Microplásticos acumulados nos rios podem acabar no corpo humano

As enxurradas podem arrastar microplásticos acumulados nos leitos dos rios para o mar. Mas estas partículas representam uma verdadeira ameaça ao ser humano, já que podem acabar no nosso organismo.

A maior parte da contaminação dos oceanos tem origem na terra, nomeadamente na poluição dos seres humanos. Contudo, pouco se sabe como é que os microplásticos vão parar a alto mar.

Os rios são os principais responsáveis. Esta é a conclusão de uma investigação de uma equipa da Universidade de Manchester, no Reino Unido, publicada esta segunda-feira na Nature, que mostra que as enxurradas podem arrastar estas partículas acumuladas nos leitos dos rios para o mar.

Segundo o Observador, a equipa de investigadores recolheu sedimentos em 40 locais diferentes no leito de dez rios no noroeste de Inglaterra. A água desses rios segue para o estuário Mersey.

Os investigadores registaram a concentração destas micropartículas nos leitos dos rios com uma corrente baixa. No entanto, depois das enxurradas do inverno de 2015-2016 voltaram a analisar os mesmos locais e chegaram à conclusão que 28 desses 40 locais viram a sua concentração de microplásticos diminuir.

Segundo a investigação, as cheias conseguiram arrastar cerca de 70% dos microplásticos acumulados no leito dos rios. Esta percentagem equivale a 0,85 toneladas ou 43 mil milhões de partículas arrastadas para o mar da Irlanda.

Estima-se que existam 4,85 biliões de partículas de microplástico no oceano. No entanto, depois desta investigação, os autores colocam a hipótese de o número ser muito maior.

Estes partículas, que têm menos de cinco milímetros de comprimento, podem facilmente ser ingeridos por animais marinhos juntamente com plâncton. Contudo, ao contrário dos plásticos maiores que podem sufocar os animais ou entupir-lhes o sistema digestivo, o perigo é diferente.

Os microplásticos podem ser absorvidos pelo organismo e acumulados em órgãos e músculos dos animais que, por sua vez, servem de alimento a outros animais, que também acabam por acumular os microplásticos no organismo.

Mas os perigos não ficam por aqui. Como destaca o jornal, outro destino destes peixes é o nosso prato. Ou seja, isto significa que também nós, seres humanos, podemos consumir este tipo de poluente.

Além disso, o verdadeiro alerta dos investigadores cengtra-se no facto de estes microplásticos constituírem um veículos para alguns contaminantes que se podem, desta forma, acumular nos nossos organismos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Podem?! Ou já estão!? Digo que já estão dentro do corpo humano com TODA A CERTEZA!
    Para além de peixes e moluscos, os microplásticos estão presentes na maior parte do sal marinho que consumimos.
    E os porcalhões que deixam lixos nas praias e no mar, só contribuem para este flagelo ser ainda mais grave… Deviam banir o plástico já! É muito útil, admito, mas uma porcaria para o ambiente.

RESPONDER

Áustria reitera rejeição de acordo comercial UE-Mercosul

O Governo austríaco, numa carta enviada ao primeiro-ministro, António Costa, reiterou a sua rejeição do acordo comercial UE-Mercosul e apelou a que Portugal, enquanto presidência da União Europeia (UE), “assegure” que a sua votação seja …

Em Málaga, pode comer-se o pão mais caro do mundo. É feito com ouro e prata

É na padaria espanhola Pan Piña que se confeciona aquele que é, de momento, o pão mais caro de todo o mundo. Este é vendido por uma quantia que pode chegar até aos 3.700 euros …

Novas evidências apontam eventual localização dos destroços do MH370. Jornalista sugere que foi abatido

O chefe da busca fracassada pelo voo MH370 da Malaysia Airlines está a pedir um novo inquérito com base em novas evidências que podem finalmente resolver o mistério do desaparecimento da aeronave há sete anos. De …

Cidade nos EUA testou o rendimento básico universal. "Os números foram incríveis"

Além de a percentagem de pessoas que tinham um emprego a tempo inteiro ter subido, os participantes da iniciativa também relataram sentir-se menos ansiosos. De acordo com o estudo publicado esta quarta-feira, citado pela agência …

Belenenses 0-3 Benfica | Vendaval suíço após o descanso

O Benfica venceu o dérbi com a Belenenses SAD, em jogo a contar para 22ª jornada da Liga NOS, por 3-0. Uma partida que teve uma primeira parte mal jogada e com muitas dificuldades para as …

Investigador apresenta nova geração de drones minúsculos e ágeis. São inspirados em mosquitos

Os mosquitos são insetos incrivelmente acrobáticos e resistentes durante o voo, o que os ajuda a navegar entre rajadas de vento, obstáculos e incertezas. Agora, uma equipa de investigadores construiu um sistema que se aproxima …

OMS considera que a pandemia podia ter sido evitada se alguns países não tivessem sido lentos a reagir

O diretor-geral da OMS afirmou esta segunda-feira que alguns países reagiram lentamente à declaração de emergência sanitária global em janeiro de 2020, desperdiçando-se uma "janela de oportunidade" para evitar a pandemia de covid-19. "A 30 de …

Louvre recupera armadura do século XVI roubada há quase 40 anos

O peitoral e o capacete elaboradamente decorados, que estavam desaparecidos desde 1983, datam do século XVI e voltaram finalmente ao museu do Louvre, em França. Quase quatro décadas depois, um peitoral e um capacete do século …

Queixas por cibercrime disparam. Fraude com MB Way foi o crime mais denunciado

O Ministério Público (MP) da Comarca de Lisboa registou 6676 denúncias por crimes informáticos em 2020, um aumento de 15% (mais 998) face a 2019. MB Way é um dos sistemas onde estão associadas mais …

Centro Hospitalar Lisboa Norte vai alargar uso de medicamento para fibrose quística a mais cinco doentes

O diretor clínico do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN), Luís Pinheiro, disse hoje que a instituição já usa há cerca de um mês um novo medicamento para a fibrose quística, que poderá chegar em …