Mario Draghi: “Sem Itália não há Europa, mas fora da Europa há menos Itália”

Na quarta-feira, Mario Draghi, primeiro-ministro de Itália, deixou claro que “sem Itália não há Europa, mas fora da Europa há menos Itália”.

O primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, anunciou, na quarta-feira, o reforço no europeísmo do país, já que “fora da Europa há menos Itália”, e a vontade de impulsionar as reformas necessárias para as quais exorta há vários anos.

Draghi discursava diante do Senado, que validou a governação do antigo presidente do Banco Central Europeu (BCE) com 262 votos a favor, 40 contra, maioritariamente senadores do Irmãos de Itália e do Movimento 5 Estrelas e duas abstenções.

Mario Draghi conseguiu constituir Governo com o apoio de quase todas as forças políticas com representação parlamentar, excluindo o Irmãos de Itália. A capacidade de agregar forças com ideologias opostas em prol do país foi enaltecida pelos líderes dos partidos que apoiaram o executivo.

O chefe do Governo recentemente criado deixou claro que apoiar a executivo que criou é “partilhar a irreversibilidade da eleição do euro” e da perspetiva “de uma União Europeia (UE) cada vez mais integrada“.

“Sem Itália não há Europa, mas fora da Europa há menos Itália”, sublinhou.

O também ex-governador do Banco de Itália defendeu que o país tem de fomentar relações estratégicas dentro a UE com França, Alemanha, Espanha, Chipre, Malta e Grécia, países com os quais partilha a gestão do fenómeno migratório que atingiu enormes proporções na última década.

A aliança com os Estados Unidos tem de ser reforçada, acrescentou Draghi, e o diálogo com a China e Rússia tem de ser promovido.

Entre os que apoiaram o Governo de Draghi estão a Liga, de Matteo Salvini, que em 2020 insistiu na tese de que a União Europeia era uma desilusão e que um referendo sobre a permanência de Itália seria “compreensível”, e o Movimento 5 Estrelas, ainda que com evidentes divisões internas, mas que em 2017 propôs uma consulta popular sobre a moeda única, mas cujo debate foi, entretanto, abandonado.

Draghi também aproveitou o discurso para dar um “raspanete” aos atores políticos pelo que considerou ser um atraso de décadas na implementação de reformas de que o país precisa.

Questionando os senadores sobre se estão dispostos a fazer os possíveis para “promover o capital humano, a educação, a escola, a universidade e a cultura“, o primeiro-ministro recordou que Itália tem de recuperar do impacto da pandemia, que, de acordo com várias entidades, não deverá acontecer até ao final de 2022.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Num dia "incrivelmente positivo", Biden lançou avisos a Putin e teve uma reunião "muito boa" com a Turquia

O presidente dos EUA, Joe Biden, considerou a cimeira da NATO, realizada esta segunda-feira em Bruxelas, um dia "incrivelmente positivo", naquela que foi a sua primeira deslocação internacional desde que tomou posse. Joe Biden destacou, durante …

Portugal enfrenta a Hungria à procura de retomar onde Éder nos deixou

A seleção portuguesa de futebol inicia hoje a defesa do título no Euro2020, com o objetivo de superar a Hungria, 'outsider' do Grupo F, em Budapeste, antes dos embates complicados frente às favoritas Alemanha e …

Duarte Cordeiro admite que Lisboa corre o risco de recuar no desconfinamento

O coordenador para a covid-19 em Lisboa e Vale do Tejo revelou, esta segunda-feira, que o concelho de Lisboa "já está acima do limite" de 240 casos por 100 mil habitantes. "Estamos a sentir um nível …

"Um completo fracasso". Paulo Sousa criticado após derrota no arranque do Euro

O jornal polaco Przeglad Sportowi classificou de "completo fracasso" o trabalho de Paulo Sousa na derrota da Polónia frente à Eslováquia no arranque do Euro2020. A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, entrou da pior …

Maior hospital do país falha 50 regras da DGS para prevenção da covid-19

O Hospital de Santa Maria, em Lisboa, o maior do país, falha 50 regras da DGS para prevenção da covid-19, incluindo risco de contaminação nos cuidados intensivos. Uma fiscalização da Entidade Reguladora da Saúde (ERS) ao …

Rui Pedro Braz é o novo diretor-geral do futebol do Benfica

O Benfica anunciou, esta segunda-feira, que antigo comentador televisivo vai assumir as funções de diretor-geral do futebol profissional do clube. "O Sport Lisboa e Benfica informa que Rui Pedro Braz assume o cargo de diretor-geral do …

Rapariga enterrada com pássaro na boca intriga arqueólogos

Arqueólogos estão a tentar resolver o mistério de uma rapariga que foi enterrada, numa caverna na Polónia, há cerca de 300 anos, com a cabeça de um pássaro na boca. Embora o esqueleto desta rapariga tenha …

"Sinto-me bem". Christian Eriksen agradece apoio dos adeptos

O futebolista Christian Eriksen enviou esta terça-feira do hospital a sua primeira mensagem pública depois de ter sofrido uma paragem cardíaca em campo num jogo do campeonato europeu de futebol, agradecendo aos fãs os "incríveis" …

Cotrim Figueiredo diz que "foi um excelente arraial". PCP diz que IL "mordeu a língua"

O líder da Iniciativa Liberal (IL), João Cotrim Figueiredo, não acata as críticas feitas ao arraial do partido, que diz ter sido "excelente". Aliás, até já está a pensar no próximo. "Vou dizer aqui uma coisa …

Portugal vai seguir a "lógica da escada" no Euro 2020?

Há 25 anos, a seleção nacional iniciou uma sequência curiosa em fases finais de Europeus de futebol. Se prolongar essa sequência, não vai passar dos quartos-de-final neste torneio. Ou só chegará aos oitavos-de-final. Portugal participou até …