Marte poderá não ter nascido onde sempre se pensou

JPL-Caltech / NASA

Terra e Marte são planetas vizinhos e isso leva-nos a crer que se formaram na mesma região do Sistema Solar. Mas por que são as suas composições tão distintas? Um novo estudo pode ter a resposta.

Um estudo publicado na revista Earth and Planetary Science Letters, sugere que o planeta Marte poderá ter “crescido” na cintura de asteróides de Kuiper, antes de se ter mudado para a nossa vizinhança.

Apesar de ser uma possibilidade remota para a equipa internacional de investigadores, esta não deixa de ser uma possibilidade que se encaixa nas explicações alternativas sobre o nascimento do nosso Sistema Solar.

“A formação de Marte no cinturão de asteróides ocorreu muito cedo na história do planeta, muito antes de a crosta se estabilizar e de a atmosfera ter sido estabelecida”, explicou à revista Astrobiology, Stephen Mojzsis, geólogo da Universidade do Colorado e um dos autores do estudo.

A massa de Marte é apenas cerca de 11% da massa da Terra, e é composta por materiais que o tornam mais parecido com um meteorito do que com o nosso planeta. O núcleo possui silicatos mais leves e sugere que nasceu em diferentes condições do que o planeta Terra.

Realizando algumas simulações, a equipa de investigadores estudou alguns modelos de formação do Universo, seguindo, nomeadamente, a hipótese “Grand Tack” –  a ideia de que Júpiter começou por migrar para dentro, na direção do Sol, até que a atração de Saturno o fez “voltar para trás” até à sua posição atual.

Os modelos mostraram que Marte se poderá ter formado mais longe do Sol do que se pensava, perdendo assim a massa que a Terra obteve graças à enorme atração de Júpiter. Além de atrair detritos espaciais, Júpiter também poderia ter puxado Marte para a sua posição atual, ao lado do nosso planeta.

Uma das consequências desta hipótese seria uma adolescência mais fria para o planeta vermelho. Confrontados, os cientistas deste estudo argumentam que os bombardeamentos de asteróides poderiam ter produzido períodos mais quentes.

O modelo que mostra que Marte e Terra se formaram um ao lado do outro ainda é o cenário mais provável. Este novo modelo, da cintura de asteróides, tem uma probabilidade de apenas 2%. No entanto, explicaria a distinta composição do planeta vermelho.

“Baixa probabilidade significa uma das duas coisas: que não temos um mecanismo físico melhor para explicar a formação de Marte ou que, na enorme panóplia de possibilidades, acabamos com uma que é relativamente rara“, afirma Mojzsis.

Como é que o nosso Sistema Solar se agregou continua a ser um mistério, mas estamos a aprender cada vez mais sobre a formação dos planetas e a forma como sistemas como o nosso surgiram – e esta nova pesquisa pode revelar-se uma peça crucial no quebra-cabeça.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. OS cientistas sabem que o cinturão de asteróides = Tiamat , super Terra que explodiu, tornou Marte inabitável, devido a guerra nuclear. Xenon 129 e excesso de urânio e tório comprovam isso mesmo (ver “Journal of Cosmology, 2014, Volume 24, Number 13, pages 12229-12280. Release Date, November 20, 2014 Evidence of a Massive Thermonuclear Explosion on Mars in the Past, The Cydonian Hypothesis, and Fermi’s Paradox – John E. Brandenburg, Ph.D.)
    Mas há assuntos demasiados inconvenientes para o público saber e então são varridos “para debaixo do tapete” , depois saem-se com teorias parvas que são mais inacreditáveis do que se pensarmos que houve civilizações no passado que se destruíram com guerras…

    • Apesar do nome, o Journal of Cosmology não é propriamente uma revista científica. É mais tipo um fórum para malucos bem falantes exporem as suas, essas sim, “teorias parvas” sem sustentação em provas e factos. Quanto ao John E. Brandenburg, apesar de ser um cristão ultra-devoto, era de facto um cientista com algum trabalho meritório, mas depois “passou-se” com essa história da guerra em Marte. Como todas as revistas científicas encontraram grandes falhas no seu trabalho, teve de publicar no J. Cosmology (o único que aceita bullshit). Ele na realidade foi bastante esperto, pois fartou-se de vender os livros dele depois disso (tanto os de não-ficção como os de ficção). Parece mais provável do que ter havido uma guerra em Marte entre espécies alienígenas.
      Quanto aos isótopos encontrados na superfície de Marte, também existem explicações bastante mais plausíveis. Ver por exemplo “Was Mars Murdered?” no Exposing PseudoAstronomy Podcast. Bem sei que não é um artigo científico, mas se tivesse de haver um artigo científico para refutar cada teorias maluca, não se fazia ciência a sério.
      Cumprimentos

RESPONDER

Matrículas poderão ser renovadas automaticamente nos anos de continuidade de ciclo

As matrículas para o próximo ano letivo dos alunos do ensino obrigatório poderão ser renovadas automaticamente nos anos de continuidade de ciclo, se não houver alterações substantivas, de acordo com um despacho publicado na quarta-feira. O …

NOS avança com providência cautelar contra alteração das regras do leilão 5G

A NOS vai avançar com uma providência cautelar contra a alteração das regras do leilão propostas pela ANACOM, no dia em que termina o prazo para as operadores responderem. Na última quinta-feira, no 60.º dia de …

França aprova lei que alarga poder da polícia apesar de críticas e manifestações

O parlamento francês aprovou hoje um projeto de lei sobre segurança que visa alargar os poderes da polícia, apesar das críticas de ativistas dos direitos civis, que temem que a legislação ameace os esforços para …

Bancos dos Emirados estão a congelar contas da família dos Santos

Os bancos dos Emirados Árabes Unidos estão a congelar os bens da família dos Santos e de pessoas a ela relacionadas, respondendo a um pedido da justiça angolana efetuado a 13 de abril, avançou a …

A pedido da Comissão Europeia, EMA volta a rever dados da vacina da AstraZeneca

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) anunciou esta quarta-feira que está a rever os dados sobre a vacina Vaxzevria a pedido da Comissão Europeia. Segundo um comunicado citado pelo Observador, a Agência Europeia do Medicamento (EMA) …

João Leão prevê para este ano défice de 4,5%. Ministro afasta aumento de impostos e austeridade

A terceira vaga da pandemia forçou o Governo a rever em baixa a previsão de crescimento da economia portuguesa para este ano. Assim, o ministro das Finanças antecipa um défice de 4,5% e crescimento de …

Já não é preciso isolamento para idosos que saiam dos lares por mais de 24 horas

Os idosos que vivem nos lares e que saiam por períodos superiores a 24 horas já não precisam de fazer o isolamento de 14 dias, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Na orientação atualizada nesta quinta-feira, …

Mais duas mortes e 501 casos nas últimas 24 horas em Portugal

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) indica que Portugal registou, nas últimas 24 horas, 501 novos casos de covid-19. O relatório desta quinta-feira (15 de abril) dá também conta de mais duas mortes …

PCP quer criar crime de enriquecimento injustificado com pena agravada para políticos

O PCP propôs esta quinta-feira, no Parlamento, a criação do crime de enriquecimento injustificado, com penas até três anos, mas que é agravado para titulares de cargos políticos e públicos, até aos cinco. O projeto dos …

Câmara de Lisboa estende testagem gratuita a todos os moradores

A Câmara de Lisboa decidiu alargar, a partir de quinta-feira, a testagem gratuita nas farmácias à covid-19 a todos os moradores, deixando o programa de estar limitado às freguesias com maior incidência da doença, foi …