Medina, ameaçado pela união das direitas, segura-se ao voto útil para ganhar Lisboa

CML

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina.

Fernando Medina tem um duro desafio pela frente, depois de a direita ter dado as mãos em Lisboa, numa megacoligação encabeçada por Carlos Moedas.

O socialista Fernando Medina está a ser ameaçado pela união da direita, que pode ser suficiente para o fazer tombar na capital. Ainda assim, segura-se à esperança de que o voto útil à esquerda o faça ganhar a câmara. A apresentação da sua recandidatura só deverá acontecer em junho, segundo o Expresso.

Duarte Cordeiro, presidente da Federação da Área Urbana de Lisboa do PS, olha para esta megacoligação como uma “coligação de necessidade”.

“Tiveram um resultado muito mau há quatro e há oito anos. Uma coligação de toda a direita não significa um resultado forte nem pode ser entendida como outra coisa que não o reconhecimento da nossa força na cidade”, disse, em declarações ao semanário.

Há ainda quem, dentro do PS, defenda que a união da direita pode até servir de trunfo ao partido, podendo promover a mobilização do voto socialista e de alguma esquerda que não se identifique com os candidatos. No fundo, a polarização esquerda/direita pode favorecer, numa fase mais tardia, a concentração de voto.

A estratégia de campanha do socialista está ainda a ser traçada, mas é expectável que Medina traga caras novas e concentre o seu discurso na ligação de Moedas ao Governo de Passos Coelho e em algumas medidas.

“Carlos Moedas foi a favor da privatização da Carris. Nós revertemos a privatização e hoje é uma empresa municipal bem gerida. Foi contra o passe único e subscreveu a lei do arrendamento de Assunção Cristas, que criou uma disrupção do mercado, que temos corrigido”, afirmou Cordeiro.

Ao Expresso, Pedro Magalhães, politólogo e investigador do Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade de Lisboa, disse que Moedas tem, pela frente, dois grandes desafios.

“Primeiro, temos de re­cuar 20 anos para ver um presidente da Câmara de Lisboa ser derrotado nas urnas e, mesmo assim, por muito pouco”, disse. O segundo é que, “desta vez, existe o Chega” e que desde 2007 “a direita toda junta tem menos votos que o PS”.

“Ninguém sabe o que valerá o Chega numas autárquicas em Lisboa”, sublinhou, ainda que seja muito mais provável que roube votos à direita, e não à esquerda.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …

A lava do vulcão de Las Palmas já destruiu mais de 200 casas, mas uma permanece intacta na devastação

Como se protegida por um manto de invencibilidade, a construção escapou à força da lava que a serpenteou para felicidade dos seus proprietários, um casal de reformados dinamarquês que escolheu fixar-se naquele território precisamente pela …