Marcelo quer que se tirem “lições” sobre Odemira e critica “vozes contra os imigrantes”

Rodrigo Antunes / Lusa

Em visita à Escola Secundária Carolina Michaelis, no Porto, para assinalar o Dia da Língua Portuguesa, o Chefe de Estado foi questionado pelos jornalistas sobre a situação em Odemira, com a falta de condições para trabalhadores migrantes.

Marcelo Rebelo de Sousa reconheceu que a pandemia “pôs a nu fragilidades sociais”, algumas conhecidas, outras menos conhecidas.

O Presidente da República considerou que há várias “lições” a retirar desta situação, desde logo a “importância dos imigrantes para a economia e sociedade portuguesa”, estejam em situação regular ou irregular.

“De vez em quando ouvimos umas vozes muito contra os imigrantes; ora o que se veio a descobrir – e já sabíamos – é que há milhares e milhares de imigrantes que estão a contribuir para a economia portuguesa”, sejam legalizados ou clandestinos, disse Marcelo, reconhecendo que o número de casos ilegais pode até superar o esperado, mas frisando que todos, sem exceção, devem ser tratados com dignidade.

O Chefe de Estado evidenciou ainda a falta de condições de habitação em Portugal, não só para os imigrantes mas também para muitos portugueses. Uma situação que tem “efeitos sanitários”, salientou Marcelo Rebelo de Sousa, em referência aos casos de covid-19 registados nas zonas periféricas de Lisboa no ano passado.

O presidente da República refere-se ainda à polémica sobre a requisição do empreendimento Zmar por parte do Governo, defendendo que é preciso manter “a preocupação com a saúde pública” ao mesmo tempo que “respeitando a situação de entidades, pessoas ou famílias que porventura habitem a área que ou vem a ser requisitada ou objeto de acordo”.

“É muito bonito dizer-se que imigrantes não, e depois descobrir-se que imigrantes sim, quando dão jeito para trabalhar a fazer o que os portugueses não fazem, mas já não dão jeito para terem os direitos que lhes deviam corresponder”, refere.

O presidente adianta ainda que tem falado “com o maior número de pessoas” para entender a situação de Odemira e que está a acompanhar a situação, com as estruturas de apoio da presidência da República a entregarem relatórios.

Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Oito mortes e 891 casos de covid-19. Internamentos e incidência continuam a descer

Portugal registou, esta terça-feira, 891 novos casos e oito mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

A máscara de Marcos Rojo deixou uma criança a chorar

Imagem impressionante, na véspera de um jogo do Boca Juniors. Adaptando a ideia da publicação que será reproduzida mais abaixo, o futebol não é só uma bola a circular num relvado entre 22 jogadores. O futebol …

Erupção do vulcão nas Canárias pode durar até 84 dias

A erupção vulcânica de Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma pode durar entre 24 e 84 dias, com uma média geométrica de cerca de 55 dias, segundo cálculos do Instituto Vulcanológico das Ilhas …

PCP insiste que Governo vá “mais longe” e baixe o preço da energia

O PCP insistiu esta terça-feira que o Governo não se deve ficar pelo “não aumento” dos preços da energia, mas sim ir “mais longe”, intervindo para baixar estes valores, apontando que o executivo tem instrumentos …

Amnistia Internacional acusa farmacêuticas de recusar aumento da oferta de vacinas

Quando faltam 100 dias para o fim de 2021, a organização não governamental apela às farmacêuticas que forneçam dois mil milhões de vacinas a 82 países com rendimento baixos e médio-baixos, no sentido de se …

Lituânia avisa cidadãos para não comprarem telemóveis chineses devido à censura dos dispositivos

A tensão continua a aumentar entre a Lituânia e a China. O país europeu está agora a recomendar aos cidadãos que não comprem telemóveis chineses porque os dispositivos censuram alguns termos. O Ministério da Defesa da …

Talibã nomeiam enviado afegão para a ONU - e pedem para falar com líderes mundiais

Os talibã pediram para falar com os líderes na Assembleia Geral das Nações Unidas, a acontecer esta semana em Nova Iorque, e nomearam o seu porta-voz, Suhail Shaheen, a viver em Doha, como embaixador na …

"Erros" no currículo. Raquel Varela perdeu "apoio" para bolsa de 4 mil euros e leva caso a tribunal

A investigadora Raquel Varela está envolvida numa polémica depois de ter perdido o apoio do Instituto de História Contemporânea, no âmbito de um concurso a fundos públicos, devido a alegados "erros" no currículo. A notícia …

Nem com a maternidade o PS segura Coimbra. Sondagem dá vantagem ao PSD, numa corrida apertada

Na semana das autárquicas, uma sondagem aponta para que o PSD consiga roubar a Câmara de Coimbra ao PS, apesar da corrida estar apertada. A corrida autárquica em Coimbra tem sido uma das mais quentes da …

Após gestos obscenos, ministro da saúde brasileiro testa positivo à covid-19 em Nova Iorque

Governante brasileiro ficará em isolamento em Nova Iorque, enquanto a restante comitiva continua com as reuniões bilaterais. Perante a notícia divulgada pelo governo brasileiro, espera-se, agora, uma reação dos porta-vozes dos países cujos líderes se …