Autor do massacre em escola do Texas sofreu bullying e comprou arma mal fez 18 anos

11

DR

Salvador Ramos, tiroteio Texas

Salvador Ramos, o autor do massacre na escola primária de Uvalde, no Texas, EUA.

Salvador Ramos, de 18 anos, tornou-se conhecido mundialmente depois de ter matado 19 crianças e duas professoras numaescola primária do Texas, nos EUA. Mas, afinal, o que o levou a este ataque?

Ramos era estudante na escola secundária de Uvalde, a localidade do Texas onde matou 19 crianças e duas professoras na Escola Primária Robb que frequentou em criança.

Mas, antes disso, disparou contra a avó que se encontra internada num hospital, não havendo informações sobre o seu estado clínico.

O Tenente Christopher Olivarez, da polícia do Texas, explica, citado pela Sky News, que o ataque à avó surgiu no âmbito de um “distúrbio doméstico”.

Contudo, ainda não se conhecem as motivações do jovem para o ataque à escola. A polícia está a investigar as redes sociais de Ramos, em busca de pistas.

Quatro dias antes do massacre, o suspeito publicou, na sua conta do Instagram, uma imagem com duas espingardas semi-automáticas com o carregador anexado.

Comprou armas logo depois de fazer 18 anos

Estas armas terão sido compradas logo depois de completar 18 anos no passado dia 16 de Maio, como conta à Sky News o senador do Estado do Texas Roland Gutierrez que cita a polícia local.

“Foi a primeira coisa que fez no seu 18º aniversário”, frisa Gutierrez.

A idade mínima para se poderem comprar armas nos EUA é precisamente 18 anos. Joe Biden, presidente dos EUA, já disse que “a ideia de que um miúdo de 18 anos pode comprar armas de assalto é errada“.

No Texas, os maiores de 21 anos podem transportar armas em público, mesmo sem terem qualquer licença ou treino para isso, depois de uma lei aprovada pelo Governador Greg Abbott, eleito pelos republicanos e no cargo desde 2014.

Ocasio-Cortez pede mais do que orações

O massacre deixou os EUA em choque e veio colocar, de novo, o dedo na ferida da chamada “segunda emenda” que permite a qualquer pessoa possuir uma arma para auto-defesa. Este facto é apontado por muitos como o motivo que explica porque é que se trata do único país desenvolvido do mundo onde os tiroteios em massa são frequentes.

A congressista democrata Alexandria Ocasio-Cortez é uma das vozes que se junta ao coro dos que pedem uma mudança na legislação.

Ocasio-Cortez reage com uma farpa ao senador republicano Ted Cruz que publicou no Twitter uma mensagem a sublinhar que está “fervorosamente em oração” pelas crianças e famílias depois do “terrível tiroteio em Uvalde”.

“Pode fazer mais do que rezar. A fé sem obras está morta”, atira Ocasio-Cortez também numa publicação no Twitter.

“Não está programado para encabeçar uma série de palestras para a NRA [National Rifle Association, ou seja, a Associação Nacional de Armas dos EUA] daqui a três dias – em Houston, nada menos?”, questiona a congressista.

Além de Ted Cruz, também Donald Trump e o igualmente republicano Greg Abbott, Governador do Texas, vão discursar nesse evento na cidade que fica a pouca distância de Uvalde.

Como aconteceu o massacre?

Depois do massacre, uma jovem revelou uma conversa que manteve com o atirador, através do Instagram, onde Ramos parece ter dado indicações do que ia fazer. “Estou prestes a fazê-lo. Há um segredo que gostaria de contar-te“, terá dito o suspeito a esta rapariga citada pelo The New York Post.

Um antigo amigo de Ramos também diz à CNN que, alguns dias antes do massacre, este lhe enviou uma foto de uma mochila cheia de cartuchos de arma.

No dia do massacre, o jovem conduziu até à sua antiga Escola Primária, levando as armas, mas acabou por ter um acidente com o carro antes de lá chegar. Abandonou o veículo e foi a pé, tendo sido captado pelas câmaras de segurança da escola a entrar, todo vestido de negro, com o capuz do casaco a esconder o rosto.

Amigos e familiares ouvidos pelo The Washington Post (TWP) e pela CNN contam que Ramos faltava durante longos períodos às aulas na secundária que frequentava.

Vivia com os avôs e tinha “uma vida bastante dura com a mãe“, revela uma pessoa próxima da família ao TWP.

“Ele era o miúdo mais simpático, o mais tímido”, conta outro antigo amigo de Ramos, Stephen Garcia, notando que era fã do videojogo de tiros e de combate “Call of Duty”.

Descrito como um jovem solitário e do “tipo calado”, Ramos terá sofrido bullying na escola por ter dificuldades em falar e devido à situação económica da família. Seria também alvo de insultos gays e ridicularizado pelas roupas que usava.

Segundo os testemunhos ouvidos pelo TWP e pela CNN, tornou-se “cada vez mais violento”.

Um alegado amigo do atirador, identificado como Santos Valdez Jr., conta ao TWP que, um dia, Ramos apareceu com a cara cheia de cortes. “Disse-me que se tinha cortado na cara com facas, várias vezes, por diversão“, conta.

“Precisava de ajuda mental”, “de resolver a relação com a família” e “de amor”, nota ainda Stephen Garcia.

PUBLICIDADE

Vítimas estavam todas na mesma sala de aulas

Ramos terá começado a disparar mal entrou na escola, segundo a polícia do Texas.

Entrou numa sala de aulas e atirou contra tudo e “qualquer um que estivesse no seu caminho, sem se importar com a vida humana“, conta o Tenente Olivarez à Sky News. As 19 crianças e as duas professoras assassinadas estavam todas nessa sala, de acordo com as autoridades.

Entretanto, a polícia abateu Ramos. O tiroteio levou à deslocação de mais de 20 agentes, essencialmente da Polícia de Protecção de Fronteira dos EUA que é a maior força de autoridade local, fruto da proximidade com o México. Um agente acabou baleado na cabeça, mas está em “situação estável”, segundo a CNN.

O nome de Salvador Ramos fica para a história como o autor de um dos massacres mais mortais numa escola do Texas, Estado que tem sido marcado por vários tiroteios em massa nos últimos anos.

  ZAP //

11 Comments

  1. Merica!…

    Texas:
    Idade para conduzir: 16 anos
    Idade para comprar um cerveja: 21 anos
    Idade para comprar duas armas automáticas: 18 anos
    Idade para usar armas: sem limitações!!

      • Ok, são versões semi-automaticas de armas automáticas e que facilmente se voltam a transformadas em automáticas!…

      • “(…) comprar uma cerveja”.

        Ainda bem que o miserável foi abatido. Gente desta nem sequer deveria existir. É isto, esta escória que temos, um mundo cheio de assassinos impiedosos… que geração virá aí…!!??

    • Então, os democrátas querem que uma criança com apenas 5 anos de idade tenha direito a escolher que sexo é que quer ser. E poder votar aos 15. E não pode ter armas LEGALMENTE aos 18?
      Se tivesses alguma inteligência sabias que a venda de armas automáticas é proibida no EUA. Mas como não tens. Ficamos por aqui.

  2. Pequena correção, não é possível comprar armas automáticas nos EUA (é ilegal vender armas automáticas), as armas usadas por este maluco eram semi-automáticas.
    As leis de posse de arma no Texas são absurdas por tão permissivas que são. Mas como explicar que alguns dos Estados com mais baixa taxa de criminalidade no país são também alguns dos Estados com mais elevada taxa de posse de armas, como é o caso do Montana, Wyoming, e outros? E como explicar que cidades como LA e Chicago, com leis de posse de arma incrivelmente restritivas, tenham taxas de homicídio com arma de fogo tão elevadas?

    • Que facilmente voltam a ser automáticas!…
      E mesmo semi-automaticas não são propriamente brinquedos.
      Chicago tem problemas bem mais graves do que venda de arma e isso não será novidade para ninguém…

      • Para além de isso ser ilegal. A maioria das pistolas foram projetadas pura e simplesmente para serem semiautomáticas. E as que conseguem ser convertidas à toa, ela provavelmente se destruirá e o utilizador ficar gravemente ferido.

        Uma das partes mais importantes na fabricação de armas totalmente automáticas é, na verdade, desacelerá-las. Se esta não for cronometrada ao milissegundo e tudo cuidadosamente modificada para garantir que tudo aconteça como deveria, a arma vai explodir. Tão simples quanto isso.

        Nos EUA, o ATF especifica que as armas não podem ser “facilmente conversíveis” para “full-auto”. Não é como se pudessem simplesmente limar uma ou duas peças para tornar uma arma totalmente automática. Teriam que usinar peças muito pequenas com grande precisão e saber como usá-las.

        E mais uma vez exibes a tua completa falta de inteligência comentando sobre algo que não fazes a mínima ideia do que estás a comentar.

        • Hahahaaaa… só me faltava agora ter um tontinho brasileiro querer ensinar a missa ao padre!…
          Nem era para perder tempo, mas resolvi dedicar-te 1 minuto…
          Nunca falei em pistolas e qualquer AR15 (uma das armas mais usadas neste tipo de ataques) é facilmente convertida de semi para full auto e bastam 2 segundos no Google para confirmar isso mesmo. Há milhões assim nos EUA!!
          Por exemplo: youtu.be/Rmr9sQTGvLg

          Tu não fazes a mínima ideia de com quem estás a falar e muito menos tens noção do meu conhecimento sobre armas. Só isso mostra que tu, claramente, não deves muito à inteligência…

  3. Facilidade em comprar armas… se forem brancos. Atenção !!! Se forem negros, amarelos ou vermelhos não esperem ter os mesmos direitos . A constituição , a lei , os direitos civis …é tudo muito claro, se forem claros ( leia-se brancos ) .
    Os EUA arrogam-se os defensores da liberdade dos direitos humanos… mas fora do seu território. Dentro dos EUA continua-se a viver em apartheid e as vidas tem diferentes pesos e medidas…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.