Trinta anos depois, MI6 pede desculpa por ter banido espiões gays

(cv)

Richard Moore, chefe do MI6.

Richard Moore pediu desculpa ” pela forma como colegas e concidadãos LGBT+ foram tratados”, tendo-lhes sido negada a oportunidade de servir o país no MI6.

O chefe do MI6, o serviço secreto de inteligência do Reino Unido, pediu desculpas pelo banimento “equivocado, injusto e discriminatório” de espiões gays, 30 anos depois de a restrição ter sido suspensa. Richard Moore fez o pedido público de desculpas, na semana passada, através da sua conta no Twitter.

“Marcando o aniversário de 30 anos da suspensão da proibição de funcionários LGBT+ em agências de inteligência em 1991, peço desculpas em nome do MI6 pela forma como colegas e concidadãos LGBT+ foram tratados e expresso o meu pesar por todos cujas vidas foram afetadas”, lê-se na publicação divulgada.

Embora as relações entre pessoas do mesmo sexo tenham sido descriminalizadas no Reino Unido em 1967, só em 1991 é que o MI6 pôs um fim à proibição de agentes LGBT.

“Por causa dessa política […] pessoas leais e patrióticas viram os seus sonhos de servir o seu país no MI6 destruídos”, disse Moore, citado pelo The Telegraph.

Nas entrevistas de verificação de segurança para funcionários do MI6 ainda são questionadas as preferências sexuais. No entanto, estas informações são apenas usadas para entender melhor os relacionamentos íntimos do indivíduo, assegura o jornal britânico.

Especialistas em segurança reconhecem que as práticas sexuais não têm mais o potencial de chantagem nos países ocidentais que tinham no passado.

O mais conhecido caso de um agente afetado pela proibição de espiões gays foi o caso de Alan Turing. O matemático britânico é amplamente considerado o pai da ciência da computação teórica e da Inteligência Artificial. Foi responsável pela criação da Máquina de Turing, um modelo abstrato de um computador.

Turing também se envolveu na construção de máquinas físicas para quebrar os códigos secretos das comunicações alemãs durante a Segunda Guerra Mundial. Estima-se que o seu trabalho encurtou a guerra na Europa em mais de dois anos e salvou mais de 14 milhões de vidas.

Apesar disso, Turing nunca foi totalmente reconhecido em seu país de origem durante sua vida por ser homossexual. Acabaria por cometer suicídio em 1954 e apenas recebeu um perdão real em 2009.

A sua história é retratada no filme “O Jogo da Imitação”, de 2014, que recebeu o Óscar para Melhor Guião Adaptado e foi indicado para o Óscar de Melhor Filme. Alan Turing é interpretado pelo ator Benedict Cumberbatch, que esteve nomeado para o Óscar de Melhor Ator.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …

Vitória SC 1-3 Benfica | “Águia” passa tranquila em Guimarães e continua a voar no topo

Naquele que era apontado como o mais duro teste à sua liderança até ao momento, o Benfica passou com relativa tranquilidade em Guimarães. Frente a um Vitória que tentou discutir o jogo de igual para igual …

Fazer umas calças de ganga exige 10 mil litros de água. Dez marcas estão a criar jeans sustentáveis

As calças de ganga são das peças de vestuário com piores impactos para o ambiente, mas há marcas que estão a apostar na sustentabilidade como um factor atractivo para os consumidores. Estão sempre na moda e …

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …