA, Joe Biden, para derrotar o republicano Donald Trump, que considera “o pior Presidente dos tempos modernos”. No …

Portugal não recorrerá aos empréstimos do fundo de recuperação da UE

O primeiro-ministro António Costa salientou esta terça-feira que Portugal "recorrerá integralmente" aos cerca de 15,3 mil milhões de euros em subvenções que poderá receber do fundo de recuperação europeu, mas adiantou que não utilizará a …

Isabel dos Santos impugna nacionalização da Efacec

A empresária angolana Isabel dos Santos avançou com uma ação para impugnar a nacionalização da Efacec, decisão que foi anunciada pelo ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, no início de julho. Numa nota enviada às …

Brexit. Na nona e última ronda, Von der Leyen está convencida de que acordo é possível

A União Europeia (UE) e o Reino Unido voltam esta terça-feira às negociações, na nona e última ronda para sair do impasse em questões como as pescas e concorrência e chegar a um acordo de …