Lombrigas astronautas são a chave para a descoberta de novos mundos

Uma equipa de cientistas está a recorrer a lombrigas para perceber melhor como é que as missões espaciais interferem na saúde dos astronautas, uma investigação que pode ser determinante para a descoberta de novos mundos no nosso universo.

As viagens no Espaço estão limitadas pelas condições físicas dos humanos, mas isso pode mudar nos próximos tempos e as lombrigas poderão ser decisivas para que isso aconteça.

É pelo menos isso que espera a equipa da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA) que está a utilizar lombrigas como astronautas para perceber como é que o corpo humano se comporta em ambientes de micro gravidade, reporta a Europapress.

As lombrigas, ou Caenorhabditis elegans, têm uma quantidade considerável de material genético idêntico ao dos humanos, destaca a agência, notando que a ideia dos investigadores é perceber como os ambientes de baixa gravidade afectam o corpo humano.

Nas missões prolongadas no Espaço, os astronautas perdem massa muscular e óssea e há estudos que indicam que outras partes dos seus corpos também mudam – nomeadamente a curvatura da coluna vertebral, a quantidade de sangue no corpo e até a visão.

Assim, membros da tripulação da Estação Espacial Internacional estão a usar lombrigas astronautas para perceber melhor os processos por trás destas alterações.

“Os astronautas vão cultivar múltiplas várias do organismo, pelo que vão poder examiná-los em diferentes estados de desenvolvimento”, explica o autor principal do estudo, Atsushi Higashitani.

“Os nossos estudos ajudarão a esclarecer como e porque é que estas mudanças para a saúde ocorrem em micro-gravidade e determinar se as adaptações ao Espaço se transmitem de uma geração de célula para outra sem mudar o ADN básico de um organismo”, acrescenta o cientista.

O facto de as lombrigas terem uma vida curta permite aos cientistas estudarem várias gerações num curto período de tempo, o que é essencial para a investigação.

Por uma vez, e para variar, a lombriga é útil ao homem.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. 1º – minhocas e lombrigas são “coisas” muito diferentes…
    2ª – “nomeadamente a curvatura da coluna vertebral, a quantidade de sangue no corpo e até a vista.” – a vista do quê?! a visão?! ou a bela vista do espaço sideral?!

    • Caro lEITOR aSSIDUO,
      Apesar da bela vista sideral de que efectivamente as lombrigas astronautas podem desfrutar, o que as viagens espaciais afectam nos astronautas é de facto a visão.
      Obrigado pelo reparo, está corrigido.

  2. De facto o LEITOR ASSIDUO tem razão. As “roundworms” mencionadas no vídeo (Caenorhabditis elegans) não são lombrigas, são nemátodos não parasíticos que vivem no solo.

RESPONDER

Simeone confessa que gostava que João Félix "tivesse mais gasolina"

O treinador do Atlético de Madrid, Diego Simeone, elogiou João Félix no final da partida deste sábado contra o Osasuna, mas confessou que gostava que o internacional português "tivesse mais gasolina na fase final dos …

Ex-diretor do FBI admite que houve "negligência" na investigação da ingerência russa

O ex-diretor do FBI James Comey admitiu este domingo que “verdadeiras negligências” foram cometidas pela polícia federal no início da investigação sobre a ingerência da Rússia nas eleições presidenciais de 2016 nos Estados Unidos. Donald Trump, …

"Alcochete sempre". Equipa do Sporting vaiada à chegada aos Açores

A comitiva do Sporting foi este domingo vaiada à chegada ao hotel em Ponta Delgada, nos Açores, na véspera do jogo contra o Santa Clara. "Alcochete sempre", gritou um grupo de cerca de 30 adeptos à …

Os seus genes não são o único fator que determina o risco de Alzheimer

O desenvolvimento da doença de Alzheimer não está exclusivamente ligado à genética, sugere um artigo científico publicado recentemente. No primeiro estudo publicado sobre a doença de Alzheimer em trigémeos idênticos, os cientistas descobriram que, apesar de …

"Poções do amor" podem tornar-se na solução para uma relação eterna

Numa verdadeira fusão entre ficção e realidade, as nossas relações amorosas podem vir a ser salvas por uma "poção do amor". A solução passa por se recorrer à manipulação química do amor para tentar que …

Há uma segunda população estelar no disco espesso da Via Láctea

As estrelas que compõem o disco espesso da Via Láctea pertencem a duas populações estelares distintas, com características diferentes. Um novo estudo sobre a composição cinemática e química de uma amostra de estrelas nas proximidades do …

Igrejas evangélicas cultivam violência doméstica ao defender a supremacia dos homens sobre as mulheres

O facto de a igreja evangélica defender que o homem deve controlar a mulher apenas agrava o problema de violência doméstica, justificando os atos dos homens. Jane (nome fictício) era membro da comunidade cristã evangélica da …

A Cidade do México está a pagar aos seus polícias para que percam peso

A Polícia da Cidade do México está a levar a cabo um programa para combater o excesso de peso e a obesidade no seu efetivo através de incentivos financeiros.  Ao todo, escreve a agência AFP que …

Há um novo método para medir buracos negros

Os buracos negros supermassivos são os maiores buracos negros, com massas que podem exceder mil milhões de sóis. Apenas esta primavera foi divulgada a primeira imagem do buraco negro supermassivo no centro da galáxia M87, …

E Tudo o Vento Levou… há 80 anos

E Tudo o Vento Levou celebra este domingo 80 anos de vida, marcando a data da sua estreia nos Estados Unidos. Oito décadas depois, o filme mantém-se como uma das maiores obras primas do cinema …