/

Descoberto mecanismo que pode aumentar a expectativa de vida

1

(dr) Envato Elements

Ao longo do tempo foram descobertas várias causas para o envelhecimento, mas permanece a questão de saber se existem mecanismos subjacentes comuns que determinam o envelhecimento e a expectativa de vida.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Um equipa de investigadores do Instituto Max Planck de Biologia do Envelhecimento e do Grupo de Excelência em Envelhecimento CECAD da Universidade de Colónia encontrou agora o metabolismo do folato.

A sua regulação é a base de muitas vias de sinalização conhecidas do envelhecimento e leva à longevidade. Isso pode fornecer uma nova possibilidade de melhorar amplamente a saúde humana durante o envelhecimento.

Nas últimas décadas, foram descobertas várias vias de sinalização celular que regulam a longevidade de um organismo e são, portanto, de enorme importância para a pesquisa do envelhecimento, escreve o Phys.

Quando os investigadores alteraram essas vias de sinalização, foi estendida a vida útil de diversos organismos. No entanto, surge a questão de saber se essas diferentes vias de sinalização convergem em vias metabólicas comuns que são causais para a longevidade.

Os cientistas começaram a sua pesquisa com o verme Caenorhabditis elegans, um conhecido organismo modelo que é usado em pesquisas sobre envelhecimento.

“Estudamos os produtos metabólicos de várias linhagens de vermes de longa vida. As nossas análises revelaram mudanças claras nos metabólitos e enzimas do ciclo do folato em todas as linhas de vermes. Já que o metabolismo do folato desempenha um papel importante na saúde humana, queríamos continuar a exercer o seu papel na longevidade”, explica Andrea Annibal, autor principal do estudo.

Os folatos são vitaminas essenciais para a síntese de aminoácidos e nucleotídeos – os blocos de construção das nossas proteínas e ADN.

“Ajustamos a atividade de enzimas específicas do metabolismo do folato nos vermes. Incrivelmente, o resultado foi um aumento na expectativa de vida de até 30%“, diz Annibal.

“Estamos muito animados com as descobertas porque revelam a regulação do metabolismo do folato como um mecanismo comum que afeta várias vias diferentes de longevidade e é conservado na evolução”, acrescenta Adam Antebi, diretor do Instituto Max Planck de Biologia do Envelhecimento.

PUBLICIDADE

O estudo foi publicado na revista Nature Communications a 9 de junho.

  ZAP //

1 Comment

  1. “permanece a questão de saber se existem mecanismos subjacentes comuns que determinam o envelhecimento e a expectativa de vida” – não, não permanece. Já há anos que David Sinclair (geneticista investigador de Harvard) tem vindo a investigar de que forma as sirtuinas e o chamado “Survival Circuit” são causa de envelhecimento em todos os seres vivos.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.