Marchas do 1.º de Maio em Paris, Istambul e Turim marcadas pela violência

A menos de uma semana da segunda volta das eleições presidenciais em França, o desfile do 1º de Maio ficou marcado, em Paris, com confrontos entre jovens encapuzados e a polícia.

Em Paris, algumas centenas de manifestantes, mascarados e encapuzados atiraram projéteis e coquetéis molotov contra as forças de segurança, que responderam com gás lacrimogéneo, tendo, pelo menos, três polícias ficado feridos.

A polícia conseguiu separar os jovens dos sindicalistas, que continuaram o desfile separadamente.

Na Turquia, 165 pessoas foram detidas pela polícia, em Istambul, a maioria por tentarem desfilar na praça Taksim, desafiando a proibição de realizar neste local manifestações no 1º de Maio.

Pelo terceiro ano consecutivo, a praça Taksim foi declarada fora dos limites das manifestações e a polícia bloqueou os pontos de entrada, permitindo apenas que pequenos grupos de representantes sindicais colocassem coroas de flores num dos monumentos.

Os principais sindicatos turcos concordaram realizar em Istambul e Ancara as manifestações em locais designados pelo governo, mas pequenos grupos tentaram chegar àquela praça.

Também na cidade italiana de Turim um grupo de manifestantes enfrentou a polícia durante a manifestação do Dia Internacional dos Trabalhadores, tendo-se vivido momentos de tensão devido aos confrontos.

Em Espanha, os dois principais sindicatos realizaram marchas para assinalar o 1º de Maio em mais de 70 cidades espanholas com o mote “Não há mais desculpas” e pediram ao governo para aumentar os salários e pensões.

Milhares de pessoas desfilaram nas ruas de Madrid, numa marcha em que foi liderada pelo secretário-geral da CCOO – Confederação Sindical das “Comisiones Obreras”, (historicamente ligada ao Partido Comunista), juntamente com o líder da União Geral de Trabalhadores (UGT – ligada ao PSOE).

Em Moscovo realizaram-se duas marchas para assinalar o 1º de Maio, que reuniram mais de um milhão e meio de russos no centro de Moscovo, desfiles que contaram com uma adesão superior a anos anteriores, segundo a agência de notícias Interfax.

Ambas inspiradas na nostalgia dos tempos soviéticos, os manifestantes agitaram bandeiras comunistas e retratos de Lenin, ao som de bandas de música.

Milhares de pessoas também celebravam o 1º de Maio na capital alemã sem registo de violência, apesar da polícia estar preparada para essa possibilidade.

Já na África do Sul, as comemorações ficaram marcadas por tumultos e com o principal sindicato do país a pedir a demissão ao Presidente Jacob Zuma.

Todos os discursos programados para o evento foram cancelados.

Na Grécia, milhares de pessoas manifestaram-se junto ao parlamento em Atenas, no dia em que elementos do governo se reuniram com os credores para discutir mais um pacote de austeridade.

Para protestar contra este novo programa de austeridade, o maior sindicato grego convocou uma greve geral para o dia 17 de maio.

Em Cuba, o maior evento político anual do país ficou marcado quando um homem, envergando uma bandeira norte-americana, rompeu a segurança e colocou-se à frente das dezenas milhares e pessoas que participavam na marcha, que era assistida pelo Presidente Raúl Castro.

Na Venezuela, a oposição organizou uma marcha para celebrar o primeiro mês de protestos contra o Presidente Nicolas Maduro e desafiar o poder que tradicionalmente organiza grandes desfiles no 1º de maio.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Metro de Nova Iorque pede à Apple para melhorar sistema de reconhecimento facial

A autoridade que gere o metro de Nova Iorque, nos Estados Unidos, pediu à gigante tecnológica Apple para melhorar o reconhecimento facial dos seus dispositivos depois de serem observados vários passageiros a retirar a máscara …

Rival da Tesla diz que o seu carro terá uma autonomia de 832 quilómetros

A empresa Lucid Motors, concorrente direta da Tesla no mercado automóvel elétrico, afirma que o seu carro Air terá uma autonomia de 832 quilómetros. A confirmar-se a autonomia deste carro, o automóvel da Lucid Motors ultrapassará …

Moradores das Maurícias estão a cortar o próprio cabelo para ajudar a evitar um desastre ambiental

Moradores das Maurícias estão a cortar o seu próprio cabelo para para tentar minimizar os danos causados pelo derrame de petróleo de um navio janponês encalhado nos recifes de coral ao largo da ilha. Estima-se que …

Atalanta 1-2 PSG | Reviravolta épica vale bilhete para as “meias”

Um final impróprio para cardíacos e o epílogo perfeito num excelente jogo. O PSG esteve a perder desde o minuto 27, mas em apenas três minutos dos descontos deu a volta ao texto diante da …

Um emblemático transplante nos EUA aconteceu graças a um coração "roubado"

Um dos primeiros transplantes de coração realizados no mundo aconteceu no Estados Unidos. O que muitos não sabem é que este caso de sucesso também deu aso ao primeiro processo civil no país por homicídio …

"Pandemia de sem-abrigo" nos EUA. Há 30 milhões de pessoas sob risco de despejo

Nos Estados Unidos da América avizinha-se uma "pandemia de sem-abrigo". Até ao final de setembro, 30 milhões de norte-americanos estão em risco de despejo devido à covid-19. Nos Estados Unidos, a pandemia de covid-19 pode estar …

Tráfego nas autoestradas cai para quase metade. Foi o pior trimestre de sempre

A rede da Associação Portuguesa das Sociedades Concessionárias de Autoestradas ou Pontes com Portagens (APCAP) registou de abril a junho "o pior trimestre de circulação e tráfego médio desde que há registos", recuando 46% devido …

Bielorrússia cortou acesso à internet e tentou fazer com que parecesse um acidente

No seguimento da reeleição de Alexandr Lukashenko na Bielorrússia, multiplicam-se os apagões de internet. O Governo diz que se trata de um ataque cibernético, mas há suspeitas de que seja um plano do presidente. Os protestos …

Resgatados 28 cães sem registo ou vacinas de barracões onde também vivia a proprietária em Lisboa

Vinte e oito cães foram retirados pela PSP terça-feira de barracões em Lisboa onde também vivia a proprietária, avança a agência Lusa, detalhando que os animais serão depois colocados para adoção.  Os animais foram posteriormente recolhidos …

Pela primeira vez em 300 anos, é possível visitar esta ilha em Cabo Cod

Pela primeira vez em 300 anos, uma ilha ao largo da costa de Cabo Cod, península em forma de gancho no estado norte-americano de Massachusetts, está aberta ao público. A Ilha Sipson é propriedade privada desde …