Milhões de homens asiáticos descendem de líderes dinásticos como Genghis Khan

seafaringwoman / Flickr

Estátua de o imperador mongol Genghis Khan

Estátua de o imperador mongol Genghis Khan

Milhões de homens modernos asiáticos descendem de 11 poderosos líderes dinásticos que viveram até há quatro mil anos, incluindo o imperador mongol Genghis Khan, segundo um estudo divulgado pelo European Journal of Human Genetics.

A pesquisa, realizada por geneticistas da Universidade de Leicester, do Reino Unido, analisou o cromossoma Y, responsável pela determinação do sexo no homem e transmitido de pai para filho, de mais de cinco mil homens asiáticos pertencentes a 127 grupos populacionais.

De acordo com os investigadores, a maioria dos tipos de cromossomo Y é muito raro, mas a equipa descobriu que destes, 11 tipos eram relativamente frequentes em toda a amostra estudada.

“Duas linhagens masculinas comuns foram descobertas antes e foram atribuídas a um conhecido personagem histórico: Genghis Khan, e outro menos conhecido, Giocangga”, antepassado do imperador Nurhaci, que instituiu a dinastia Qing no século XVII, refere Mark Jobling, professor do Departamento de Genética da Universidade do Leicester, que liderou o projeto.

À semelhança do imperador mongol Genghis Khan, tido como um dos comandantes militares mais bem-sucedidos da história da Humanidade, Giocangga teve muitos descendentes especialmente no nordeste da China e na Mongólia, resultante do caso dos seus filhos com muitas esposas e concubinas durante gerações.

Os geneticistas da Universidade de Leicester descobriram ligações genéticas através de uma cadeia de antepassados do sexo masculino, tanto para Genghis Khan e Giocangga, além de outros nove líderes dinásticos que viveram entre os anos 2100 a.C. e 700 d.C..

Citado esta segunda-feira pelo ScienceDaily, Mark Jobling afirmou que as linhagens mais novas, originárias dos últimos 1.700 anos, foram encontradas em populações nómadas pastoris, assinalando que na altura, estes viajavam a cavalo para longe das suas casas.

De acordo com Mark Jobling, para que estes mantivessem poder necessitavam de ter muitos filhos espalhados, pelo que se terão envolvido com muitas mulheres, uma forma de passar o status e, consequentemente, espalharam o cromossoma Y. A prática terá sido replicada por gerações de descendentes.

No entanto, a primeira autora deste estudo, Patricia Balaresque, considerou “difícil ou impossível” identificar os ancestrais responsáveis por essas linhagens, uma vez que pressupunha encontrar os restos mortais, extrair e analisar o ADN, o que ainda não foi feito sequer com Genghis Khan.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Após 2 anos preso, Pedro Dias assume três homicídios e diz-se arrependido

Pedro Dias, conhecido pelos homicídios de Aguiar da Beira, manifesta-se arrependido pelos crimes por que foi condenado a 25 anos de prisão, após cumprir dois anos da pena. Um arrependimento que é também um assumir …

Orçamento da UE. Proposta agrava corte de Portugal na coesão em 2 mil milhões

A proposta do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, prevê um corte de 2 mil milhões de euros no envelope da coesão para Portugal. Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia iniciaram esta …

Russos atormentam Estados Unidos outra vez. Presidenciais são o alvo

Os serviços secretos norte-americanos estão convencidos de que os russos estão, novamente, a tentar influenciar as presidenciais daquele país. Faltam nove meses para as eleições presidenciais norte-americanas, mas já há suspeitas de que os russos estão …

Processo obscuro e pouco transparente. Expansão do Metro do Porto cria mal-estar

O alargamento do Metro do Porto está a criar mal-estar entre algumas autarquias da área Metropolitana do Porto. Os autarcas falam num processo obscuro e pouco transparente. O protocolo para consolidação da expansão da rede de …

Barcelona contrata jogador com o mercado fechado (mas Leganés não pôde fazer o mesmo)

O Barcelona foi autorizado a contratar um jogador com o mercado fechado, mas o pedido do Leganés foi rejeitado. O clube perdeu Braithwaite para o clube catalão. O FC Barcelona anunciou, esta quinta-feira, a contratação do …

Portugueses gastam 160 euros por ano na "epidemia das raspadinhas". 11 vezes mais do que os espanhóis

De acordo com um estudo recente, há cada vez mais pessoas a chegarem aos consultórios médicos com a doença do jogo patológico desencadeada pela raspadinha. Num artigo científico publicado na The Lancet, Pedro Morgado e Daniela …

Direita chega ao jogo das comissões no MB Way. PSD e Chega juntam-se ao PS

O PSD quer alargar serviços dentro das contas de baixo custo e incluir transferências via a aplicação da SIBS. O Chega quer eliminar custos nessas transações. Depois da esquerda, é a vez da direita marcar terreno …

Fãs de Kobe Bryant em luto estão a deixar flores na sepultura errada

Numa tentativa de prestar homenagem ao ex-basquetebolista, vários fãs de Kobe Bryant em luto estão a deixar flores na sua sepultura. O problema é que o têm na campa de outra pessoa. Quase um mês depois …

Precários das escolas ganham menos 170 euros por mês ao entrarem nos quadros

Nas escolas, os psicólogos que passem a efetivos através do PREVPAP passam a ganhar menos 170 euros por mês. Há outros trabalhadores na mesma situação. Os psicólogos precários que trabalham em escolas passam a ganhar menos …

Numa Liga Europa "aportuguesada", o Sporting foi o único a rugir

O Sporting foi a única equipa portuguesa a conseguir vencer nos 16-avos-de-final da Liga Europa. Benfica, FC Porto e SC Braga saíram derrotados dos seus respetivos jogos. A Liga Europa é casa dos emblemas portugueses esta …