Mataram o cão de Sahba por ser mulher e ensinar desporto a crianças afegãs

(dr) Sahba Barakzai

Um grupo de homens armados matou a tiro o cão de Sahba Barakzai, uma professora que ensina desporto às crianças afegãs de Herat.

A cadela de Sahba Barakzai, que se chamava Aseman, tinha apenas sete meses, mas já fazia parte da família. Na passada sexta-feira, a professora, o pai, duas irmãs e Aseman fizeram uma caminhada até às montanhas, mas o desfecho não foi deliz.

Segundo a BBC, o passeio transformou-se num pesadelo quando um homem armado se aproximou da família. “Eu gritei e corri em direção a Aseman e implorei ao homem que não disparasse. O atirador não quis saber e disparou quatro balas no corpo de Aseman“, contou Sahba.

A cadela acabou por falecer de imediato. Sahba Barakzai pegou no corpo de Aseman e correu em direção ao carro, mas o atirador voltou a disparar, ordenando que largasse o animal e lhe entregasse o corpo.

O atirador disse-lhe ainda que, por ser mulher, não podia ter um cão, mas o motivo deste ato poderá ser mais do que isso. “Não sabemos qual era o objetivo mas pensamos que pode ser pela profissão dela“, disse Setayesh, uma das irmãs. “Ela foi a primeira mulher a ter o próprio clube [de desporto] e estas coisas são tabu.”

Sahba começou a ensinar karaté às crianças de Herat há cerca de 10 anos e, desde aí, recebe várias ameaças. A profissão de Sahba ainda causa desconforto num país onde, há cerca de duas décadas, as mulheres eram proibidas de ir à escola, de trabalhar ou de sair de casa sem autorização de um homem.

“[Os nossos pais] estão aterrorizados porque a vida dela está em risco – e vimos isso na semana passada com os nossos olhos”, acrescentou a irmã, citada pela BBC.

Sahba não fez queixa na polícia porque, segundo a mesma, “não iria acontecer nada”. “Dezenas de pessoas são mortas todos os dias no país e ninguém é responsabilizado.” Ainda assim, depois da morte da sua cadela, a professora decidiu fechar o seu clube de desporto e pondera agora mudar-se para o Irão.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

PSP também queria prémio semelhante ao dos profissionais de saúde

O Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP) manifestou-se esta quinta-feira “desiludido” com “a falta de respeito” que o Governo demonstra em relação à PSP e a outras forças de segurança que estão na “linha da …

Líderes catalães vão poder sair da prisão aos fins de semana

Uma decisão dos estabelecimentos prisionais faz com que os líderes independentistas catalães possam sair da prisão aos fins de semana, passando para um dos regimes de detenção menos restritivos. Em outubro do ano passado, nove líderes …

Mais oito mortos e 328 infetados. Câmara de Lisboa tem 33 casos "ativos"

Há mais oito mortos e 328 casos positivos em Portugal nas últimas 24 horas. A Câmara de Lisboa regista atualmente 33 casos de infeção por covid-19 “ativos”. Portugal regista, esta quinta-feira, mais oito mortos e 328 …

Limitação dos apoios a sócios-gerentes não é "justa", diz Confederação das empresas

A Confederação das Micro, Pequenas e Médias Empresas não entende a razão para limitar a ajuda a sócios-gerentes ao valor de 1.905 euros, proposta que não consideram justa. Em entrevista à Rádio Observador na quinta-feira, o …

Devolução de manuais. Diretores acusam políticos de "brincar às escolinhas"

Os diretores escolares criticaram hoje o 'timing' da proposta de suspensão de devolução de manuais escolares, acusando os políticos de andar a “brincar às escolinhas” sem perceberem o trabalho que implica reutilizar milhões de livros. O …

Passageiros dos EUA e PALOP têm de apresentar teste negativo de covid-19

O Governo prorrogou várias medidas restritivas do tráfego aéreo com destino e a partir de Portugal, com novas orientações e exceções, num despacho publicado terça-feira em Diário da República. Segundo noticiou o Expresso, um comunicado do …

PGR angolana diz que Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal

Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal ou noutro país com acordos judiciários com Angola, no âmbito do processo-crime por alegada má gestão e desvio de fundos da Sonangol, disse à Lusa fonte da …

Autoridades descartam participação da milícia "Escritório do Crime" no caso Marielle Franco

O envolvimento da milícia conhecida como "Escritório do Crime" no homicídio da vereadora e ativista Marielle Franco chegou a ser investigado, mas foi descartado pela polícia brasileira. O delegado brasileiro Daniel Rosa, da cidade do Rio …

Desconfinamento não foi suficiente. Desemprego volta a subir em Espanha para valores de 2016

O número de desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego em Espanha voltou a aumentar em 5.107 pessoas em junho, uma desaceleração em relação a maio, atingindo um total de 3.862.883 espanhóis. De acordo com os …

Governo vai monitorizar discurso de ódio na Internet

O Governo vai monitorizar o discurso de ódio nas plataformas online, estando "em vias" de dar início à contratação pública de um projeto que deverá traduzir-se num barómetro mensal de acompanhamento e identificação de sites. Segundo …