Família homenageia marinheiro que sobreviveu aos naufrágios do Titanic e do Lusitania

Encyclopedia Titanica

George Beauchamp (centro) e a tripulação do Titanic

Um marinheiro britânico foi o único tripulante e sobrevivente de dois dos maiores desastres navais do século XX, o Titanic e o Lusitania (assim batizado em honra ao território que daria origem a Portugal). Mais de 50 anos após a sua morte, a família do marinheiro homenageou-o, tornando a sua história pública.

De acordo com um artigo da Visão, divulgado na quinta-feira, desde os seus 23 anos, que George Beauchamp dedicava a vida ao mar. Segundo a sua família, com apenas um ano de experiência, mentiu sobre a sua idade para conseguir integrar a tripulação do Titanic, como bombeiro de bordo.

Aquando do impacto do navio com o icebergue, em 1912, ajudou vários tripulantes a escapar através de um bote salva-vidas. O seu testemunho oficial no inquérito realizado pelo comissário britânico de naufrágios, refere que ouviu um “rugido como um trovão” quando se deu o embate. Depois disso, ajudou “as mulheres e crianças que lá estavam a embarcar” no bote salva-vidas 13, “com um pé no navio e outro na embarcação”.



George Beauchamp e outros membros da tripulação começaram, então, a remar e a afastar-se do local “devido à sucção do navio” ao afundar-se. Apesar dos esforços, o marinheiro considerou que “se tivessem mais espaço deveriam ter regressado”. No entanto, o bote “não pôde regressar, pois estava lotado”.

Passadas algumas horas, o bote 13 acabou por ser resgatado pelo Carpathia, um navio de passageiros que conseguiu resgatar mais de 700 pessoas do Titanic.

A família de George Beauchamp garantiu que o marinheiro embarcou depois no Lusitania, um navio de passageiros britânico que operou durante o início século XX, e que também estava a bordo quando este, em 1915, foi alvo um torpedo lançado por um submarino alemão, durante a Primeira Guerra Mundial.

Após regressar a casa, em East Yorkshire (Inglaterra), George Beauchamp desistiu de trabalhar em grandes navios e dedicou os seguintes anos a embarcações mais pequenas, contaram os familiares. Morreu em 1965, aos 77 anos de idade, em Southampton.

Mais de 50 anos após a sua morte, a família do marinheiro homenageou-o, tornando a sua história pública e imortalizando George Beauchamp pelo “papel que desempenhou ao salvar as vidas de alguns passageiros”, rematou a sua bisneta Susan Norton.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vitória SC 1-3 Benfica | “Águia” passa tranquila em Guimarães e continua a voar no topo

Naquele que era apontado como o mais duro teste à sua liderança até ao momento, o Benfica passou com relativa tranquilidade em Guimarães. Frente a um Vitória que tentou discutir o jogo de igual para igual …

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …