Michael Moore prepara documentário “para acabar com Trump”

Reza Vaziri / Flickr

O realizador norte-americano Michael Moore

O realizador norte-americano Michael Moore

O realizador norte-americano Michael Moore está a preparar um documentário sobre o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e acredita que o filme terá um grande impacto.

Os produtores Harvey e Bob Weinstein anunciaram na terça-feira que asseguraram os direitos mundiais sobre o filme, a que Michael Moore chamou “Fahrenheit 11/9“.

O nome é uma referência ao dia depois de 08 de novembro, quando Donald Trump foi declarado Presidente, jogando também com o nome do documentário que realizou em 2004 sobre o então Presidente George W. Bush e os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, “Fahrenheit 9/11“.

Moore, que trabalhou secretamente no filme durante meses, prometeu que o seu novo documentário sobre Trump será explosivo.

“Não interessa o que lhe atiramos, não funciona. Independentemente do que é revelado, ele continua de pé. Factos, realidade, cérebro não o conseguem derrotar. Até quando ele inflige feridas em si próprio, no dia seguinte Donald Trump levanta-se e continua a ‘twitar’. Tudo isso acaba com este filme”, afirmou.

Em comunicado, Harvey Weinstein disse que o filme será levado a uma “vasta audiência”, indicando que será oferecido aos distribuidores no mercado do cinema de Cannes, que se celebra em paralelo com o festival, hoje inaugurado.

Weinstein garantiu que o filme “terá planos de distribuição inovadores” porque “hoje, mais que nunca, a fome por verdade de Michael é crucial”.

“Estamos entusiasmados por fazer parte desta revolução”, afirmou.

Este será o segundo filme do realizador sobre Trump, depois de “Michael Moore in Trumpland”, divulgado pouco antes da eleição do ano passado, no qual o realizador previu que Trump venceria a eleiçao presidencial.

// Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. O novo diretor do FBI vai receber instruções para prender o Moore e o filme vai desaparecer…
    É a nova ordem de Trump a funcionar, acabou-se a liberdade nos EUA… e se ficar por aí…!

  2. Alguém que me explique o sentido desta frase por favor:
    “(…)Os produtores Harvey e Bob Weinstein anunciaram na terça-feira que asseguraram os direitos mundiais sobre o filme, a que Michael Moore está chamou “Fahrenheit 11/9“. (…)”
    Que português é este?

    • Caro Rui,
      Não é português nenhum. É um erro, que resultou simplesmente de uma palavra esquecida, no momento em que o editor decidiu trocar “está a chamar” por “chamou”.
      Obrigado pelo seu reparo, está corrigido.

    • Então e quando se anuncia um filme secreto que ainda não está pronto?! Não é problema de Português, é de estratégia (ou não?)

RESPONDER

MP investiga empresas estrangeiras de barrigas de aluguer a atuar em Portugal

As barrigas de aluguer são proibidas em Portugal, mas há empresas estrangeiras a prestar esse serviço, com o custo de um bebé a superar, em alguns casos, os 100 mil euros. O Ministério Público (MP) está …

Localidade a 900km do Polo Norte registou uma temperatura de 21º, a mais alta desde 1956

O termómetro atingiu, no domingo, os 21 graus centígrados em Alert - a localidade habitada mais setentrional do planeta, a menos de 900 quilómetros do Polo Norte, que fica em Nunavut, no Canadá - e …

Japoneses vão ficar a trabalhar em casa durante os Jogos Olímpicos

https://vimeo.com/348655021 Centenas de milhares de funcionários em Tóquio vão trabalhar em casa durante duas semanas como parte de um teste de medidas destinadas a reduzir o congestionamento durante os Jogos Olímpicos do próximo ano. Com mais de …

Ministério Público acusa Groundforce de discriminação com prémios de 2017

O Ministério Público avançou com uma acusação contra a Groundforce por ter discriminado mais de 200 trabalhadores na atribuição de prémios em 2017. Segundo o Diário de Notícias, o Ministério Público (MP) acusa a Groundforce de …

Londres chumba construção de "Tulipa" com 300 metros

Os planos para construir um arranha-céus de 300 metros apelidado de "Tulipa" na cidade de Londres, perto do Tamisa, foram chumbados pelo presidente da capital, Sadiq Khan. O edifício, projetado pela prática arquitetónica de Norman Foster, …

Coreia do Norte importou milhões de dólares em bens de luxo apesar da proibição da ONU

A Coreia do Norte não pode importar bens de luxo. Mas um relatório da C4ADS - organização sem fins lucrativos que analisa conflitos e transações mundiais - concluiu que o país importou pelo menos 191 …

Texto base do inquérito à CGD aprovado. Indícios de gestão danosa ficam de fora

O Parlamento aprovou esta quarta-feira por unanimidade o projeto base do relatório da II comissão parlamentar de inquérito à recapitalização da Caixa Geral de Depósitos (CGD) e atos de gestão, noticia o jornal Eco. Tal como …

Alemanha aprova multas até 2.500 euros para pais que não vacinem filhos contra sarampo

A decisão aprovada, esta quarta-feira, estabelece que as multas poderão chegar aos 2.500 euros e também determina a exclusão de crianças não vacinadas do direito às creches. O conselho de ministros da Alemanha aprovou, esta quarta-feira, multas …

Demissão no PS Guarda após chumbo da lista liderada pela candidata de Costa

O presidente da Federação Socialista da Guarda, Pedro Fonseca, anunciou que vai demitir-se do cargo depois de a lista de candidatos às eleições legislativas, liderada por Ana Mendes Godinho, que foi apontada por António Costa, …

EDP não quer construir barragem do Fridão porque "é um péssimo negócio", diz Matos Fernandes

O ministro do Ambiente e Transição Energética reiterou esta terça-feira que o Governo não vai devolver dinheiro à EDP, que estava destinado à construção da barragem de Fridão, referindo que foi a empresa a desistir …