México retira estátua de Colombo dois dias antes do aniversário da sua chegada à América

Esta segunda-feira é assinalada a chegada de Colombo à América, em 1492. Porém, a estátua do navegador genovês foi desmontada e retirada de uma zona turística da capital mexicana, anunciou o Ministério da Cultura, em comunicado.

Depois de ser retirado, a pedido do governo da Cidade do México, o monumento vai ser submetido “a eventuais trabalhos de restauração“, a serem realizados pelo Instituto de Antropologia e de História (INAH) mexicano. Também quatro estátuas de frades franciscos, incluindo o espanhol Bartolomeu de las Casas, foram retiradas para restauração.

Conhecido como o explorador que descobriu a América, Colombo é agora associado, por diferentes movimentos, às agressões cometidas pelos conquistadores europeus contra os ameríndios.

Em 2021, o México comemora os 200 anos da independência e os 500 da invasão europeia e a queda de Tenochtitlan, antigo nome do país sob domínio azteca.

No início deste mês, o Presidente mexicano, Andrés Manuel Lopez Obrador, exigiu numa carta que o Vaticano, e também a coroa e o Governo espanhóis, apresentem desculpas aos povos índigenas pelas “vergonhosas atrocidades” cometidas durante a conquista espanhola, em 1521.

Em junho, a estátua do explorador Cristóvão Colombo foi retirada da cidade a que deu nome, Colombo, no Estado norte-americano do Ohio.

A mudança ocorreu enquanto monumentos da Confederação e de outras figuras históricas que reprimiram ou oprimiram outras pessoas estão a ser desmanteladas um pouco por toda a parte no território norte-americano.

As estátuas de Cristóvão Colombo têm sido alvo preferencial, entre outras, das manifestações anti-racismo, tendo já sido vandalizadas em várias cidades, como Saint Paul, no estado do Minnesota, em Richmond, Virgínia, e em Boston, onde a cabeça de uma estátua do explorador foi retirada e partida.

Protestos antirracistas em todo o país foram desencadeados pela morte de George Floyd, um afro-americano de 46 anos, em 25 de maio, em Minneapolis (Minnesota), por um polícia branco que lhe pressionou o pescoço com um joelho durante cerca de oito minutos numa operação de detenção, apesar de Floyd dizer que não conseguia respirar.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. O presidente do México é que tem de pedir desculpa ao seu próprio povo pelas milhares de pessoas que são assassinadas todos os anos e pelas condições miseráveis em que o povo vive.
    Também tem de pedir desculpa ao resto do mundo por toda a droga que deixa sair das suas fronteiras e que mata igualmente milhares de pessoas todos os anos.

    • Felicito-a pelo seu comentário bastante oportuno…
      Aliás… se, por um lado, de alguma maneira, todos temos de pedir desculpa uns aos outros, por outro lado, é um bocado absurdo e ridículo que se peçam desculpas por atrocidades cometidas há séculos atrás, em contextos muitos diferentes dos dos tempos em que vivemos…
      Aquilo que atualmente são aberrações, noutros tempos e noutros contextos era do mais normal e natural que se possa imaginar…
      Do mesmo modo, aquilo que hoje faz sentido para nós, daqui a algum tempo (talvez não tanto como podemos pensar), vai ser considerado aberrante e estapafúrdio…
      Então… lá vão ter os vindouros que pedir desculpas por aquilo que nós fizemos…
      Não faz muito sentido… a História não se pode reescrever…
      O que foi, foi… e mais nada…
      Também a nível pessoal, há páginas do livro da nossa vida que bem gostaríamos de arrancar ou apagar e, como bem sabemos, não pode ser assim…
      Temos que aprender a viver com a realidade… e esta não é só cor-de-rosa, também é cinzenta…

      • Aplaudo! É isso mesmo! Não podemos viver no faz-de-conta. As situações sucederam, temos de aprender com a História e pronto. Não podemos apagar a memória sob o risco de cometer ainda mais atrocidades

RESPONDER

Mayflower 2.0: um navio autónomo pilotado por IA está a refazer a viagem do original

Quatro séculos e uma pandemia depois de o Mayflower original ter zarpado do porto de Southampton, numa jornada histórica para a América, outro veículo pioneiro com o mesmo nome partiu para refazer a mesma viagem. O …

Halterofilista neozelandesa será a primeira atleta transgénero a competir nos Jogos Olímpicos

A neozelandesa Laurel Hubbard, de 43 anos, classificou-se para os Jogos Olímpicos de Tóquio na categoria acima de 87kg feminina (super pesadas) do levantamento de peso, tornando-se a primeira atleta transgénero a participar na competição. "Estou …

República Checa 0-1 Inglaterra | Serviços mínimos valem topo

A Inglaterra, que tinha assegurado o apuramento na segunda-feira, garantiu o primeiro lugar do Grupo D do Euro 2020, ao vencer a República Checa por 1-0, com um golo madrugador, no mítico estádio de Wembley. Num …

Croácia 3-1 Escócia | Croatas de trivela rumo aos oitavos

A Croácia, liderada pelos ‘craques’ Luka Modric e Ivan Perisic, qualificou-se hoje para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer por 3-1 a Escócia, que eliminou, num Grupo D conquistado pela Inglaterra. Os …

Asteroide tem nome de astrofísico português Nuno Peixinho

O astrofísico português Nuno Peixinho dá nome a um asteroide, descoberto em 1998 e que tem pouco mais de 10 quilómetros de diâmetro, anunciou esta segunda-feira o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), …

"É inaceitável". Ana Mendes Godinho critica situações de trabalho temporário que "duram décadas"

A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, insistiu esta terça-feira na relevância do combate à precariedade, sinalizando a intenção de restringir o trabalho temporário. "Tem de haver mecanismos mais fortes para combater a segmentação do mercado …

Hitler expulsou os soldados judeus há oito décadas. Agora, um rabino junta-se ao exército alemão

No início da Segunda Guerra Mundial, Hitler expulsou os judeus das Forças Armadas na década de 1930. Agora, Zsolt Balla irá assumir o cargo de rabino-chefe do exército alemão. Mais de 80 anos depois, aquilo que …

Rio critica Governo após "justa indignação" de Merkel

O presidente do PSD acusou esta terça-feira o Governo de estar a fazer Portugal passar “por uma vergonha desnecessária”, considerando que depois da “vexatória desconsideração” do Reino Unido, os portugueses têm que “ouvir a justa …

Amazon acusada de destruir milhões de itens não vendidos todos os anos

A Amazon foi acusada de destruir milhões de itens não vendidos todos os anos, segundo uma investigação da Newsweek, publicada na segunda-feira. "Uma investigação da ITV News num dos centros de distribuição da Amazon no Reino …

Enquanto o mundo lutava contra uma pandemia, a Guiné declarava o fim do segundo surto do Ébola

No passado sábado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou o fim do segundo surto de Ébola na Guiné-Conacri, que vitimou mortalmente 12 pessoas. "Tenho a honra de declarar o fim do Ébola na Guiné", disse …