Medicamento para náuseas poderá ter causado 231 mortes

Investigadores encontraram indícios de que um medicamento à base de domperidona, à venda em Portugal, pode ter causado a morte de mais de 200 pessoas em França em 2012.

De acordo com o estudo, publicado na publicação Pharmacoepidemiology and Drug Safety, o Motilium, um medicamento para as náuseas e vómitos produzido pelos laboratórios Janssen-Cilag, poderá ter sido o responsável pela morte de 231 pessoas em França.

A domperidona, o fármaco à base do qual o Motilium é produzido, aumenta a probabilidade de paragem cardíaca fatal. De acordo com o estudo, que analisou resultados de outras pesquisas científicas, “o uso de doperidona aumenta 2,8 vezes o risco de morte súbita por paragem cardíaca, com um número estimado de 231 mortes em França, em 2012, na população com idade superior a 18 anos”, explica Catherine Hill, epidemiologista que coordenou a investigação.

A substância é usada no tratamento de vómitos e náuseas, mas pode também ser utilizada para tratar inchaços, azia, ou mesmo para estimular a lactação.

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) verificou, no ano passado, que a domperidona estava “claramente associada a um pequeno risco de ataques cardíacos potencialmente fatais”. A EMA recomendou restrições no uso de medicamentos baseados neste composto, especialmente em pacientes com mais de 60 anos ou os que tomam doses diárias acima dos 30 miligramas, dois grupos onde o risco de ataque cardíaco é maior.

Em Portugal, o Motilium foi aprovado em julho de 2012 e é vendido em doses de 10 miligramas, em forma de comprimido, granulado efervescente ou comprimido orodispersível, e em doses de 1 miligrama apenas na forma de comprimido. Questionada pelo Observador, a Infarmed, não se pronunciou sobre os resultados dos estudos ou sobre os possíveis efeitos nefastos dos fármacos à base de domperidona.

Embora siga as recomendações feitas pela EMA, o Infarmed decidiu que apesar de se confirmar a “existência de um pequeno aumento do risco de reações adversas cardíacas graves relacionadas com a utilização de domperidona”, a “relação benefício/risco da domperidona permanece positiva no alívio dos sintomas de náuseas e vómitos nos adultos, adolescentes e crianças”.

Um estudo publicado na revista médica Prescrire, citado no site Les Echos, baseou-se em dados fornecidos por seguros de saúde e revelou que cerca de três milhões de pessoas consumiram domperidona em França no ano de 2012. O estudo aponta, no entanto, que o consumo do medicamento terá causado apenas entre 43 e 189 mortes em 2012. A publicação defende a retirada do medicamento do mercado alegando que o “perigo mortal que a domperidona constitui não justifica a sua eficiência”.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Eu tomo este medicamento a coisa de 3 anos tenho em média 2 a 3 gastroenterites por ano a durarem em. Média 4dias. Tomo 3 por dia nesses períodos e até hoje estou vivo tenho 33 anos de idade

RESPONDER

Jesus no Benfica por dois anos. "Não vim para me reformar"

O treinador assinou contrato com o Benfica por dois anos, até ao final da temporada 2021/22, anunciou o clube encarnado, esta segunda-feira, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). Jorge Jesus foi …

IP diz que "situação técnica complexa" impediu instalação de sistema CONVEL

A Infraestruturas de Portugal justificou, esta segunda-feira, a não instalação do sistema de controlo automático de velocidade nos veículos de conservação de catenária (VCC) com "uma situação muitíssimo complexa do ponto de vista técnico" que …

Bruno Fernandes eleito jogador do mês de julho em Inglaterra

O médio do Manchester United foi eleito pela Associação de Futebolistas Profissionais (PFA) o melhor jogador da Liga inglesa em julho, prémio que o internacional português já tinha arrecadado em junho. Bruno Fernandes, que chegou aos …

MP acusa Agostinho Branquinho de aceitar suborno de 225 mil euros

O Ministério Público (MP) acusa o antigo deputado social-democrata de receber "pelo menos 225 mil euros" para influenciar decisores da Câmara de Valongo a aceitarem a violação de normas urbanísticas na obra de um hospital …

Mário Silva é o novo treinador do Rio Ave

O Rio Ave oficializou, esta segunda-feira, a contratação do treinador Mário Silva, que assinou um contrato válido para as próximas duas temporadas. Mário Silva, de 43 anos, que estava nos espanhóis do Almería, regressa a Portugal …

Governo assegura que diminuição dos casos não decorre de menos testes

O secretário de Estado da Saúde assegurou, esta segunda-feira, que a diminuição dos novos casos de infeção, registada nos últimos dias, não decorre de uma quebra no número de testes realizados. "Na semana que findou, Portugal …

Dívida pública desceu em junho para 259,8 mil milhões de euros

A dívida pública fixou-se em 259,8 mil milhões de euros em junho, menos 4,6 mil milhões de euros do que em maio e mais 8317 milhões de euros face a junho de 2019, segundo o …

Vox quer Armada Espanhola a controlar embarcações de imigrantes

O partido espanhol de extrema-direita Vox pediu esta segunda-feira ao Governo que mobilize a Armada Naval para fazer face ao aumento do número de embarcações com imigrantes que chegam à costa espanhola. Segundo a agência EFE, citada …

Liga Portugal abre inquérito à SAD do Feirense

A Liga vai solicitar a abertura de um processo de inquérito ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), devido à ligação do detentor maioritário da SAD do Feirense a uma casa de …

Morreu John Hume, artífice da paz na Irlanda do Norte

O político da Irlanda do Norte, Prémio Nobel da Paz e artífice da reconciliação na província britânica marcada por décadas de conflito morreu, esta segunda-feira, aos 83 anos, anunciou a família. "John Hume morreu de madrugada na …