Mau tempo faz estragos em Lisboa, Porto, Portalegre e Aveiro

Jacopo Werther / wikimedia

-

O mau tempo que assola hoje o país causou esta manhã 22 inundações em Lisboa, a queda de várias estruturas e obrigou ao corte de vias na Ponte 25 de Abril. Portalegre e Aveiro foram os distritos mais afectados, com registo de quedas de pontes e árvores, inundações e enxurradas.

Segundo informações dos sapadores bombeiros de Lisboa, hoje de manhã aqueles operacionais foram chamados para resolver 22 inundações, mas “sem gravidade”.

A queda de pequenas estruturas, revestimentos, cabos eléctricos e árvores foram outras das ocorrências para que foram chamados.

Também devido ao mau tempo e “vento muito forte”, a faixa esquerda nos dois sentidos da Ponte 25 de Abril, em Lisboa, está cortada ao trânsito.

As motas e camiões estão obrigados a circular apenas em grupo “para haver menos riscos”, disse fonte policial.

“Isto porque se um camião ou uma mota atravessar a ponte sozinho há mais risco de poderem, entre aspas, voar”, explicou à agência Lusa fonte do Comando Metropolitano da PSP de Lisboa.

 

11 quedas de árvores, inundação e queda de muro em Portalegre

O mau tempo que assola hoje o distrito de Portalegre, com chuva e vento forte, provocou 11 quedas de árvores em vários concelhos, uma pequena inundação numa via e o deslizamento de um muro, informaram os bombeiros.

“Todas estas situações ocorreram entre as 09:00 e as 10:00”, altura em que “choveu muito e havia vento forte”, revelou à agência Lusa o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre.

Segundo a mesma fonte, a situação meteorológica, entretanto, “já melhorou”, não tendo estas ocorrências, que estão a ser resolvidas pelos bombeiros, provocado danos materiais ou pessoais.

As quedas de árvores foram registadas em diversos concelhos, com Gavião a ser o mais afectado (três árvores), seguindo-se os de Castelo de Vide, Nisa e Crato, com duas em cada.

Os bombeiros foram mobilizados também para resolver uma queda de árvore em Campo Maior e outra em Marvão, precisou o CDOS.

A “pequena inundação” aconteceu “numa rua em Fortios”, no concelho de Portalegre, enquanto o deslizamento de um muro verificou-se em Alter do Chão.

“Foi um muro que caiu junto à estrada entre Alter do Chão e Fronteira”, referiu o CDOS de Portalegre.

Em média, para cada uma destas ocorrências no distrito de Portalegre, acrescentou a fonte, foram mobilizados cinco bombeiros, apoiados por uma ambulância.

Também no Alentejo, mas no distrito de Évora, por volta das 09:30, foi registada uma queda de árvore em Montemor-o-Novo, junto à Estrada Regional 2, entre aquela cidade e Escoural.

“A árvore está a obstruir parcialmente a via, mas a situação deve estar resolvida brevemente porque os bombeiros já foram mobilizados para o local”, afiançou o CDOS de Évora, contactado pela Lusa.

 

Enxurrada levou ponte de acesso aos campos em Vilarinho, Aveiro

A força das águas e o depósito de materiais destruiu a ponte de Vilarinho, em Cacia, que foi “levada pela enxurrada”, anunciou, esta sexta-feira, o presidente da Câmara de Aveiro, Ribau Esteves.

Ribau Esteves, que falava durante os trabalhos da Assembleia Municipal de Aveiro, informou que os serviços foram alertados para a acumulação de detritos junto à ponte na quinta-feira e na manhã de sexta-feira e quando chegaram ao local para intervir “a ponte já não estava lá”.

“Estamos no tubo de descarga de toda a bacia do Vouga e hoje (sexta-feira) quando chegamos ao local para iniciar a remoção já não estava lá a ponte. A enxurrada durante a noite levou a ponte. Tinha cerca de 80 metros e estão lá cerca de dez para contar a história, apenas um pedaço agarrado à margem sul. A água levou tudo”, disse.

De acordo com o relato do autarca, a equipa municipal que compareceu no local já não foi a tempo de intervir para salvaguardar a ponte de acesso aos campos agrícolas e limitou-se a sinalizar com instrumentos de alerta a impossibilidade de circulação.

Ribau Esteves disse ter já comunicado o sucedido ao vice-presidente da Agência Portuguesa do Ambiente, com quem reuniu sexta-feira para analisar os problemas do Baixo Vouga Lagunar.

A ponte de Vilarinho foi construída há cerca de 20 anos pelo Governo Civil de Aveiro – quando era governador civil Gilberto Madail -, atendendo a várias exposições feitas por agricultores da zona para facilitar o acesso a campos de que eram proprietários na outra margem do Rio Novo do Príncipe, um canal artificial aberto no século XIX para encurtar a distância do Rio Vouga em direcção ao mar.

A força das águas veio a destruir a ponte primitiva, que foi depois reconstruída pela Câmara de Aveiro, no primeiro mandato do socialista Alberto Souto.

 

Mau tempo no Porto provoca estragos em habitações

O mau tempo provocou danos em habitações, esta madrugada, no concelho de Paredes, obrigando alguns residentes a abandonarem as suas casas, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto.

“Houve várias situações, desde a queda de árvores e postes, a telhados arrancados”, bem como o registo de habitações danificadas que levaram os moradores a abrigarem-se em casas de vizinhos, indicou a mesma fonte, precisando que as ocorrências afetaram, com especial incidência, as freguesias de Lordelo, Vilela e Duas Igrejas.

De acordo com o CDOS do Porto, os danos estão a ser avaliados, pelo que não há ainda dados precisos sobre o número de casas danificadas ou das pessoas afetadas.

 

Subida do mar em Espinho e Ovar causa inundações e estragos diversos

A subida do mar nos concelhos de Espinho e de Ovar causou hoje inundações e vários estragos em infraestruturas, disseram à Lusa fontes dos bombeiros locais, que adiantaram esperar nova subida das águas a meio da tarde.

De acordo com fonte dos Bombeiros Voluntários de Ovar, a situação mais complicada deu-se durante a madrugada na zona do Furadouro, onde o mar atingiu diversos cafés e até o posto de praia da própria corporação de bombeiros, que ficou “bastante danificado”.

“Estamos à espera, a partir das 16:30 da tarde, que volte a aumentar a ondulação e o mar volte a galgar”, referiu a mesma fonte, que recordou que, nos últimos dias, a força do mar tem vindo a aumentar de intensidade.

 

/Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

A atmosfera deste exoplaneta "infernal" está cheia de metal

Uma equipa de astrónomos observou um dos exoplanetas mais quentes já encontrados e conseguiu identificar, pelo menos, sete metais a flutuar na sua atmosfera. O WASP-121b, localizado a 850 anos-luz da Terra, orbita a sua estrela …

A supergigante Betelgeuse é mais pequena e está mais perto da Terra do que se pensava

De acordo com um novo estudo feito por uma equipa internacional de investigadores, podem ser necessários mais 100.000 anos até que a estrela gigante vermelha Betelgeuse morra numa explosão de fogo. O estudo, liderado pela Dra. …

Mulheres menos propensas à covid-19 por respeitarem mais o distanciamento social

Uma das razões pelas quais as mulheres podem ser menos vulneráveis ​​a infeção pelo novo coronavírus deve-se ao facto de serem mais propensas a aderir às políticas de distanciamento social, sugeriu uma nova pesquisa. Uma pesquisa …

Braga 3 - 0 AEK | Minhotos de gala conquistam atenienses

O Sporting de Braga iniciou a sua participação no Grupo G da Liga Europa com uma vitória. Na recepção aos gregos do AEK de Atenas, os minhotos mostraram ser muito mais equipa e ganharam por …

Capitalismo vai arruinar o planeta até 2050, alertam cientistas

Um grupo de cientistas alerta que se continuarmos com este capitalismo desenfreado, o nosso planeta vai sofrer consequências a nível climático e ambiental. Até 2050, o planeta Terra pode sofrer seriamente às mãos do capitalismo desenfreado. …

Os novos faróis inteligentes da Audi levam-no ao cinema sem sair do carro

Os novos faróis LED da Audi levam-no ao cinema sem sair do carro, já que são capazes de projetar imagens na estrada ou em paredes. A novidade é lançada na nova linha de SUVs elétricos da …

FC Porto foi "histriónico" e não se portou bem, escreve-se em Manchester

Jornal inglês alega que os elementos do FC Porto foram exagerados, turbulentos e não tiveram um comportamento adequado. Não há uma única palavra sobre o árbitro. Na manhã seguinte à derrota (3-1) do FC Porto em …

De passagem secreta a cemitério de carros. Túnel sob Nápoles "esconde" veículos enferrujados da II Guerra

No centro de Nápoles, em Itália, há veículos e motocicletas abandonados e enferrujados dos anos 1940 alinhados num túnel a mais de 30 metros abaixo dos seus pés. A Piazza del Plebiscito foi nomeada após uma …

Primeira ministra islandesa interrompida por um terramoto quando dava uma entrevista em direto

Um terramoto de magnitude 5.6 interrompeu uma entrevista em direto da primeira ministra islandesa ao The Washington Post. Mas Katrin Jakobsdottir reagiu à situação de forma tranquila: "Isto é a Islândia". Katrin Jakobsdottir estava a dar …

O voo mais longo do mundo está de volta (e agora é ainda mais longo)

O voo da Singapore Airlines que partia de Singapura com destino até Nova Iorque, foi uma das vítimas do covid-19 e ficou suspendo a 23 de março. Agora, é possível viajar nesta rota novamente, e …