Marte poderá não ter nascido onde sempre se pensou

JPL-Caltech / NASA

Terra e Marte são planetas vizinhos e isso leva-nos a crer que se formaram na mesma região do Sistema Solar. Mas por que são as suas composições tão distintas? Um novo estudo pode ter a resposta.

Um estudo publicado na revista Earth and Planetary Science Letters, sugere que o planeta Marte poderá ter “crescido” na cintura de asteróides de Kuiper, antes de se ter mudado para a nossa vizinhança.

Apesar de ser uma possibilidade remota para a equipa internacional de investigadores, esta não deixa de ser uma possibilidade que se encaixa nas explicações alternativas sobre o nascimento do nosso Sistema Solar.

“A formação de Marte no cinturão de asteróides ocorreu muito cedo na história do planeta, muito antes de a crosta se estabilizar e de a atmosfera ter sido estabelecida”, explicou à revista Astrobiology, Stephen Mojzsis, geólogo da Universidade do Colorado e um dos autores do estudo.

A massa de Marte é apenas cerca de 11% da massa da Terra, e é composta por materiais que o tornam mais parecido com um meteorito do que com o nosso planeta. O núcleo possui silicatos mais leves e sugere que nasceu em diferentes condições do que o planeta Terra.

Realizando algumas simulações, a equipa de investigadores estudou alguns modelos de formação do Universo, seguindo, nomeadamente, a hipótese “Grand Tack” –  a ideia de que Júpiter começou por migrar para dentro, na direção do Sol, até que a atração de Saturno o fez “voltar para trás” até à sua posição atual.

Os modelos mostraram que Marte se poderá ter formado mais longe do Sol do que se pensava, perdendo assim a massa que a Terra obteve graças à enorme atração de Júpiter. Além de atrair detritos espaciais, Júpiter também poderia ter puxado Marte para a sua posição atual, ao lado do nosso planeta.

Uma das consequências desta hipótese seria uma adolescência mais fria para o planeta vermelho. Confrontados, os cientistas deste estudo argumentam que os bombardeamentos de asteróides poderiam ter produzido períodos mais quentes.

O modelo que mostra que Marte e Terra se formaram um ao lado do outro ainda é o cenário mais provável. Este novo modelo, da cintura de asteróides, tem uma probabilidade de apenas 2%. No entanto, explicaria a distinta composição do planeta vermelho.

“Baixa probabilidade significa uma das duas coisas: que não temos um mecanismo físico melhor para explicar a formação de Marte ou que, na enorme panóplia de possibilidades, acabamos com uma que é relativamente rara“, afirma Mojzsis.

Como é que o nosso Sistema Solar se agregou continua a ser um mistério, mas estamos a aprender cada vez mais sobre a formação dos planetas e a forma como sistemas como o nosso surgiram – e esta nova pesquisa pode revelar-se uma peça crucial no quebra-cabeça.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. OS cientistas sabem que o cinturão de asteróides = Tiamat , super Terra que explodiu, tornou Marte inabitável, devido a guerra nuclear. Xenon 129 e excesso de urânio e tório comprovam isso mesmo (ver “Journal of Cosmology, 2014, Volume 24, Number 13, pages 12229-12280. Release Date, November 20, 2014 Evidence of a Massive Thermonuclear Explosion on Mars in the Past, The Cydonian Hypothesis, and Fermi’s Paradox – John E. Brandenburg, Ph.D.)
    Mas há assuntos demasiados inconvenientes para o público saber e então são varridos “para debaixo do tapete” , depois saem-se com teorias parvas que são mais inacreditáveis do que se pensarmos que houve civilizações no passado que se destruíram com guerras…

    • Apesar do nome, o Journal of Cosmology não é propriamente uma revista científica. É mais tipo um fórum para malucos bem falantes exporem as suas, essas sim, “teorias parvas” sem sustentação em provas e factos. Quanto ao John E. Brandenburg, apesar de ser um cristão ultra-devoto, era de facto um cientista com algum trabalho meritório, mas depois “passou-se” com essa história da guerra em Marte. Como todas as revistas científicas encontraram grandes falhas no seu trabalho, teve de publicar no J. Cosmology (o único que aceita bullshit). Ele na realidade foi bastante esperto, pois fartou-se de vender os livros dele depois disso (tanto os de não-ficção como os de ficção). Parece mais provável do que ter havido uma guerra em Marte entre espécies alienígenas.
      Quanto aos isótopos encontrados na superfície de Marte, também existem explicações bastante mais plausíveis. Ver por exemplo “Was Mars Murdered?” no Exposing PseudoAstronomy Podcast. Bem sei que não é um artigo científico, mas se tivesse de haver um artigo científico para refutar cada teorias maluca, não se fazia ciência a sério.
      Cumprimentos

RESPONDER

Cortes de água, luz, gás e telecomunicações regressam esta quinta-feira

A partir desta quinta-feira, regressam os cortes de água, eletricidade, gás natural e telecomunicações para todos os consumidores em situação de desemprego, com uma quebra de rendimentos de, pelo menos, 20% ou que estejam infetados …

Moderna contradiz Trump. Não haverá vacina até às eleições

O diretor-executivo da farmacêutica Moderna Therapeutics, que está a desenvolver uma das mais avançadas vacinas para a covid-19, disse que esta não estará pronta até às eleições presidenciais dos Estados Unidos. Em declarações ao jornal Financial …

Brigadas dos lares arrancam com menos profissionais do que o previsto

As Brigadas de intervenção Rápida para os lares atingidos por surtos de covid-19 arrancam esta quinta-feira - mas há menos enfermeiros e cuidadores do que o previsto. Em declarações à Renascença, o presidente do Instituto da …

PS segue PSD e propõe voto antecipado para eleitores em confinamento

O Partido Socialista (PS) decidiu juntar-se ao Partido Social Democrata (PSD) na ideia de alargar o direito de voto antecipado aos eleitores que estejam em confinamento à data das próximas eleições presidenciais. De acordo com o …

Santos Silva assume "contactos" para reforço dos EUA da base das Lajes (e desdramatiza eventual crise política)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, disse, em entrevista ao Público e à Renascença, que há "contactos" com os Estados Unidos para reforço norte-americano da base das Lajes e desdramatizou a aprovação do Orçamento …

3.800 euros por mês. Genebra aprova o primeiro salário mínimo (e é o mais alto do mundo)

Os habitantes de Genebra, na Suíça, aprovaram, este domingo, a proposta de um salário mínimo de 23 francos suíços por hora (equivalente a cerca de 21,30 euros) para todos os que trabalham na cidade. De acordo …

No day after do debate caótico, Biden pede regras rígidas e Trump queixa-se do moderador

O debate caótico entre Donald Trump e Joe Biden motivou críticas generalizadas que suscitam dúvidas sobre se será de manter os outros dois debates ou se, mantendo-os, será necessário alterar as regras. Um dia após a …

OE2021. Pontas soltas, alguns avanços e uma certeza: se houver entendimento, há acordo por escrito

Se houver entendimento em algumas matérias com o Bloco de Esquerda e o PCP, haverá um "compromisso escrito", adiantou Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares. Em entrevista ao podcast Política com Palavra, do PS, …

Covid-19. Hospitais da região de Lisboa pedem camas uns aos outros

Os hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo continuam a bater à porta uns dos outros a pedir camas para internar doentes com covid-19. Segundo a edição desta quinta-feira do jornal Público, os …

Vinícius perto do Tottenham de Mourinho

O avançado brasileiro deverá ser confirmado como reforço do Tottenham ainda esta quinta-feira, saindo do Benfica por empréstimo e com opção de compra que ronda os 40 milhões de euros. De acordo com o jornal Record, …