Marinha de Myanmar já resolveu o mistério do cargueiro fantasma

Ivan Meshkov / shipspotting.com

O Sam Ratulangi PB 1600 avistado em Hong Kong

As autoridades de Myanmar já solucionaram o mistério do “navio fantasma” encontrado, na semana passada, encalhado na região de Rangoon.

Um misterioso navio porta-contentores, sem qualquer tripulação ou carga a bordo, encalhou na costa birmanesa, junto ao município de Thongwa, na região de Rangoon, antiga capital do país.

A embarcação, com o nome de Sam Ratulangi PB 1600, foi vista pela primeira vez por pescadores, na passada terça-feira, a cerca de onze quilómetros da vila de Thama Seitta.

No entanto, o mistério do “navio fantasma” já foi resolvido. A marinha disse que a embarcação estava a ser puxada por um rebocador em direção a uma fábrica de demolição de navios no Bangladesh. Os tripulantes abandonaram o barco por causa do mau tempo.

Na passada quinta-feira, as autoridades e membros da marinha subiram a bordo do navio porta-contentores em busca de pistas, depois de a embarcação chegar à praia. A polícia ficou perplexa com as suas dimensões: 177 metros de comprimento, 28 metros de largura e um peso de 26,5 toneladas.

A localização da embarcação, construída em 2001, foi registada pela última vez quando se encontrava na costa de Taiwan, em 2009. Segundo a agência France-Presse (AFP), esta foi a primeira vez que um navio abandonado foi encontrado nas águas de Myanmar.

A marinha birmanesa disse que suspeitou que o navio estivesse a ser rebocado depois de ter encontrado dois cabos. De seguida, acabaram por encontrar o barco rebocador, chamado Independence, a cerca de 80 quilómetros da costa de Myanmar.

As autoridades interrogaram 13 tripulantes, de nacionalidade indonésia, descobrindo então que o rebocador estava a puxar o navio desde 13 de agosto, com o objetivo de o levar a uma fábrica no Bangladesh, onde seria desmontado.

No entanto, alguns dos cabos que ligavam as duas embarcações acabaram por romper numa tempestade, por isso, a tripulação decidiu abandonar o barco. As autoridades continuam a investigar o caso. De acordo com o site Eleven Myanmar, acredita-se que o dono do rebocador seja da Malásia.

O Bangladesh tem uma grande indústria de demolição de navios. Centenas de embarcações comerciais antigas são desmontadas todos os anos em Chittagong. No entanto, este é um negócio polémico, com acusações de ser um trabalho mal pago e perigoso para os funcionários.

ZAP // BBC

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. O termo que está incorreto é o «peso»….. as 26,5 Toneladas referem-se a TAB (Tonelagem de Arqueação Bruta) que corresponde à área volúmica do navio. Na construção naval usa-se o termo TAB para especificar a capacidade do navio. Em vez de ser usado os metros cúbicos é usada uma unidade denominada de Ton que para questões de facilidade de leitura, é equivalente à tonelada.
    Pesquisem num dicionário ou na internet que vão encontrar o significado de TAB.

RESPONDER

"Fez a Amadora e uma parte de Luanda". Amigo de Salgado nega "qualquer perdão de dívida" do Montepio

O construtor civil José Guilherme, que está no centro das investigações ao Banco Montepio, assegura que não recebeu qualquer empréstimo sem garantias, nem "qualquer perdão da dívida", garantindo ainda que sempre cumpriu todas as suas …

Entre Rui Rio e Luís Montenegro, há quem vote no regresso de Passos Coelho

O presidente do PSD, Rui Rio, e o antigo líder parlamentar Luís Montenegro voltam hoje a disputar eleições directas, numa inédita segunda volta em que podem votar 40.604 militantes com as quotas em dia. Nos …

Vírus detetado na China pode já ter infetado mais de mil pessoas

O número de pessoas infetadas com um vírus que matou duas pessoas na China ultrapassa provavelmente o milhar de casos e é muito superior àquele avançado pelas autoridades locais, segundo investigadores britânicos. Num artigo publicado, esta …

Joacine Katar Moreira não vai renunciar ao cargo de deputada

O IX Congresso para eleger os novos órgãos do Livre começa, este sábado, em Lisboa. A única deputada do partido na Assembleia da República já disse que não vai renunciar ao cargo. À chegada ao IX …

Cabeceamentos no futebol podem ser proibidos ou limitados. O problema é o risco de demência

A Federação escocesa de futebol prepara-se para proibir os cabeceamentos nos escalões com menores de 12 anos.  Em Inglaterra, fala-se em limitar este gesto futebolístico que foi associado a doenças neuro-degenerativas em vários estudos científicos. …

Fenómeno cerebral desvenda enigma sobre as casas do Neolítico

O comportamento humano está influenciado por aspetos inconscientes. Um deles é um fenómeno da perceção conhecido entre psicólogos como a negligência espacial cerebral. Este fenómeno refere-se à observação de que as pessoas saudáveis preferem o seu …

Justiça do Mónaco investiga José Eduardo dos Santos e Isabel dos Santos

As autoridades do Mónaco estarão a investigar a empresária angolana, assim como o seu pai e o seu marido, pelo crime de branqueamento de capitais. De acordo com o semanário Expresso, as autoridades judiciais do Mónaco …

Depressão Glória atinge Portugal continental com vento forte

A depressão Glória está a caminho. Segundo o Instituto Português do Mar e Atmosfera, no domingo, esperam-se rajadas de vento que podem atingir os 110 quilómetros por hora nas terras altas. A depressão Glória vai passar …

Governo não renova PPP do Hospital de Loures

O Estado não vai renovar a atual parceria público-privada (PPP) do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, que é gerido pelo grupo Luz Saúde, anunciou a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo …

Cientistas podem ter descoberto por que Beethoven ficou surdo

Ludwig van Beethoven começou a notar dificuldades de audição em 1798, com 28 anos. Com 44 ou 45, estava totalmente surdo. Aos 56 anos, o músico morreu e, até hoje, ainda não se sabe …