Marcelo mantém amizade com Salgado (até a sacrificar)

PSD / Flickr

Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo Rebelo de Sousa assume que continua a ser amigo de Ricardo Salgado, na sua primeira grande entrevista como candidato presidencial. Mas em caso de “alguma incompatibilidade”, o professor garante que sacrifica a amizade.

Em entrevista à SIC, Marcelo Rebelo de Sousa defende a sua amizade com o ex-banqueiro, que está a contas com a justiça no âmbito da queda do BES, sublinhando que a amizade não deve ter a ver com independência”.

“Nunca trabalhei para Ricardo Salgado nem para o Grupo Espírito Santo. Nem um parecer, nada”, garante o professor universitário.

“Se houver alguma incompatibilidade entre amizade e funções, sacrifico a amizade”, assegura Marcelo, realçando que criticou Salgado “quando ninguém abriu a boca para o atacar”.

“Quando Salgado era o ‘Dono Disto Tudo’, fui das poucas pessoas a atacar Ricardo Salgado”, atira o ex-comentador político, referindo-se à postura que assumiu após uma votação na Câmara de Lisboa que disse ser um favor feito ao GES.

Quanto ao governo de António Costa, Marcelo destaca que espera que “esta solução governativa dê certo”.

“Farei o possível para que seja duradoura, porque é bom para o país”, garante.

Deixando algumas críticas indirectas à postura de Cavaco Silva durante a recente crise política, o candidato, que leva vantagem nas sondagens, refere que “o Presidente da República não tem que ter estados de alma em relação ao governo em funções”.

Se for eleito Presidente, dissolverá o Governo caso haja “uma crise política grave que ponha em causa o funcionamento das instituições” de governação.

Finalmente, o professor reforça o cariz “independente” da sua candidatura, não recusando todavia, um eventual apoio de PSD e CDS.

“É uma campanha muito solitária, em que aceito apoios de pessoas, instituições e partidos, mas que não vincula em nada a minha candidatura aos apoios que venha a receber”, sublinha Marcelo.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Remodelação à vista (com saídas e trocas de pastas por "um Governo de combate")

O Governo de António Costa tem pela frente um mês de Julho decisivo que ficará marcado pela chegada dos fundos da bazuca europeia. E há dirigentes socialistas que acreditam que o primeiro-ministro deve aproveitar a …

Líderes da UE alertam Londres para respeitar acordo do Brexit

Os líderes da União Europeia (UE) alertaram o Governo britânico, este sábado, que os dois lados devem implementar o acordo do Brexit, numa reunião com o primeiro-ministro britânico à margem da cimeira do G7. A presidente …

Variante Delta está a crescer em Portugal. Lisboa e Vale do Tejo é a região mais afetada

As autoridades de saúde confirmam que já foi detetada, em Portugal, a transmissão comunitária da variante Delta do novo coronavírus. Esse cenário estará a ser mais evidente na região de Lisboa e Vale do Tejo. "Até …

Vírgula permite aos deputados receberem abono de exclusividade mesmo mantendo cargos em empresas

Um parecer da Comissão de Transparência permite aos deputados acumularem funções em empresas enquanto recebem o subsídio de exclusividade na Assembleia da República. Tudo por culpa de uma vírgula que desperta interpretações diversas. A situação é …

Grupo Espírito Santo só tem verbas para pagar 2,6% das dívidas

Os credores reclamam 11,5 mil milhões de euros em dívida, mas o império Espírito Santo só tem cerca de 300 milhões de euros. De acordo com o semanário Expresso, aquilo que resta do império Espírito Santo …

CTT reclamam dívidas de 67 milhões ao Estado

Os CTT iniciaram um processo de arbitragem contra o Estado, reclamando um total de 67 milhões de euros em compensações pelo impacto da pandemia de covid-19 e pela extensão unilateral do contrato de concessão. "Os CTT …

O candidato de Costa ao Porto só durou 24 horas (e a "asneira" pode sair-lhe cara)

Está lançada a confusão no PS Porto com a escolha do candidato do partido às próximas eleições autárquicas. O secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, não resistiu às reacções negativas à sua escolha para …

Mourinho Félix ao ataque. BdP "subjugou-se" à ex-ministra das Finanças

O antigo secretário de Estado Adjunto e das Finanças criticou, esta sexta-feira, a "falha grave" do Banco de Portugal (BdP) ao se ter subjugado à antiga ministra das Finanças quanto à capitalização inicial do Novo …

Castillo obtém a maioria dos votos nas Presidenciais peruanas

Pedro Castillo obteve a maioria dos votos nas eleições presidenciais de domingo no Peru, com 50,168% dos votos, restando apenas 0,328% para contar, uma distância que a sua rival, Keiko Fujimori, não será capaz de …

Câmara de Lisboa arrisca multa de 80 milhões devido à partilha de dados

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) terá cometido quatro violações à lei da Proteção de Dados, puníveis cada uma com uma coima até aos 20 milhões de euros. Em declarações ao jornal Público, Elsa Veloso, advogada …