Messi admite que pensou deixar o Barcelona

Quique Garcia / EPA

Lionel Messi, do FC Barcelona, admitiu esta quarta-feira, numa entrevista à rádio catalã RAC1, que admitiu sair de Espanha, após um problema com o fisco, que envolveu outros jogadores, como Cristiano Ronaldo, porque se sentiu maltratado.

“Foi uma época em que eu e a minha família passámos muito mal. Fui o primeiro [visado pelo fisco] e foi por isso que foi tão difícil. Mostraram que, começando por mim, podiam chegar a qualquer jogador e assim foi”, afirmou Lionel Messi.

Na altura, durante as acusações de fuga ao fisco de que era alvo pela agência tributária espanhola, Messi chegou a equacionar jogar noutro país, não por pretender deixar o FC Barcelona, mas por não se sentir bem em Espanha.

“Senti-me muito maltratado e não queria estar aqui. Tive muitas portas abertas, mas nunca uma proposta oficial porque todos sabiam do meu desejo de continuar [no FC Barcelona]”, disse Messi, que tem já a sua situação fiscal resolvida.

Neste momento, o argentino diz não se imaginar a jogar noutro clube ou a morar noutro lugar que não seja a capital catalã e admite mesmo terminar a carreira no FC Barcelona. “Hoje, está cada vez mais claro que a minha ideia e a da minha família é a de terminar aqui. Primeiro, pelo modo como estou no clube e pelo que sinto por ele. Segundo, pelo aspeto familiar, por nos sentirmos bem na cidade”, disse o argentino.

Messi recordou que os seus filhos “são catalães” e que a sua vida e os seus amigos estão na Catalunha. Esta é a principal razão pela qual não há mudança de ar: “Quando criança, eu vivi isso e não gostaria que eles passassem pela mesma coisa”.

O argentino natural de Rosário admitiu que jogar no Newell’S Old Boys, o clube em que jogou antes de assinar pelo FC Barcelona aos 12 anos, é “um sonho” que tem desde muito jovem, mas certamente não se realizará.

Messi, que aos 32 anos não sabe quantos mais continuará a jogar, gostaria de “viver a aventura” de experimentar o futebol argentino como profissional, mas defende que, quando pensa nisso, coloca a família em primeiro.

“Eu pondero todos os anos [a continuação]. Já entrei numa idade em que começa a custar. É normal e lógico. Mas não direi que jogarei até os 35 ou 36 anos e depois descubro que já não me mexo. Quero jogar, mas bem”, disse o argentino.

Debelada a lesão que o limitou no início da época, Lionel Messi tranquilizou os adeptos catalães, garantindo que estará brevemente ao mais alto nível, e assegura que o FC Barcelona tem um plantel que pode ganhar todas as competições em que está envolvido.

Questionado se não se sentiria desiludido se não tivesse vencido este ano a sua sexta Bola de Ouro, um prémio para o qual também concorria Cristiano Ronaldo, Messi relativizou as distinções individuais, que “são um lindo reconhecimento, mas não uma prioridade”. “Deceção seria passar mais um ano sem ganhar a Liga dos Campeões. Este é o objetivo de todos: voltar a conquistar este troféu, que há quatro ou cinco anos não erguemos, e trazê-lo novamente para Barcelona”, rematou.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Médico que deixou bebé nascer sem rosto tem quatro processos na Ordem

O obstetra que não detetou malformações graves num bebé que acabou por nascer sem rosto no início deste mês, em Setúbal, tem quatro processos em curso no conselho disciplinar da Ordem dos Médicos. A informação foi …

Tensão na Catalunha afeta realização do Barcelona-Real Madrid

A violência dos protestos na Catalunha está a fazer com que a Liga e a Federação de futebol espanholas repensem a ideia de o clássico entre Barcelona e Real Madrid se realizar em Camp Nou. O …

Assis critica novo Governo do PS. É "muito António Costa" e feito só para dois anos

O ex-eurodeputado do Partido Socialista (PS) Francisco Assis não poupou nas críticas ao novo Governo, que António Costa apresentou ao Presidente da República na terça-feira ao final do dia, considerando que este é um executivo …

PSD considera que não há novo Governo, mas "remodelação" com alargamento

O PSD defendeu na quarta-feira que "não há um novo Governo", mas "uma remodelação com alargamento", com um executivo aumentado e "mais partidário", considerando "uma desilusão" a continuidade em pastas como Saúde, Educação e Justiça. "Não …

Depois do terramoto das legislativas, vem aí um Conselho Nacional difícil para o CDS

O CDS reúne esta noite o Conselho Nacional. Segundo o Público, Assunção Cristas deverá renunciar a lugar de deputada na Assembleia da República. O CDS deverá marcar esta quinta-feira o próximo congresso para janeiro de 2020. …

Rio quer abafar Montenegro ao fazer "multitasking" como líder partidário e parlamentar

Rui Rio pode acumular as funções de líder do partido e líder parlamentar. O objetivo passa por evitar divisões na bancada e esvaziar a oposição de Luís Montenegro. Rio parece já ter uma estratégia delimitada para …

Cabrita mostra desagrado pelo afastamento da mulher do Governo

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, partilhou no Facebook um texto de uma ativista ambiental algarvia crítico do afastamento da ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, com quem é casado. Eduardo Cabrita, ministro da Administração …

Polícia desmantela rede de pornografia infantil e faz mais de 300 detenções

Pelo menos 337 pessoas de 38 países foram detidas numa operação em que foi desmantelada uma rede de pornografia infantil, que usava um site para comercializar vídeos de abuso sexual de crianças. Num comunicado divulgado esta …

Três coelhos de uma cajadada. Vieira renova contratos a três jogadores

No seu regresso de Angola, Luís Filipe Vieira assegurou a renovação do contrato de três jogadores: Grimaldo, Ferro e Jota. O anúncio oficial deverá estar para breve. Esta quinta-feira, o jornal Record fez manchete com a …

Berardo chama Mourinho e Ronaldo a jogo para não perder condecorações

A defesa de Joe Berardo invocou outros casos de personalidades portuguesas para que o empresário não perca as condecorações que recebeu dos antigos Presidentes da República Ramalho Eanes e Jorge Sampaio, escreve o Eco. De acordo …