Meteoro que caiu em fevereiro na Rússia tinha energia de várias bombas atómicas

Uragan TT / wikimedia

Rasto do meteorito que caiu em Chelyabinsk, 3 minutos após a explosão (foto: Uragan TT / wikimedia)

Rasto do meteorito que caiu em Chelyabinsk, 3 minutos após a explosão (foto: Uragan TT / wikimedia)

O meteorito que caiu em fevereiro em Chelyabinsk, nos Montes Urais, na Rússia, causando mais de 1.200 feridos, tinha 19 metros de diâmetro e energia equivalente a várias bombas atómicas, segundo um estudo hoje divulgado.

De acordo com a revista Nature, cientistas da República Checa e do Canadá analisaram imagens, sons e fragmentos do meteorito, que caiu a 15 de fevereiro passado na cidade russa de Chelyabinsk, e calcularam que, na entrada na atmosfera, o asteróide pesava 12.000 toneladas.

O meteorito, que se fragmentou a 45 quilómetros de distância da Terra, teria ainda uma massa com energia equivalente a 500.000 toneladas de TNT, ou seja entre 27 a 41 vezes mais o explosivo contido na bomba atómica de Hiroshima, detonada em 1945.

O impacto e a onda de choque dos fragmentos de meteorito causaram mais de 1.200 feridos e danos em edifícios em cinco regiões da Rússia.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Devedores da banca. Sigilo e fim da legislatura impedem ação dos deputados

Depois de um esforço hercúleo para conseguir acesso à lista dos grandes devedores da banca, os deputados veem-se agora incapacitados devido ao sigilo bancário e ao fim da legislatura. A lista dos grandes devedores em incumprimento …

Costa promete baixar impostos à classe média (e prefere que Centeno não vá para o FMI)

Mais deduções e mais escalões de IRS para baixar os impostos para as famílias com os filhos e a classe média. Eis o que António Costa promete na antecâmara das eleições legislativas, numa entrevista onde …

Contadores de luz inteligentes acabam com leitura por estimativa

A EDP quer generalizar a instalação de contadores de eletricidade inteligentes. Esta tecnologia vai pôr fim à leitura por estimativa, que era razão de queixa de vários clientes. Os contadores inteligentes vão permitir pôr um fim …

Contas do Metro de Lisboa podem ter “buraco” de três mil milhões, alerta auditoria

As contas do Metropolitano de Lisboa (ML) referentes a 2018, enviadas esta quinta-feira pela empresa pública à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), podem evidenciar um eventual "buraco" de quase três mil milhões de …

Rackete fica em liberdade e apela em tribunal para a ação da UE

A capitã do navio humanitário Sea Watch 3 Carola Rackete, suspeita em Itália de ajuda à imigração ilegal, regressou esta quinta-feira a um tribunal na Sicília para ser ouvida pela justiça italiana. Carola Rackete, a capitã …

“Ganhou um Nobel porquê?”, perguntou Trump a Nadia Murad

Na sala Oval, na Casa Branca, cheia de sobreviventes de perseguição religiosa, o presidente dos EUA falou com cada um, ouviu vários pedidos de ajuda.  Quando chegou a vez Nadia Murad, que ganhou em conjunto com …

Sismo de magnitude 5 atinge Atenas. Há partes da cidade sem eletricidade

Um sismo de magnitude 5,1 na escala de Richter foi esta sexta-feira sentido em Atenas, informou o Centro Sismológico Euro-mediterrânico, existindo relatos de que muitas pessoas saíram a correr para as ruas da capital grega. O …

Jerónimo acusa PS de se encostar à direita para impor “malfeitorias” aos trabalhadores

O secretário-geral do PCP afirmou esta quinta-feira que o país continua a ter uma distribuição de rendimentos injusta apesar dos avanços dos últimos quatro anos e acusou o PS de voltar a encostar-se à direita …

Inspetores da PJ entregam pré-aviso de greve (e fazem ultimato a Costa)

A Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal dá uma semana ao Governo para alterar estatuto profissional dos polícias, caso contrário, não desmarca a greve. A Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal (ASFIC) da Polícia …

Ministro coloca Chefe das Forças Armadas em sentido

O ministro da Defesa desdramatiza as declarações do Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) que falou numa situação "insustentável". João Gomes Cravinho fala em "infelicidade na linguagem" e diz que se o CEMGFA …