Marcelo estacionou em lugar para deficientes – mas foi só por um momento

juntosporportugal.pt

O presidente eleito, Marcelo Rebelo de Sousa

O movimento (d)Eficientes Indignados está revoltado com Marcelo Rebelo de Sousa porque o novo Presidente da República estacionou o carro num lugar reservado a pessoas com mobilidade reduzida.

O momento foi captado pelas câmaras da SIC durante uma reportagem sobre o primeiro dia de Marcelo Rebelo de Sousa depois de ter sido eleito Presidente da República com larga maioria.

Em declarações ao Jornal de Notícias, fonte próxima de Marcelo Rebelo de Sousa explica que “se tratou apenas de um momento para a reportagem da SIC, tendo ficado um polícia com a chave do carro“.

Facebook

Marcelo estaciona no lugar para deficientes

O novo Presidente deixou o carro no lugar reservado a deficientes enquanto foi ao café por onde passa habitualmente, de manhã.

Na mesma reportagem, o professor parece conduzir sem cinto de segurança, ouvindo-se um alerta sonoro enquanto conduz e fala com o jornalista da SIC.

No seguimento das imagens divulgadas pela SIC, o movimento (d)Eficientes Indignados publicou no Facebook uma carta aberta ao novo Presidente sob o título “ESSE ESTACIONAMENTO NÃO É SEU” – assim mesmo, em maiúsculas, para atestar a revolta com o caso.

“Apesar de ser professor catedrático há mais de 20 anos, vemo-nos obrigados a dar-lhe uma aula subordinada ao tema “cidadania e civismo”“, salientam os responsáveis pelo movimento, notando que Marcelo Rebelo de Sousa “mostrou uma forte carência de conhecimentos nesse domínio”.

Considerando que estacionar num lugar reservado a deficientes “é grave para qualquer cidadão”, alegam que é um comportamento “inqualificável para um futuro Presidente da República“.

O movimento espera agora “um pedido de desculpas” de Marcelo e que ele pague a devida coima de 60 a 300 euros prevista no Código da Estrada.

Leia a Carta Aberta a Marcelo do movimento (d)Eficientes Indignados na íntegra.

“Exmo Professor Marcelo Rebelo de Sousa,

Antes de mais, damos-lhe os parabéns pelo extraordinário momento que vive na sua vida. Foi eleito Presidente da República Portuguesa. Será, a partir de dia 9 de Março, a cara, a voz e o punho de um povo com cerca de 900 anos de história. Deve estar radiante e não é para menos. Nós, não estamos nada radiantes, e não é para menos também.

Apesar de ser professor catedrático há mais de 20 anos, hoje vemo-nos obrigados a dar-lhe uma aula subordinada ao tema “cidadania e civismo”. Só o fazemos porque no primeiro dia após a sua eleição, mostrou uma forte carência de conhecimentos nesse domínio. Grave para qualquer cidadão. Inqualificável para um futuro Presidente da República.

Entenda, por favor, que existem pessoas que por acidente ou doença se encontram fortemente limitadas na sua mobilidade. Devido ao reconhecimento dessa mesma realidade, foram criadas leis (veja bem como isto não deveria ser novidade para si) para atenuar as dificuldades e desvantagens que estas pessoas sentem diariamente. Agora tire apontamentos, é importante, sairá na frequência: segundo o art. 50º do Código da Estrada relativo à proibição de estacionamento, o Professor terá de pagar uma coima de 60 a 300 euros. É proibido estacionar sem dístico nos lugares reservados para pessoas com mobilidade reduzida. E mais (não pouse já a caneta): o art. 82º do código da estrada prevê relativamente à ausência de utilização de dispositivos de segurança uma coima de 120 a 600. Pois é, até chegar ao estacionamento reservado, conduziu sem cinto.

Hoje, ficamos por aqui. Já falamos de questões importantíssimas! Como trabalho de casa fica a exigência do pagamento das devidas multas, sendo que não dispensamos ainda um pedido de desculpas a todos os portugueses, em particular àqueles que vivem com diversidade funcional. Acreditamos que tenho sido um mau dia. Ainda temos esperança de um dia lhe dar uma nota excelente.

Os (d)Eficientes Indignados”

SV, ZAP

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. Já agora e no âmbito de regras de trânsito: Alguém chegou a ver o condutor que levava o “novo” Presidente da República da sede de campanha para a Fac. de Direito, AO TELEMÓVEL!!!!! Vejam as imagens da SIC!

    • Vi e não só, os jornalistas motoqueiros ultrapassavam pela direita outras viaturas etc.
      Se fosse um cidadão “comum” (porque em Portugal só são todos iguais só na constituição) eram as imagens razão suficiente mas como era o condutor do futuro “rei” (por alguma razão se agitava uma bandeira monárquica aquando da declaração do Marcelo afilhado do Marcello na noite que ganhou a eleição) não lhe deve ser aplicada qualquer coima.

      • Se fosse o sem paio da nódoa já não teria problemas, com certeza. Esta esquerdalha tem o direito de achincalhar tudo e todos que não concordem com eles. A campanha vergonhosa, cheia de ódios e sem vergonha conta PR Cavaco é ilustrativa. Ele foi eleito com várias maiorias absolutas, quer como PR quer como PM e tem uma legitimidade que a esquerda radical e monhé não tem nem terá nunca.

  2. Há alguns dias atrás para aceder ao multibanco estacionei, tal como o prof. Marcelo fez, mas levava cinto de segurança, num lugar reservado a pessoas com deficiência. Deixei a minha esposa dentro do carro com a chave, tal como o prof. Marcelo, e quase fui multado. Não devia ser o meu dia, tal como o prof. Marcelo. Já agora prof. os exemplos vêm de cima.

  3. Acho exagerado da parte do deficiente. Lá porque tem um lugar para deficientes, o lugar também não é dele, podia estar lá outro deficiente. Competia às autoridades remover o veículo caso se tratasse de uma infração. Acho bem o deficiente fazer valer os direitos mas também tem de haver respeito. Acho aceitável que o presidente pague a coima, agora que tenha que pedir desculpa não. Qualquer outro cidadão não iria pedir desculpa.

  4. Infelizmente tenho dístico de estacionamento, mas evito de o usar sempre que tenho lugares vagos e gratuitos.
    De qualquer forma se o lugar estiver ocupado; espero, se for o Sr. Presidente da República até seria divertido e esperaria também, afinal não queremos discriminação!… certo?
    Em vez de dizerem que o exemplo vem de cima, porque não ceder um lugar de estacionamento por breves momentos ao nosso Presidente, mesmo que este seja para deficientes?
    AFINAL É O NOSSO PRESIDENTE DA REPÚBLICA!
    A HUMILDADE É UMA VIRTUDE!…
    Acalmem-se e Respeitem-se.

  5. Pelos vistos não são deficientes em azia e em ideologia de esquerda, não será por não terem razão mas pelo puro oportunismo claramente odioso e ideológico, certamente com esse grau de deficiência ainda vão controlar as vezes que o presidente vai à sanita.

  6. Eu não votei no Marcelo. Mas congratulo-me (dadas todas as informações que podem ser lidas nesta notícia) por ter um Presidente da República que também pode, de vez em quando, fazer aquilo que todos os outros cidadãos fazem, em vez de uma múmia como aquela que ainda assombra ali o Palácio de Belém. E estou farto de zelotas politicamente correctos. Porque é que não escrevem cartas abertas por motivos (que não faltam) que valham a pena?

  7. Grande noticia gente… voltem là para a cama pois devem todos estar bem cansados !!!! Notei que o carro do presidente nao é Mercedes nem BMW, um simples carro. “Isso tambem vale noticia ???”. Presidente da Républica nao é PAPA!

  8. Muitos … podem ter razão e efetivo direito a ser-lhes facilitada a vida. Será este um dever da comunidade – ajudar o próximo.Mas quantos são mais APTOS do que eu, e arranjaram o papel para terem um lugar cativo?? Se calhar são estes que se estão A PRONUNCIAR DA FORMA EM QUE SE PRONUNCIAM. Sejam compreensivos…Atirem a primeira pedra! …. se nunca pecaram. . Então no dia em que deixarem o carro mal estacionado, não esperem que venha, chamem a polícia!

RESPONDER

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …