Médico que prescreveu mais de 500 mil doses de opióides condenado a 40 anos de prisão

Nic Bothma / EPA

Um médico que prescreveu mais de 500 mil doses de opióides em dois anos foi condenado a 40 anos de prisão por liderar o que os promotores chamavam de “anel de distribuição interestadual de drogas”.

A prescrição excessiva de analgésicos é uma das raízes da crise dos opióides nos Estados Unidos (EUA) e os pacientes Joel Smithers viajaram centenas de quilómetros para obter oximorfona, oxicodona, hidromorfona e fentanil, segundo autoridades policiais, citadas pelo Independent na quinta-feira.

De acordo com as autoridades norte-americanas, o médico, de 36 anos, prescreveu substâncias controladas para todos os pacientes na clínica de Martinsville, na Virgínia, que o próprio abriu em agosto de 2015.

O homem foi condenado por mais de 800 acusações de opióides prescritos ilegalmente, com os jurados a descobrirem que as drogas que este prescreveu causaram a morte de uma mulher da Virgínia. O médico enfrentava uma sentença máxima de prisão perpétua.

Joel Smithers “inundou” uma região com prescrições de opióides e “escondeu-se atrás do jaleco branco”, atuando “como um traficante de drogas em larga escala”, disse Jesse Fong, agente especial encarregado da divisão de Washington da Drug Enforcement Administration, num comunicado divulgado na quarta-feira.

Em depoimento, Joel Smithers disse que foi enganado por alguns dos seus pacientes, muitos dos quais disseram que as clínicas para tratamento da dor que frequentavam tinham sido encerradas. “Aprendi, da maneira mais difícil, várias lições sobre confiar em pessoas nas quais não deveria confiar”, indicou.

O médico não aceitava o seguro dos pacientes, tendo arrecadado 700 mil dólares (cerca de 640 mil euros) em pagamentos em dinheiro e cartão de crédito até março de 2017, quando agentes federais invadiram o seu escritório, informaram os promotores.

Os pacientes que chegavam ao consultório – muitas vezes ficava aberto até meia-noite – esperavam até 12 horas para serem atendidos e obter receitas para medicamentos para a dor, que poderiam usar ou vender com lucro.

Em maio, um júri considerou o médico culpado de 861 acusações no Tribunal Distrital dos EUA em Abingdon, na Virgínia. Entre essas, uma passava por manter um local com o objetivo de distribuir ilegalmente substâncias controladas e uma outras por posse, com a intenção de distribuir substâncias controladas.

Martinsville, uma cidade de cerca de 13 mil habitantes perto da fronteira com a Carolina do Norte, possui uma das taxas mais altas de pílulas opióides prescritas por pessoa no país. Joel Smithers foi visitado por pacientes da Virginia, do Kentucky, de Ohio e do Tennessee, contaram as autoridades.

“Só espero que esta sentença seja um exemplo do que acontece com os médicos que abusam da sua autoridade na prescrição de medicamentos para fins lucrativos”, disse Eddie Cassady, chefe da polícia de Martinsville. “As suas ações contribuíram para a crise de opióides enfrentada no nosso país”.

O governo estima que 2,5 milhões de norte-americanos sejam viciados em opióides, mas alguns especialistas acreditam que o número esteja entre cinco e 10 milhões. Mais de 300 mil morreram de overdose de opióides desde 2000, informou esta semana um departamento de vigilância do Governo.

Em abril de 2018, a Drug Enforcement Administration e 48 advogados concordaram em coordenar esforços para combater o abuso de opióides e compartilhar informações sobre medicamentos controlados para ajudar nas investigações.

Na terça-feira, a Johnson & Johnson anunciou um acordo de 20,4 milhões de dólares (aproximadamente 17 milhões de euros) para resolver as reclamações relacionadas com opióides, que foram apresentadas por dois condados de Ohio. A empresa tornou-se a quinta fabricante de medicamentos a evitar o primeiro julgamento que tenta responsabilizar a indústria farmacêutica pelo flagelo no país.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Enorme impacto cósmico pode ter assolado a Terra há 12.800 anos

Uma equipa de cientistas descobriu excesso de platina em material sedimentar extraído de depósitos de turfa localizados em Wonderkrater, Limpopo, na África do Sul, revelou uma nova investigação. De acordo com um novo estudo, cujos resultados …

Astronauta capta o colossal "Olho do Sahara" a partir da EEI

A Agência Espacial Europeia publicou neste domingo uma fotografia da colossal estrutura de Richat, uma formação geológica enigmática no centro da Mauritânia, conhecida como o "Olho do Sahara". A estrutura, que tem cerca de 40 quilómetros …

NASA revela novos fatos espaciais que os astronautas vão levar para a Lua (e são pura ficção científica)

A NASA apresentou na terça-feira, na sua sede, em Washington, Estados Unidos, os novos fatos espaciais que os astronautas da missão Artemis vão usar em 2024, quando voltarem à Lua. Fatos feitos em modelos 3D, à …

Panama Papers. Mossack Fonseca não gostou do filme e processou Netflix por difamação

A dupla de sócios do escritório de advogados Mossack Fonseca, envolvido no caso “Panama Papers”, moveu um processo em tribunal por difamação contra a Netflix. A plataforma anuncia a estreia, para esta sexta-feira, do filme “Laundromat: …

Porsche e Boeing unem-se em projeto de táxi aéreo premium

A Porsche e a Boeing estão a unir esforços para explorar o mercado de mobilidade área urbana. Aproveitando os seus pontos fortes, as duas empresas prometem desenvolver um táxi aéreo para o futuro. Numa verdadeira fusão …

Fotografia com pombos? Na Tailândia, há "profissionais" contratados para assustá-los

A área de uma das portas da cidade, Tha Pae, parte do que resta da muralha vermelha que protegia a cidade antiga em Chiang Mai, na Tailândia, é uma das maiores atrações turísticas locais. Os turistas …

Sky News lança canal sem qualquer notícia sobre o Brexit

O canal Sky News Brexit-Free foi esta quarta-feira para o ar às 17h horas, sendo que os seus programas serão transmitidos até às 22h, de segunda a sexta-feira. O grupo de televisão britânico Sky vai lançou …

Vacina contra o cancro da mama pode estar disponível dentro de 8 anos

Investigadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o cancro ovário e da mama que poderá estar disponível comercialmente dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes …

Busca pelo avião de Amelia Earhart só encontrou chapéus, detritos de um naufrágio e uma lata de refrigerante

A mais recente busca pelos restos do avião de Amelia Earhart, a famosa aviadora americana que desapareceu sobre o Pacífico em 1937, terminou sem resultados. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, a investigação …

Protestos em Hong Kong. LeBron acusado de apoiar regime chinês

A super estrela do basquetebol LeBron James juntou-se à polémica entre a NBA e a China, após apelidar de “mal-informado” o treinador dos Houston Rockets, Daryl Morey, que expressou apoio aos manifestantes em Hong Kong …