Médicos do Porto retiraram intestino da cara de uma bebé em cirurgia inédita

CV TVI

Cirurgia inédita no Centro Materno Infantil do Porto removeu parte do intestino da cara de bebé.

Cirurgia inédita no Centro Materno Infantil do Porto removeu parte do intestino da cara de bebé.

Uma cirurgia inédita, realizada no Centro Materno Infantil do Porto, permitiu retirar um pedaço de intestino que estava a crescer no rosto de uma bebé de apenas oito meses de idade.

Quando foi confrontada com este caso de uma filha de emigrantes portugueses em Inglaterra, a equipa de cirurgia pensava que se tratava de um linfogioma quístico, com 10 centímetros de dimensão, mas afinal, era um pedaço de intestino que estava a crescer na cara da bebé, revela o cirurgião Abel Mesquita em reportagem da TVI.

Os pais da criança chegaram a Abel Mesquita, do Centro Materno Infantil (CMI) do Porto, depois de terem ficado desagradados com o alegado desinteresse dos médicos ingleses com a situação da filha.

A gravidez terá sido normal e o tumor só foi detectado depois do nascimento da criança.

Começou por ser “uma grande tumefacção da face que evoluiu, em poucas semanas, para um tumor de grandes dimensões“, conforme explica Abel Mesquita à TVI, notando que provocava “uma deformidade facial muito grande” na bebé.

Os diagnósticos feitos no CMI apontaram que se trataria de um linfogioma quístico, “uma malformação em que os vasos linfáticos estão malformados“, levando à acumulação de “água dos tecidos”, explica o cirurgião.

Mas, depois de ter sido analisado no Laboratório de Anatomia Patológica, foi possível apurar que o tumor era, afinal, mucosa gastro-intestinal, ou seja, uma parte do intestino grosso que estava a crescer no rosto da bebé.

“Algumas células endodérmicas, por razões que se desconhece, ficaram retidas na face, mas como essas células têm toda a informação para darem origem a um segmento de intestino grosso, elas vão-se diferenciar no sentido de dar origem a intestino grosso”, explica Abel Mesquita na TVI.

CV TVI

Cirurgião Abel Mesquita, do Centro Materno Infantil do Porto, com os pais e a bebé após a operação.

Cirurgião Abel Mesquita, do Centro Materno Infantil do Porto, com os pais e a bebé após a operação.

Cirurgia de 5 horas

Um caso muito raro, não só pelas suas características, mas também pela dimensão do quisto, e que exigiu uma cirurgia de cinco horas, onde o nível de precisão foi fundamental.

Abel Mesquita realça como era importante não danificar o nervo facial, que permite mexer os olhos e a boca, realçando que qualquer lesão mínima seria “irreversível” e causaria “grande incapacidade funcional” à menina.

Estamos assim, a falar de uma cirurgia de risco para a bebé, mas a mãe explica à TVI que “tinha que arriscar” a vida da filha porque o tumor “podia crescer demais e rebentar e aí podia afectar o cérebro da menina”.

A cirurgia foi feita com uma incisão desde o couro cabeludo, passando pela zona da orelha até à mandíbula, de forma a que a cicatriz venha a tornar-se “quase imperceptível com o tempo”, explica Abel Mesquita.

Após a operação, foi possível confirmar que não há “nenhuma paralisia facial” e os médicos estão convencidos de que o caso foi “solucionado”, com a remoção de todos os vestígios do tumor, segundo frisa o cirurgião.

SV, ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. É engraçado que estas notícias ninguém comenta. Enalteçam-se com o que é feito por cá! Orgulhem-se do que somos capazes de fazer! Não andem só pela política do deita-abaixo!
    Isto é digno de orgulho e contribuiu decisivamente para uma vida e para a felicidade de toda uma família.

    Eu pessoalmente ADORO NOTÍCIAS POSITIVAS DE PORTUGAL. E na saúde temos seguramente dos melhores profissionais à escala global. Parabéns!

  2. Bem haja a médicos assim! A estes portugueses é que há que dar valor! Este médico salvou a vida de uma menina. Mas como não corre atrás de uma bola, não tem o devido valor enaltecido que lhe é devido.

  3. Subscrevo inteiramente os comentários anteriores.
    Irrito-me imenso com gente derrotista, são deprimentes. Pessoalmente, até fujo (literalmente) quando estou, por exemplo num café, e começo a ouvir pessoas a falar mal de tudo o que é nosso.

  4. Esta noticia no “Correio da Manhã” teria um título mais ou menos assim: Médicos do Porto quase matam criança com tumor até ao Intestino!”. Perdoem-me a graçola mas cada vez que vejo a capa deste jornal e de outros serviços de noticias, dá-me vontade de vomitar!…

RESPONDER

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …