Margrethe Vestager aconselha Zuckerberg a passar das palavras aos atos

websummit / Flickr

A comissária europeia da Concorrência Margrethe Vestager

A comissária europeia da Concorrência falou no palco principal da Web Summit, esta quinta-feira, tendo sido uma das intervenções mais aguardadas no último dia da cimeira de tecnologia que decorreu em Lisboa.

Margrethe Vestager não é uma cara nova na Web Summit, mas nem isso fez com que os participantes da cimeira tecnológica perdessem o interesse na sua intervenção. Minutos antes de entrar no palco principal, o Altice Arena já estava cheio para ouvir o que a comissária europeia da Concorrência tinha para dizer.

A também vice-presidente eleita da Comissão Europeia, que ganhou notoriedade por ter tido mão pesada com as grandes tecnológicas norte-americanas, defendeu que estas empresas (como a Google, o Facebook ou a Apple) têm vindo a alterar a sua abordagem, porém, tornaram-se mais ambiciosas.

“As tecnológicas estão diferentes na sua abordagem. Agora, se vejo uma grande mudança é ao nível da ambição. Elas têm ainda maiores ambições. Se olharmos para os novos serviços da Google a serem lançados, para os planos do Facebook ou para os novos serviços da Apple, vemos mais ambição”.

Sobre a relação entre tecnologia e democracia, a comissária foi clara: “Temos de chegar ao nível adequado de ter a democracia a enquadrar a tecnologia e a dizer: ‘É assim que devem servir-nos‘. Temos discutido a fundo, no mundo real, o que queremos aceitar e o que não vamos aceitar. Simplesmente não percebo porque é que não é da mesma forma no mundo digital”.

Questionada pela jornalista Laurie Segall sobre o que diria a Mark Zuckerberg, Vestager disse ser “inspirador” ver uma empresa “extraordinária”, mas deixa o alerta de que mais do que palavras são precisos atos, para garantir que haja democracia e que empresas mais pequenas tenham também capacidade de competir.

“Mais do que palavras, são importantes as tuas ações. É importante que as empresas demonstrem os seus valores”, afirmou a comissária europeia, ressalvando, no entanto, que não pretende julgar ninguém.

Durante a sua intervenção, Vestager respondeu também sobre o facto de ser encarada como uma das reguladoras mais temidas.”Sentir-me-ia sozinha se não fosse isto. Costuma-se dizer que é preciso uma vila para criar uma criança e eu creio que é preciso uma comunidade como esta para tornar as tecnológicas humanas, porque é isso que estamos a fazer”.

Antes de pisar o palco principal, a comissária europeia deu uma conferência de imprensa, na qual afirmou que gostaria de ver uma taxação das empresas digitais “não só europeia, mas um acordo global“.

“Normalmente não há nenhuma razão para sermos otimistas em termos de impostos, porque normalmente é muito lento e difícil” de aplicar, mas no que diz respeito às taxas digitais, o desenvolvimento “tem sido rápido e ambicioso da parte da OCDE [Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico]”, acrescentou.

“Não faz sentido que a maioria das empresas paguem os seus impostos, mas algumas empresas, dependendo da sua tecnologia ou modelos de negócio, não”, apontou.

Nos últimos anos, a comissão europeia multou gigantes como a Apple em 13 mil milhões de euros por benefícios fiscais ilegais na Irlanda, o Facebook em 110 milhões de euros por disponibilização de informação enganosa na compra do Whatsapp ou a Google num total de quase oito mil milhões de euros por práticas abusivas em determinados produtos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Acesso à Internet deve ser considerado direito humano básico

Uma nova investigação, levada a cabo pela Universidade de Birmingham, no Reino Unido, concluiu que acesso à Internet deve ser um direito humano básico, pois significa a capacidade participar na vida pública. Merten Reglitz, professor de …

Fórmula 1 quer atingir emissões zero de CO2 até 2030

A Fórmula 1 pretende reduzir a zero as emissões de CO2 até 2030, com base num plano que pretende “pôr em marcha de imediato”, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional do Automóvel (FIA). O plano divulgado …

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …

“Máfia do Sangue”. Ministério Público deixa Octapharma fora da acusação

O Ministério Público (MP) deixou a farmacêutica Octapharma fora da acusação da operação "O Negativo" por considerar que o ex-administrador Lalanda e Castro montou um esquema de corrupção para a venda de plasma ao Serviço …