Marchas do 1.º de Maio em Paris, Istambul e Turim marcadas pela violência

A menos de uma semana da segunda volta das eleições presidenciais em França, o desfile do 1º de Maio ficou marcado, em Paris, com confrontos entre jovens encapuzados e a polícia.

Em Paris, algumas centenas de manifestantes, mascarados e encapuzados atiraram projéteis e coquetéis molotov contra as forças de segurança, que responderam com gás lacrimogéneo, tendo, pelo menos, três polícias ficado feridos.

A polícia conseguiu separar os jovens dos sindicalistas, que continuaram o desfile separadamente.

Na Turquia, 165 pessoas foram detidas pela polícia, em Istambul, a maioria por tentarem desfilar na praça Taksim, desafiando a proibição de realizar neste local manifestações no 1º de Maio.

Pelo terceiro ano consecutivo, a praça Taksim foi declarada fora dos limites das manifestações e a polícia bloqueou os pontos de entrada, permitindo apenas que pequenos grupos de representantes sindicais colocassem coroas de flores num dos monumentos.

Os principais sindicatos turcos concordaram realizar em Istambul e Ancara as manifestações em locais designados pelo governo, mas pequenos grupos tentaram chegar àquela praça.

Também na cidade italiana de Turim um grupo de manifestantes enfrentou a polícia durante a manifestação do Dia Internacional dos Trabalhadores, tendo-se vivido momentos de tensão devido aos confrontos.

Em Espanha, os dois principais sindicatos realizaram marchas para assinalar o 1º de Maio em mais de 70 cidades espanholas com o mote “Não há mais desculpas” e pediram ao governo para aumentar os salários e pensões.

Milhares de pessoas desfilaram nas ruas de Madrid, numa marcha em que foi liderada pelo secretário-geral da CCOO – Confederação Sindical das “Comisiones Obreras”, (historicamente ligada ao Partido Comunista), juntamente com o líder da União Geral de Trabalhadores (UGT – ligada ao PSOE).

Em Moscovo realizaram-se duas marchas para assinalar o 1º de Maio, que reuniram mais de um milhão e meio de russos no centro de Moscovo, desfiles que contaram com uma adesão superior a anos anteriores, segundo a agência de notícias Interfax.

Ambas inspiradas na nostalgia dos tempos soviéticos, os manifestantes agitaram bandeiras comunistas e retratos de Lenin, ao som de bandas de música.

Milhares de pessoas também celebravam o 1º de Maio na capital alemã sem registo de violência, apesar da polícia estar preparada para essa possibilidade.

Já na África do Sul, as comemorações ficaram marcadas por tumultos e com o principal sindicato do país a pedir a demissão ao Presidente Jacob Zuma.

Todos os discursos programados para o evento foram cancelados.

Na Grécia, milhares de pessoas manifestaram-se junto ao parlamento em Atenas, no dia em que elementos do governo se reuniram com os credores para discutir mais um pacote de austeridade.

Para protestar contra este novo programa de austeridade, o maior sindicato grego convocou uma greve geral para o dia 17 de maio.

Em Cuba, o maior evento político anual do país ficou marcado quando um homem, envergando uma bandeira norte-americana, rompeu a segurança e colocou-se à frente das dezenas milhares e pessoas que participavam na marcha, que era assistida pelo Presidente Raúl Castro.

Na Venezuela, a oposição organizou uma marcha para celebrar o primeiro mês de protestos contra o Presidente Nicolas Maduro e desafiar o poder que tradicionalmente organiza grandes desfiles no 1º de maio.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Radiotelescópio encontrou a sua primeira estrela morta giratória. É um "farol cósmico gigante"

Com a ajuda de um radiotelescópio de baixa frequência na Austrália, uma equipa de astrónomos descobriu um pulsar - uma estrela de neutrões densa que gira rapidamente, enviando ondas de rádio para o cosmos. Pela primeira, …

FC Porto 1-0 Guimarães | Dragão já vê Sporting no horizonte

O Porto venceu no fecho da 28ª jornada da Liga NOS pela margem mínima, na recepção ao Vitória SC, e conseguiu o principal objectivo, que passava por somar os três pontos e reduzir para quatro …

Italiano faltou ao trabalho durante 15 anos, mas ganhou quase 600 mil euros

Um funcionário de um hospital no sul de Itália recebeu o salário durante 15 anos, apesar de nunca ter aparecido para trabalhar. De acordo com a polícia italiana, citada pela cadeia televisiva CNN, Salvatore Scumace está …

Google ficou sem o domínio na Argentina (e Nicolás achou que ia ser o novo dono)

Na última quarta-feira, um jovem argentino achou que ia ficar rico à custa da distração da Google no seu país. Acabou por não acontecer e tudo ficou resolvido. "Que pague a dívida externa", "que compre vacinas", …

Lola, a robô humanóide, dá "passos de bebé" (e equilibra-se com as mãos)

Uma equipa de cientistas está a ensinar a robô humanóide Lola a dar "passos de bebé", equilibrando-se com as suas mãos em vários pontos de contacto. Há muito tempo que os investigadores estudam a locomoção de …

Presidente da República veta decreto sobre inseminação post mortem

O Presidente da República vetou, esta quinta-feira, o decreto do Parlamento sobre inseminação post mortem, considerando que suscita dúvidas no plano do direito sucessório e questionando a sua aplicação retroativa. Na mensagem dirigida à Assembleia da …

Primeiro-ministro francês está a receber centenas de peças de lingerie no correio

O primeiro-ministro francês tem estado a receber roupa interior feminina na sua caixa de correio. Foi a forma encontrada pelas lojas de lingerie para protestarem contra as restrições da pandemia que as obrigam a estar …

Inteligência artificial "identifica" autores dos Manuscritos do Mar Morto

Investigadores da Universidade de Groningen, nos Países Baixos, recorreram à inteligência artificial para concluir que os Manuscritos do Mar Morto foram redigidos por vários escribas, o que abre uma "nova janela" para o estudo do …

Inteligência Artificial vai ajudar a identificar fontes de poluição no Bangladesh

A produção de tijolos é uma fonte de poluição que ameaça a saúde da população e do planeta, mas regular esta indústria pode ser uma tarefa difícil para as autoridades. Para resolver o problema, uma …

Portimonense 1-5 Benfica | "Águia" arrasa em solo algarvio

O Benfica regressou aos triunfos depois de ter vencido o Portimonense por 5-1, numa partida relativa à 28.ª jornada da Liga NOS, após o desaire registado na recepção ao Gil Vicente.  Porém, não foi um duelo …