Mayan ouve lesados da pandemia e diz que “limitações têm de vir acompanhadas do cheque”

Manuel de Almeida / Lusa

O candidato presidencial apoiado pela Iniciativa Liberal, Tiago Mayan Gonçalves

Tiago Mayan Gonçalves ouviu as lamentações de uma série de empresários algarvios afetados pela pandemia. O candidato aponta o dedo ao Governo, argumentando que “limitações severas têm de vir acompanhadas do cheque”.

Esta segunda-feira, Tiago Mayan Gonçalves ouviu mais de uma dezena e meia de empresários e associações do Algarve, da hotelaria à agricultura, passando ainda pela hotelaria e pela restauração. É uma das bandeiras da sua candidatura: defender os negócios e o empresário português, “sem ajudas suficientes do Estado”.

Estado este que, segundo Mayan Gonçalves, é “gordo”, “burocrático”, “ineficaz”, “pesado” e que muitas vezes atrapalha o cidadão mais do que o ajuda. Na conversa via zoom com estes empresários, escreve o Observador, o candidato presidencial pôde ouvir os problemas de negócios, mas também “mensagens e histórias de esperança”.

Esperança, mas não de todos. “Tiago, da minha parte vai ser difícil ter palavras de esperança”, avisou João Sotto Mayor, líder do Movimento A Pão e Água, que teve Ljubomir Stanisic como um dos porta-vozes.

“Em nome da restauração posso dizer que todos os apoios foram insuficientes e tardios, quase irrisórios”, atirou o empresário da restauração e da noite, acrescentado que “um lay-off de 50% para um trabalhador não existe nas contas de um restaurante” que continua a ter outras despesas fixas.

“Fechei hoje um negócio que tinha há 12 anos. Este verão, no Algarve, trabalhei 27 dias. É insustentável manter as contas em dia. É um discurso triste mas é a realidade da restauração do nosso país: famílias atrás de famílias vão fechando os seus estabelecimentos”, disse ainda o empreendedor citado pelo Observador.

Além disso, queixas sobre a carga fiscal excessiva, a desigualdade de tratamento entre públicos e privados, a burocracia que trava o avanço e desenvolvimento e que trava até apoios pandémicos, e a falta de investimento estrutura no Algarve foram algumas das lamentações mais ouvidas.

“O Carnaval e a Páscoa são períodos absolutamente perdidos para vocês”, sintetizou Tiago Mayan Gonçalves. Para que haja um verão no Algarve, o candidato apoiado pela Iniciativa Liberal alerta que “as coisas têm de ser feitas já”.

“As medidas do Governo que decretam encerramento de atividades ou limitações severas têm de vir acompanhadas do cheque. É isto que o Governo não tem feito, ou tem feito de forma que seria normal num cenário de crise — com medidas como o play-off, por exemplo — mas que não é resposta para este situação de total exceção”, disse Mayan Gonçalves.

“Eis um exemplo simples do que o Estado pode fazer, simplesmente baixar o IVA. É um apoio direto e imediato. Pode começar a isentar setores que não estão a ter receita da cobrança de TSU, do pagamento especial por conta. É absolutamente incompreensível que o Estado seja o único a ter receita neste período”, acrescentou.

  Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Em todo o mundo, os lagos estão a mudar drasticamente - mas ainda há uma esperança

As temperaturas dos lagos estão a aumentar e, como tal, a cobertura de gelo que aparece sazonalmente também se está a tornar menor. O fenómeno está a acontecer em todo o mundo. Um estudo, publicado na …

Gás quente proveniente do buraco negro supermassivo no centro do sistema Nest200047

Parecem um vulcão. Os buracos negros emitem "fumo intergaláctico"

Uma equipa de cientistas observou, pela primeira vez, a evolução do gás quente emitido por um buraco negro ativo. A equipa conseguiu observar estas estruturas – que fazem lembrar as correntes de fumo produzidas pelas erupções …

Quem pode suceder a Solskjaer no United? Conte está em cima da mesa, mas CR7 quer Zidane

A onda de maus resultados do United têm posto em causa o técnico Ole Gunner Solskjaer. Conte está interessado, mas Ronaldo quer voltar a ser orientado por Zinedine Zidane. Os recentes maus resultados do Manchester United …

Há 42 anos, andámos "À Boleia pela Galáxia" - e descobrimos a resposta para a vida, o universo e tudo mais

Assinalam-se este mês os 42 anos da série de livros de ficção científica de Douglas Adams. Mais de quatro décadas depois, a história excêntrica continua relevante e a atrair fãs. Muitos filósofos questionaram-se durante séculos sobre …

F.C. Porto 1-0 Milan | Dragão em fúria banaliza italianos

A fúria do Dragão. O relógio marcava o minuto 65. O nulo perdurava, as tentativas portistas em busca da glória eram imensas – no total, 20 remates contra apenas quatro do AC Milan –, assim …

Veículo autónomo da Waymo

Os carros autónomos da Waymo estão a ser atraídos para uma rua sem saída

Os veículos autónomos da Waymo, detida pela Alphabet que é também a mãe da Google, são constantemente encaminhados para uma rua sem saída em São Francisco, nos Estados Unidos. Para já, ninguém sabe porquê. Nas últimas …

Com as ruas inundadas, casal indiano usa panela de cozinha para se deslocar para o próprio casamento

Um casal indiano foi transportado para o seu casamento por um meio de transporte incomum: uma panela de cozinha. Com as ruas do estado de Kerala inundadas, após chuvas torrenciais, esta foi a única forma …

OE2022: PCP propõe eliminação do adicional de ISP e da “dupla tributação” dos combustíveis

O PCP anunciou hoje que irá propor em sede de Orçamento para 2022 a eliminação do “adicional” ao Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP) e da dupla tributação dos combustíveis e insistir na fixação de preços …

Besiktas 1-4 Sporting | Tratado leonino deixa turcos KO

O Sporting foi à Turquia somar a primeira vitória no Grupo C da Liga dos Campeões, ao bater o Besiktas por 4-1. Um desfecho fundamental para a equipa de Alvalade continuar a acalentar esperanças de apuramento …

Lei de David. Reino Unido pondera acabar com anonimato online depois de esfaqueamento de deputado

A morte de David Amess está a suscitar um debate no Reino Unido sobre a segurança dos deputados e os insultos de que as figuras políticas são alvo nas redes sociais. Depois do deputado conservador David …