/

Militar abre fogo e mata 17 pessoas dentro de centro comercial na Tailândia

(h) Terminal 21 Shopping Mall

Um indivíduo identificado como sendo um militar tailandês abriu fogo indiscriminadamente sobre civis num centro comercial. Pelo menos 17 pessoas morreram e 21 ficaram feridas.

Pelo menos 17 pessoas morreram e 21 ficaram feridas num tiroteio ocorrido hoje num centro comercial em Nakhon Ratchasima (nordeste da Tailândia), informou a polícia local, acrescentando que o presumível atirador continuou dentro do recinto comercial.

Os ‘media’ locais, citados pelas agências internacionais, divulgaram que o suspeito, identificado como um soldado tailandês, permanecia ao início da tarde (hora de Lisboa) dentro do centro comercial, onde várias pessoas continuavam fechadas e presumivelmente feitas reféns.

“O atirador utilizou uma metralhadora para atirar sobre vítimas inocentes”, afirmou, em declarações à agência France Presse (AFP), um porta-voz da polícia tailandesa.

De acordo com um canal de notícias local (Thairath), o suspeito roubou um veículo da base militar onde estava destacado para se deslocar até ao centro da cidade de Nakhon Ratchasima. Antes de sair da base, o soldado abriu fogo contra um militar superior e outros elementos.

Posteriormente, o suspeito dirigiu-se a um centro comercial e atirou indiscriminadamente contra várias pessoas, segundo relatou a mesma estação.

Também foi registada uma explosão nas imediações do centro comercial. As autoridades estabeleceram um perímetro de segurança de dois quilómetros em redor do centro comercial.

A polícia tailandesa evitou pronunciar-se sobre os possíveis motivos deste ataque, com as agências internacionais a indicarem que o presumível atirador tem publicado nas redes sociais várias mensagens de teor político e de vingança contra as forças militares.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.