Criança enterrada com um pássaro na boca há 200 anos confunde arqueólogos

(dr) Małgorzata Kot / Universidade de Varsóvia

Arqueólogos descobriram um crânio de um pássaro na boca de uma criança enterrada há cerca de 200 anos na Cave Tunel Wielki.

A descoberta foi feita há várias décadas, mas nunca publicada e analisada. “Uma criança com de dez anos foi superficialmente enterrada sob a superfície numa das duas câmaras da caverna”, disse Małgorzata Kot, do Instituto de Arqueologia da Universidade de Varsóvia, citada pelo Science in Poland.

Investigadores recolheram amostras dos restos mortais da criança para estudos de radiocarbono para determinar a idade. Descobriu-se que a criança foi enterrada na segunda metade do século XVIII ou no início do século XIX.

A maior surpresa para os arqueólogos foi que a criança foi enterrada com um crânio de pássaro – um tentilhão-comum – na boca. Outro crânio semelhante foi encontrado ao lado da bochecha da criança.

“Este enterro é uma grande surpresa para nós. Esta prática não é conhecida entre os etnólogos. Permanece um mistério a razão pela qual a criança foi enterrada numa caverna, desta forma, e não num cemitério numa vila próxima”, referiu Kot.

Małgorzata Kot está a realizar um amplo projeto, cujo objetivo é analisar artefactos e ossos descobertos por arqueólogos há várias décadas durante as escavações em cavernas localizadas em Sąspowska Valley – um dos vales do Kraków-Częstochowa Upland.

A maioria dos achados eram caixas que acabaram em armazéns imediatamente após as escavações. Durante a análise dessas caixas esquecidas, houve uma descoberta inesperada sobre um enterro incomum de uma criança.

“Quando abrimos a caixa de um projeto antigo, encontramos pequenos ossos de criança”. Waldemar Chmielewski, que fez a descoberta, nunca publicou os detalhes do achado, tendo apenas incluído uma fotografia num livro publicado no 1980.

A investigação antropológica recente mostra que a criança estava provavelmente desnutrida. Os arqueólogos planeiam realizar análises especializadas, incluindo testes de ADN e isótopos, que ajudarão a recolher mais informações. Nesta fase, ainda não é possível dizer qual era o sexo da criança.

“Infelizmente, não temos o crânio da criança no armazenamento da Universidade de armazenamento. Depois das escavações, o crânio terá sido levado para ser analisado por antropologista na Breslávia. Hoje, o seu paradeiro é desconhecido“, lamentou Kot. A investigadora quer encontrá-lo, uma vez que seria muito importante para estudos futuros.

A equipa do Michał Wojenka, da Universidade Jagiellonian, em escavações recentes descobriu numerosos restos humanos, mas datados de mais de 4.500 anos. “Esta caverna foi um lugar para aqueles que retornavam para enterrar os seus mortos em vários períodos da história”, afirmou Kot.

O Vale Sąspowska, com apenas 5 quilómetros de extensão, possui dezenas de cavernas. Em muitas delas, arqueólogos descobriram atividade humana desde o Paleolítico até à Idade Média. Os vestígios mais antigos incluem ferramentas usadas pelos neandertais.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. O mais capaz é da criança ter morrido de outras causas e o pássaro tentou se alimentar de algo na boca da mesma, e por algum motivo desconhecido, o pássaro acabou morto.

  2. Houve algo que não compreendi. A criança foi encontrada com um crânio de tentilhão dentro da boca e outro junto da bochecha. Mas ao mesmo tempo dizem-nos que o crânio da criança não está armazenado com os restantes ossos estando, inclusivamente, perdido.
    Se assim é como é que sabem que o crânio estava dentro da boca? Tudo o que conhecem sobre isso no fundo é então apenas a descrição realizada para a publicação da década de oitenta e nada mais.
    Se por acaso estiver a laborar em erro gostaria que alguém me esclarecesse.

RESPONDER

A Evolução mostra que podemos ser a única forma de vida inteligente no Universo

As reduzidas probabilidades que acompanham a nossa evolução ao longo da história podem ser uma pista que talvez sejamos a única forma de vida inteligente no Universo. Será que estamos sozinhos no Universo? Tudo se resume …

A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é "tirar o tibetano da criança". A batalha geopolítica entre a China e o …

Revelada explosão violenta no coração de um sistema que alberga um buraco negro

Uma equipa de astrónomos, liderada pela Universidade de Southampton, usou câmaras de última geração para criar um filme com alta taxa de quadros de um sistema com um buraco negro em crescimento e a um …

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …

Os furacões podem provocar atividade sísmica tal como um terramoto

Uma equipa de cientistas descobriu um novo fenómeno geofísico no qual furacões ou fortes tempestades podem produzir vibrações no fundo do oceano tão fortes quanto um terramoto de magnitude 3.5. "As tempestades, furacões ou ciclones extratropicais …

Quem anda mais devagar pode envelhecer mais rapidamente

A velocidade a que caminham as pessoas aos 45 anos pode ser um indicador de como é que o cérebro e o corpo envelhecem, revela um novo estudo levado a cabo por uma equipa de …