Os micróbios intestinais podem estar a “comer” a nossa medicação

massdistraction / Flickr

A dosagem de medicação ideal varia de pessoa para pessoa e, muitas vezes, por razões misteriosas. Na realidade, até pequenos microrganismos que vivem no nosso corpo podem “comer” a nossa medicação.

Uma recente investigação acaba de concluir que os microrganismos intestinais Enterococcus faecalis e Eggerthella lenta podem intercetar a levodopa (L-dopa) – um fármaco comummente usado em doentes com Parkinson – e transformá-la quimicamente antes de chegar ao cérebro.

Esta investigação concentra-se num tratamento específico para uma condição, mas a equipa de cientistas por trás desta descoberta considera que o papel do nosso microbioma intestinal pode estar a ser subestimado, pelo menos o papel que este representa na eficácia e potência dos medicamentos que ingerimos.

O fármaco L-dopa tem como missão administrar dopamina ao cérebro, substituindo assim a dopamina consumida pela doença de Parkinson. No entanto, desde a introdução da L-dopa na década de 1960, os cientistas sabem que as enzimas no intestino podem impedir a entrega, levando a alguns efeitos colaterais desagradáveis à medida que a dopamina “se perde” antes de chegar ao cérebro.

De forma a manter o L-dopa intacto, foi introduzido um segundo fármaco (carbidopa), mas nem sempre é eficaz. Segundo Maini Rekdal, da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, esta nova investigação identificou as bactérias específicas que são as responsáveis por este “fracasso” da medicação. O artigo científico foi publicado na Science.

Com referência ao Projeto Microbioma Humano, os cientistas descobriram que não apenas as nossas próprias enzimas podem estar a causar estragos na medicação que ingerimos, como também a bactéria Enterococcus faecalis pode converter L-dopa em dopamina antes de chegar ao cérebro.

Além disso, escreve o Science Alert, através de amostras fecais e suprimentos de dopamina, os cientistas identificaram que a bactéria Eggerthella lenta consome dopamina convertida e produz meta-tiramina neuromoduladora como subproduto.

Tanto a E. faecalis como a E. lenta estão aparentemente a trabalhar em conjunto para impedir que a medicação alcance o seu alvo principal: o cérebro. Além disso, apesar de a carbidopa ser usada para impedir que uma enzima intestinal converta a L-dopa em dopamina no sistema digestivo, o fármaco não parece funcionar com a enzima E. faecalis.

Mas há uma boa notícia. A equipa já encontrou uma molécula capaz de impedir que a E. faecalis destrua a L-dopa sem destruir a própria bactéria, atacando uma enzima não essencial – a molécula alfa- fluorometiltirosina (AFMT).

Na prática, isto significa que os cientistas estão perto de encontrar uma forma de tornar o L-dopa significativamente mais eficaz no tratamento da doença de Parkinson.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

VianaPolis chega a acordo com casal. Já só restam sete moradores no prédio Coutinho

A VianaPolis informou, esta terça-feira, ter chegado a acordo com um casal que detinha um apartamento no prédio Coutinho, em Viana do Castelo, onde ainda permanecem sete pessoas em cinco frações. Em declarações à agência Lusa, …

Ghosn processa Nissan e Mitsubishi na Holanda

Carlos Ghosn, ex-presidente da Nissan e da Mitsubishi e ex-CEO da Renault, processou as duas fabricantes de automóveis japonesas e reclama uma indemnização de 15 milhões de euros. Carlos Ghosn instaurou à Nissan e à Mitsubishi …

Faturas detalhadas de telecomunicações estão a confundir os clientes, alerta a Deco

As faturas detalhadas de telecomunicações, adotadas na sequência da decisão da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), estão a confundir os clientes, revelou esta terça-feira a Deco Proteste, que considerou que a medida do regulador deve …

Catarina Martins entreabre porta a nova geringonça

Catarina Martins lembrou que nas últimas legislativas se fez na política "o que nunca se tinha feito antes" e alerta que o que se conseguiu alcançar "não chega" face a "tudo o que há para …

Destroços de navio interditam praia em Torres Vedras

A praia do Navio, em Santa Cruz, está interdita a banhos e a desportos náuticos devido ao aparecimento de destroços de um navio afundado. A praia do Navio, em Santa Cruz, no concelho de Torres Vedras, …

Ministro da Justiça demite-se após eleição de Boris Johnson (e não é o único)

O ministro da Justiça britânico, David Gauke, anunciou a sua demissão após ser conhecida a eleição de Boris Johnson para a liderança dos conservadores e a sua designação como primeiro-ministro do Reino Unido. No domingo, David …

TdC deteta pagamentos "ilegais" do Serviço de Saúde da Madeira a empresa que pertencia ao presidente

A sociedade gerida pelo então presidente do Serviço de Saúde da Madeira recebeu 116 mil euros do Serviço de Saúde da Madeira. O Serviço de Saúde da Madeira (SESARAM) autorizou "ilegalmente" o pagamento de 116 mil …

Fábio Coentrão apontado ao FC Porto

O lateral esquerdo, que se encontra neste momento sem clube, terá sido alvo de sondagem por parte do FC Porto para reforçar a equipa de Sérgio Conceição. Segundo o jornal A Bola, Fábio Coentrão já foi …

EUA. Explosão em refinaria levanta questões sobre utilização de produtos químicos letais

Na madrugada de 21 de junho, explosões na refinaria Philadelphia Energy Solutions, no sul da Filadélfia, Estados Unidos (EUA), sacudiram as casas, enviaram bolas de fogo para o ar e acordaram os moradores próximos. Este …

Irão anuncia reunião extraordinária para salvar acordo de Viena

Uma nova reunião extraordinária para tentar salvar o acordo sobre o programa nuclear iraniano vai realizar-se em Viena no domingo, anunciou esta terça-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão. De acordo com o comunicado do …