Já podemos explorar “Melckmeyd”, naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos “mergulhar” graças a uma experiência de realidade virtual.

Quando a Islândia era governada pelo Rei da Dinamarca, todas as nações do Velho Continente foram impedidas de negociar com o país. Para contornar esta proibição, os contrabandistas holandeses navegavam para portos islandeses com uma bandeira dinamarquesa falsa.

Era o caso do “Melckmeyd” (“Leiteira” traduzido para Português), que foi atingido por uma tempestade, a 16 de outubro de 1659, e consequentemente esquecido no fundo do mar. Mas agora, escreve o Live Science, o navio ganhou nova vida, graças a uma experiência de realidade virtual.

Mergulhadores locais encontraram o naufrágio em 1992, perto da ilha Flatey, na costa oeste da Islândia. As águas geladas preservaram grande parte do casco inferior deste navio com 33 metros de comprimento.

O naufrágio foi investigado pela primeira vez, em 1993, por arqueólogos marítimos do Museu Nacional da Islândia, que o identificaram como sendo um filibote — tipo de embarcação mercante comum dos séculos XVII e XVIII.

(dr) John McCarthy

Imagem 3D do navio holandês “Melckmeyd”

Então, em 2016, Kevin Martin e outros investigadores da Universidade da Islândia, juntamente com investigadores da Cultureel Erfgoed (organização de proteção e conservação do património holandês), fizeram scans de alta resolução do “Melckmeyd” para conseguir um modelo digital deste navio.

De seguida, usaram esses dados para criar uma experiência em realidade virtual que agora está disponível no YouTube. Durante o vídeo animado de três minutos — descrito como “2.5D” em vez do tradicional 3D — os utilizadores podem explorar o ambiente subaquático em torno do navio como se fossem mergulhadores.

O “Melckmeyd” foi apenas um de muitos navios ilegais enviados por comerciantes holandeses para transportar secretamente grãos, cerâmica e madeira serrada para os portos islandeses em 1659.

Sendo o naufrágio mais antigo da Islândia, o navio oferece um vislumbre desta época conturbada, “quando a Dinamarca governou a ilha e teve o monopólio do comércio durante 200 anos” e, por isso, “dá-nos uma luz sobre um período fascinante da história da Islândia”, conclui o líder do projeto.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Viagens ao Espaço têm um novo perigo desconhecido para os astronautas

Há um perigo inerente às longas viagens espaciais dos astronautas desconhecido até aos dias de hoje. Um novo estudo aponta que os cosmonautas podem ver o seu fluxo sanguíneo revertido na parte superior do corpo. A …

Macrocilix maia, a misteriosa traça que tem moscas a comer fezes nas suas asas

Macrocilix maia é uma espécie de traça que se destaca pela forma como se camufla dos seus predadores. Nas suas asas vê-se duas moscas a comer excrementos de pássaro. A natureza nunca falha em surpreender-nos e …

Há provas que ligam misteriosa doença que paralisa crianças a vírus raro

Pela primeira vez, foram encontradas provas da associação do Enterovírus D68, um vírus raro até há algum tempo, à Mielite Flácida Aguda, uma doença semelhante à poliomielite que tem afectado centenas de crianças, provocando a …

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …