Messi conquista a quinta Bola de Ouro

(cv) YouTube

-

O argentino Lionel Messi foi hoje eleito o melhor futebolista do ano de 2015, recebendo pela quinta vez a Bola de Ouro, troféu que já tinha conquistado em 2009, 2010, 2011 e 2012.

O prémio foi entregue na Gala da Bola de Ouro FIFA, em Zurique, na Suíça, com o jogador do FC Barcelona a suceder ao português Cristiano Ronaldo (Real Madrid), que também era finalista, tal com o brasileiro Neymar, igualmente do ‘Barça’.

Em 2015, o ‘10’ argentino marcou 52 golos, em 61 jogos, e conquistou cinco títulos ao serviço do conjunto catalão, a Liga dos Campeões, o Mundial de clubes, a Supertaça Europeia, a Liga espanhola e a Taça do Rei.

Lionel Messi passa, assim, a contar mais dois troféus do que os holandeses Johan Cruyff (1971, 73 e 74) e Marco van Basten (1988, 89 e 92), o francês Michel Platini (1983 a 85) e Cristiano Ronaldo (2008, 2013 e 2014).

O argentino também integrou, naturalmente, a equipa do ano FIFA/FIFPro, numa ataque com Cristiano Ronaldo e Neymar, que, em relação à equipa de 2014, substituiu Zlatan Ibrahimovic, o jogador sueco do Paris Saint-Germain.

O ‘onze’ é ainda composto pelo guarda-redes Manuel Neuer (Bayern Munique), os defesas Dani Alves (FC Barcelona), Sergio Ramos e Marcelo (Real Madrid) e Thiago Silva (Paris Saint-Germain) e os médios Pogba (Juventus), Modric (Real Madrid) e Iniesta (FC Barcelona).

Quanto ao treinador do ano, o prémio foi entregue pela primeira vez a Luis Enrique, que guiou o ‘Barça’ à conquista de cinco troféus, falhando apenas a Taça do Rei de Espanha.

Na corrida ao galardão estavam também o seu compatriota Pep Guardiola, que levou o Bayern Munique ao título alemão, e o argentino Jorge Sampaoli, o selecionador do Chile, vencedor da edição 2015 da Copa América.

A FIFA homenageou ainda os refugiados, com a entrega do prémio ‘fair-play’ ao ex-internacional alemão Gerald Asamoah, que o recebeu em nome de todos os clubes e associações que os acolheram e integraram.

A maior surpresa aconteceu no Prémios Puskás, para o melhor golo do ano, que foi entregue ao ‘desconhecido’ brasileiro Wendell Lira. Numa votação no sítio da FIFA, ‘Davi’ bateu o italiano Alessandro Florenzi (Roma) e o ‘golias’ Messi.

No feminino, os Estados Unidos monopolizaram, com Carli Lloyd a ser eleita a jogadora do ano e a selecionadora Jill Ellis a melhor treinadora.

Lloyd, que marcou três golos na final do Mundial, superou a japonesa Aya Muyama e a alemã Célia Sasic, enquanto Jill Ellis bateu o galês Mark Sampson (seleção da Inglaterra) e o selecionador japonês, Norio Sasaki.

Futebol 365

PARTILHAR

RESPONDER

A longo prazo, o distanciamento social pode até ser melhor para a economia

O isolamento social durante uma pandemia, como é o caso da covid-19, que já fez mais de 48.000 vítimas mortais por tudo o mundo, pode revelar-se melhor para a economia a longo prazo, revelou uma …

Elon Musk doou 1.000 ventiladores a hospitais (mas eram do tipo errado)

Nos últimos dias, Elon Musk, CEO da Tesla, recebeu muitos elogios por ter doado mil ventiladores a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Porém, os ventiladores não eram do …

Coronavírus pode replicar-se na boca e nariz durante uma semana antes de infetar pulmões

O coronavírus pode permanecer e replicar-se na boca e no nariz durante uma semana antes de infetar aos pulmões, à traqueia e aos brônquios, revela um estudo, que mostra igualmente que é expulso do organismo …

PSP vai utilizar câmaras portáteis em drones no estado de emergência

A PSP vai utilizar 20 câmaras portáteis de videovigilância, 18 das quais vão ser instaladas em ‘drones’, durante o estado de emergência devido à pandemia de covid-19, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna …

Em Nova Iorque, prisioneiros são usados para cavar valas comuns

Nova Iorque está a oferecer seis dólares por hora e material de proteção individual aos prisioneiros de Rikers Island que aceitem ajudar a cavar valas comuns. Projeções da Fundação Gates apontam que, em Nova Iorque, o …

EUA estará a pagar para desviar carregamentos de máscaras adquiridas por França

As autoridades francesas estão a acusar os Estados Unidos de terem pago para desviar um carregamento de máscaras faciais oriundo da China. Este episódio é apenas mais um na saga sobre a escassez de máscaras de …

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados antecipadamente para prevenir a propagação da pandemia de covid-19 no meio prisional, revelou esta quinta-feira a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, em declarações à RTP3. A …

OMS e EUA ponderam alargar recomendação para uso de máscaras

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reavaliar as suas recomendações sobre o uso de máscaras para prevenir a contaminação com covid-19, disse esta quinta-feira o presidente do grupo de especialistas que vai discutir o …

Covid-19. Mais de 95% das vítimas mortais na Europa tinham mais de 60 anos

O diretor regional para a Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS), Hans Kluge, revelou esta quinta-fera que mais de 95% das vítimas mortais da covid-19 na Europa têm mais de 60 anos de idade. Em …

Curva portuguesa mostra abrandamento de novos casos (mas é preciso "cautela")

Portugal tem assistido desde o dia 25 de março a um abrandamento do aumento percentual diário de novos casos de covid-19, segundo dados divulgados pelo Barómetro Covid-19 da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Segundo Carla …