Médico que lidera luta contra o Ébola na Serra Leoa contrai o vírus

usarmyafrica / Flickr

O médico que liderava a luta contra o Ébola na Serra Leoa foi infectado pelo vírus da doença e está internado num hospital em Kailahun, epicentro do surto, no leste do país.

Segundo uma declaração da presidência do país, o virologista de 39 anos Sheik Umar Khan foi transferido para uma enfermaria especial da organização não governamental Médicos Sem Fronteiras.

Khan já teria tratado mais de cem vítimas da doença no país.

A presidência da Serra Leoa informou que Miatta Kargbo, ministra da Saúde, se emocionou quando soube da notícia.

De acordo com a agência Reuters, a ministra apelidou Khan de herói nacional e afirmou que fará “qualquer coisa e tudo em meu poder para garantir que ele sobreviva”.

Greve

Os casos de Ébola na Serra Leoa estão concentrados nos distritos de Kailahun e de Kenema, também no leste.

Segundo Umaru Fofana, correspondente da BBC na capital, Freetown, dezenas de enfermeiras do hospital público da cidade de Kenema, que trata todos os casos da doença do distrito, entraram em greve na segunda-feira depois da morte de três colegas, em casos suspeitos de Ébola.

A greve, contudo, foi suspensa depois do governo analisar as reivindicações das enfermeiras, que exigiam a transferência da enfermaria para tratamento dos doentes com Ébola para outro hospital e que os Médicos Sem Fronteiras assumam as operações nesta enfermaria.

No último sábado a Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou que entre 632 casos de Ébola que até então haviam resultado em mortes na África, 206 aconteceram na Serra Leoa.

No total, o país registou 442 casos da doença.

Na vizinha Guiné, foram 410 casos e 310 mortes. A Libéria registou 196 casos e 116 mortes.

Pior surto

Este está já a ser considerado o pior surto de Ébola conhecido.

O vírus mata cerca de 90% das pessoas infectadas, e o contágio acontece por contato direto com fluidos corporais, como sangue e secreções, de uma pessoa infectada. Não há vacina ou cura para a doença.

Contudo, se os pacientes receberem o tratamento logo no início da doença, têm mais hipóteses de sobrevivência.

Os sintomas iniciais incluem fraqueza, dores musculares, dores de cabeça e de garganta, vermelhidão nos olhos. Posteriormente ocorrem vómitos, diarreia, coceiras e, em alguns casos, sangramentos.

O período de incubação do vírus do Ébola varia entre dois e 21 dias, segundo a OMS.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …