Ministério da Saúde ameaça enfermeiros com processos e faltas injustificadas

Juanjo Oteiza / Flickr

O Ministério da Saúde considera ilegal a nova forma de protesto encontrado pelos enfermeiros especialistas, que passa pela entrega à Ordem do título de especialidade, e ameaça estes profissionais com a marcação de faltas injustificadas e processos disciplinares.

Numa nota publicada, esta segunda-feira, a Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) alerta para o parecer do Conselho Consultivo da Procuradoria-Geral da República do passado dia 14 de agosto – que considerou “um ilícito contratual e legal” a “recusa, por enfermeiros detentores de formação especializada, de prestação de atos de enfermagem que integram a respetiva especialidade” – e avisou que poderão ser punidos disciplinarmente os enfermeiros que usem esta forma de protesto.

Esta atuação “configura incumprimento do contrato, podendo dar origem a faltas injustificadas em virtude da entidade empregadora poder recusar a prestação do trabalho com fundamento na exceção do não cumprimento do contrato, com as inerentes consequências em termos de ação disciplinar”, escreveu a ACSS.

Além disso, “não é legalmente possível a suspensão da inscrição como enfermeiro especialista na Ordem dos Enfermeiros sem que haja suspensão da inscrição como enfermeiro”, ou seja, “os trabalhadores com a categoria de enfermeiro e título de especialista que se recusem, individual ou concertadamente, a praticar atos de enfermagem integrados na referida especialidade, ainda que com fundamento no facto de terem, voluntaria e concertadamente, suspendido a respetiva inscrição, designadamente como especialistas, na Ordem dos Enfermeiros incorrem numa violação dos deveres contratuais e legais a que estão obrigados, especialmente os deveres de zelo, obediência e lealdade”.

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, disse que ao longo da última semana foram entregues vários pedidos de suspensão de título de enfermeiros especialistas em saúde materna e obstétrica, manifestando-se preocupada com a situação.

Médicos entregam minutas

Uma situação que levou a Ordem dos Médicos a emitir um comunicado em que pediu que os médicos entreguem uma minuta caso deixem de ter enfermeiros especialistas nas suas equipas.

Os signatários da minuta declinarão, assim, “toda e qualquer responsabilidade derivada da sua prestação de trabalho em circunstâncias em que não estejam reunidas as condições de segurança e qualidade à prática de atos médicos”.

No entanto, o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, garantiu que os clínicos não vão deixar as grávidas sem assistência.

“Os médicos estão disponíveis para assegurar todos os cuidados que forem necessários às grávidas. Os médicos têm de facto essas competências e das quais não irão abdicar. Temos o dever de auxílio em situações de urgência e vamos assegurar os cuidados de que as mulheres grávidas necessitem”, declarou.

Greve “irregularmente convocada”

Os enfermeiros especialistas estão em protesto há duas semanas, não cumprindo as funções especializadas pelas quais ainda não são pagos. O protesto seguiu-se a outro, nos mesmos moldes, ocorrido em julho e que foi interrompido para negociações com o Governo.

No final de agosto, os profissionais queixaram-se de ameaças por parte dos Conselhos de Administração dos hospitais e acusaram o ministro da Saúde de desonestidade e de ter enganado os profissionais.

O Sindicato dos Enfermeiros entregou no fim de agosto um pré-aviso de greve nacional para os dias 11 a 15 de setembro pela introdução da categoria de especialista na carreira de enfermagem, com respetivo aumento salarial, bem como a aplicação do regime das 35 horas de trabalho para todos os enfermeiros. O pré-aviso de greve abrange todos os enfermeiros e não apenas os que têm funções especializadas.

Um ofício da Secretaria de Estado do Emprego indicou ontem que o pré-aviso de greve dos enfermeiros não cumpriu os dez dias úteis que determina a lei. Assim, a paralisação é considerada “irregularmente convocada”.

Em declarações à Lusa, o presidente do Sindicato dos Enfermeiros garante que o pré-aviso está datado de 25 de agosto, “como comprovam as declarações feitas à comunicação social”. José Azevedo disse ainda que o Sindicato vai apresentar ao Departamento de Investigação e Ação Penal uma queixa por má-fé contra o secretário de Estado do Emprego.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A isto se chama democracia!! Afinal estamos é num sistema totalitarista ou fascista. Razão tinham os politicos do antes 25 Abril, agora são muitos mais a mamar e foi p/ isso que se fez a chamada revolução dos cravos…

RESPONDER

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …

“Máfia do Sangue”. Ministério Público deixa Octapharma fora da acusação

O Ministério Público (MP) deixou a farmacêutica Octapharma fora da acusação da operação "O Negativo" por considerar que o ex-administrador Lalanda e Castro montou um esquema de corrupção para a venda de plasma ao Serviço …

Rio Nilo tem 30 milhões de anos. É seis vezes mais antigo do que se pensava

Um grupo de cientistas estudou diferentes sedimentos do rio, incluindo as rochas vulcânicas da região planáltica da Etiópia, e fez simulações computacionais para traçar a vida do rio até ao passado mais longínquo, contabilizou agora …

Von der Leyen volta a escrever a Boris. Londres deve indicar candidato a comissário o quanto antes

O Reino Unido ainda não designou um candidato a comissário europeu, pelo que a presidente eleita da Comissão Europeia voltou a escrever ao primeiro-ministro britânico, instando-o a indicar um nome até ao final da semana. Até …