Michael Moore prepara documentário “para acabar com Trump”

Reza Vaziri / Flickr

O realizador norte-americano Michael Moore

O realizador norte-americano Michael Moore

O realizador norte-americano Michael Moore está a preparar um documentário sobre o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e acredita que o filme terá um grande impacto.

Os produtores Harvey e Bob Weinstein anunciaram na terça-feira que asseguraram os direitos mundiais sobre o filme, a que Michael Moore chamou “Fahrenheit 11/9“.

O nome é uma referência ao dia depois de 08 de novembro, quando Donald Trump foi declarado Presidente, jogando também com o nome do documentário que realizou em 2004 sobre o então Presidente George W. Bush e os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, “Fahrenheit 9/11“.

Moore, que trabalhou secretamente no filme durante meses, prometeu que o seu novo documentário sobre Trump será explosivo.

“Não interessa o que lhe atiramos, não funciona. Independentemente do que é revelado, ele continua de pé. Factos, realidade, cérebro não o conseguem derrotar. Até quando ele inflige feridas em si próprio, no dia seguinte Donald Trump levanta-se e continua a ‘twitar’. Tudo isso acaba com este filme”, afirmou.

Em comunicado, Harvey Weinstein disse que o filme será levado a uma “vasta audiência”, indicando que será oferecido aos distribuidores no mercado do cinema de Cannes, que se celebra em paralelo com o festival, hoje inaugurado.

Weinstein garantiu que o filme “terá planos de distribuição inovadores” porque “hoje, mais que nunca, a fome por verdade de Michael é crucial”.

“Estamos entusiasmados por fazer parte desta revolução”, afirmou.

Este será o segundo filme do realizador sobre Trump, depois de “Michael Moore in Trumpland”, divulgado pouco antes da eleição do ano passado, no qual o realizador previu que Trump venceria a eleiçao presidencial.

// Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. O novo diretor do FBI vai receber instruções para prender o Moore e o filme vai desaparecer…
    É a nova ordem de Trump a funcionar, acabou-se a liberdade nos EUA… e se ficar por aí…!

  2. Alguém que me explique o sentido desta frase por favor:
    “(…)Os produtores Harvey e Bob Weinstein anunciaram na terça-feira que asseguraram os direitos mundiais sobre o filme, a que Michael Moore está chamou “Fahrenheit 11/9“. (…)”
    Que português é este?

    • Caro Rui,
      Não é português nenhum. É um erro, que resultou simplesmente de uma palavra esquecida, no momento em que o editor decidiu trocar “está a chamar” por “chamou”.
      Obrigado pelo seu reparo, está corrigido.

    • Então e quando se anuncia um filme secreto que ainda não está pronto?! Não é problema de Português, é de estratégia (ou não?)

  3. Mas quem leva o Michael Moore a sério?
    Só mesmo um socialista/comunista ou propagandista.
    Estes meios de comunicação arcaicos, já se esqueceram que o Trump NUNCA ganharia as eleções. Estavam TODOS os meios de comunicaçãojudeus, TODOS, contra ele e ele ganhou!

    Não amuem, ele vai continuar a ganhar e a defender os valores ocidentais e não os comunistas, socialistas, parasitas e baixa exigência dos politicamente correctos de extrema esquerda!

RESPONDER

Secretário do Tesouro norte-americano sugere a Greta que estude Economia

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos (EUA), Steven Mnuchin, sugeriu esta quinta-feira à ativista pelo clima Greta Thunberg que vá estudar Economia, defendendo que não é preciso deixar de utilizar combustíveis fósseis. Numa conferência de …

Marcelo conheceu Rena, a sobrevivente do Holocausto que teve "seis mães"

O Presidente da República conheceu a sobrevivente do Holocausto Rena Quint, que lhe contou como em criança escapou ao genocídio nazi e acabou nos Estados Unidos com a ajuda de "seis mães". "Porque ficaram comigo? Talvez …

Benfica empresta Caio Lucas ao Al Sharjah

O Benfica anunciou, esta quinta-feira, o empréstimo do futebolista brasileiro ao Al Sharjah, clube dos Emirados Árabes Unidos, que é válido por um ano e meio. "O Sport Lisboa e Benfica formalizou com o Al Sharjah …

Morreu o general José Lemos Ferreira

O ex-chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA) morreu aos 90 anos, disse quinta-feira à agência Lusa uma fonte militar. Chefe do Estado-Maior da Força Aérea de 1977 a 1984, o general José Lemos Ferreira foi …

PJ afasta "intervenção de terceiros" na morte de diretor do EuroBic

O diretor nacional da PJ disse, esta quinta-feira, que os elementos recolhidos sobre a morte do diretor do private banking do EuroBic, arguido no caso Luanda Leaks, "apontam para que não haja intervenção de terceiros". Questionado …

Carlos Amaral Dias terá ficado retido na ambulância avariada durante uma hora

Os resultados de um inquérito aberto pelo INEM apontam para que Carlos Amaral Dias tenha ficado dentro de uma ambulância avariada durante uma hora. De acordo com o Jornal de Notícias, a equipa da ambulância dos …

Luanda Leaks. Mário Leite Silva renuncia à presidência do Banco de Fomento Angola

O presidente do Conselho de Administração do Banco de Fomento Angola (BFA), Mário Leite Silva, gestor de Isabel dos Santos, renunciou ao cargo, com efeitos a partir de 22 de janeiro. A informação foi transmitida …

Tempestade “Glória” faz pelo menos nove mortos em Espanha

Pelo menos nove pessoas morreram e outras quatro estão dadas como desaparecidas em Espanha na sequência da passagem da tempestade “Glória”, intempérie que atinge o país desde o passado fim de semana. As autoridades confirmaram cinco …

Há um "milagre da multiplicação" dos votos que os deputados querem travar

Todos os partidos concordam: é preciso travar o "milagre da multiplicação" dos votos na Assembleia da República. Estabelecer regras objetivas para o fazer é o mais complicado. Os deputados começaram esta quarta-feira a discutir como “regrar” …

Pensões entre 877 e 2600 euros têm aumento mínimo de 6,14 euros

Os pensionistas que ganham entre 877,6 e os 2558 euros brutos por mês vão ter aumentos acima dos 0,24% que inicialmente se calculou com base na taxa de inflação (sem habitação) apurada até novembro do …