Contra “radicalismos, xenofobias e intolerâncias”. Marcelo vai ser distinguido pela mais antiga universidade da Europa

José Coelho / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, termina esta quarta-feira em Bolonha a sua visita de Estado a Itália, com um dia dedicado à educação, em que será distinguido pela mais antiga universidade da Europa.

O chefe de Estado vai viajar de comboio de Roma para Bolonha, depois de prestar homenagem ao soldado desconhecido, na capital italiana. À chegada a Bolonha, terá uma audiência com o presidente da Emilia Romagna, Stefano Bonaccini, na sede desta região administrativa.

Depois, receberá o Sigillum Magnum da Universidade de Bolonha, uma medalha atribuída pela instituição a personalidades desde 1888, numa cerimónia em que estará o Presidente da República Italiana, Sergio Mattarella, também ele formado em Direito e antigo professor universitário.

Na terça-feira, quando foi recebido por Sergio Mattarella no Palácio do Quirinal, em Roma, Marcelo Rebelo de Sousa agradeceu-lhe a honra da sua presença “na ida à primeira das primeiras universidades europeias, a Universidade de Bolonha”, na qual considerou que irá “reencontrar o espírito académico”.

Marcelo colocou-se lado a lado com o Presidente de Itália, Sergio Mattarella, na defesa “de uma posição comum da União Europeia sobre migrações”. “É preciso que a UE tenha uma posição comum”, afirmou Marcelo. “O problema das migrações deve ser assumido globalmente pela UE, nenhum país sozinho conseguirá resolvê-lo”, concordou Mattarella.

Marcelo defendeu ainda, de acordo com o semanário Expresso, a “rejeição dos radicalismos, xenofobias, incompreensões e intolerâncias” e criticou “alguns poderosos que colocam os seus interesses egoístas à frente de uma visão global da humanidade”.

“Ele sabe, como eu sei, que ser-se chefe de Estado é muito importante, mas que ainda é mais importante a formação académica, aquilo que o marcou e que me marcou. Foi aí que aprendemos os princípios e os valores. Por isso, fico muito sensibilizado pela presença do Presidente Sergio Mattarella”, afirmou.

Em Bolonha, os dois presidentes terão depois uma “cerimónia oficial de despedida, que simboliza o fim formal da visita de Estado”, mas o programa de Marcelo Rebelo de Sousa só termina na Câmara Municipal, com “um diálogo com estudantes universitários”.

Segundo uma estimativa consultar, residem atualmente em Itália cerca de sete mil portugueses, grande parte dos quais estudantes, num dos países europeus que mais acolhem alunos de outros Estados-membros da União Europeia, num total de perto de 45 mil, de acordo com o Eurostat.

Nesta deslocação a Itália, o Presidente da República está acompanhado pela secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias, e pelos deputados à Assembleia da República Jorge Lacão, do PS, Adão Silva, do PSD, e Bruno Dias, do PCP. A deputada do CDS-PP Ana Rita Bessa não pôde integrar a comitiva, à última hora, por motivos de saúde.

Esta é a sua 16.ª visita de Estado e a sua quarta deslocação a Itália como chefe de Estado, onde esteve logo no início do seu mandato, em maio de 2016, a caminho de Moçambique, tendo sido recebido na altura em Roma pelo Presidente italiano, Sergio Mattarella.

Em maio de 2018, esteve em Florença, para uma conferência sobre a Europa, e em maio deste ano participou em Nápoles numa reunião da organização empresarial Cotec Europa. O Presidente de Itália, por sua vez, efetuou uma visita de Estado a Portugal em dezembro de 2017.

O chefe de Estado chegou à capital italiana na segunda-feira e esteve com representantes da comunidade portuguesa ao final desse dia, depois de inaugurar uma exposição de fotografia sobre os papas em Fátima.

O dia de terça-feira foi reservado para os contactos institucionais, com encontros com o Presidente de Itália, com o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, e os presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. hoje qualquer um pode receber uma carica, prémio nobel ou distinção qualquer coisa são as novas modernices onde o satanismo impera.

RESPONDER

Cientistas estão a plantar mesas de xadrez de corais para restaurar recifes - e contam com a ajuda de garrafas de Coca-Cola

Nas últimas três décadas, os recifes de coral têm sofrido uma grande tensão e consequente destruição, devido ao impacto das alterações climáticas. Agora, os cientistas querem minimizar os danos e já encontraram uma solução. O objetivo …

Belenenses 0-4 Sporting | Melhor o resultado que a lesão

O Sporting, da I Liga, venceu hoje o Belenenses, do Campeonato de Portugal, por 4-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, garantindo o apuramento para a próxima fase da competição. No …

Sintrense 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto, da I Liga, venceu hoje o Sintrense, do Campeonato de Portugal, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, e segue em frente na competição. A jogar em …

Nova tecnologia usa calor dos estacionamentos subterrâneos para aquecer apartamentos

A startup Enerdrape, que funciona dentro da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, desenvolveu uma tecnologia que aproveita o calor emanado pelo solo no aquecimento de apartamentos. Quase 60% do aquecimento utilizado nos edifícios residenciais …

Pela primeira vez, um drone transportou os pulmões de um dador em segurança. Voo demorou seis minutos

Pela primeira vez na história da medicina, um drone aéreo transportou os pulmões de um dador com rapidez e segurança entre dois hospitais. O voo, que durou apenas seis minutos, ocorreu no passado dia 25 de …

Grupo de hackers clonou a voz de empresário para roubar 35 milhões de dólares do banco

Um grupo de hackers clonou a voz do diretor de uma empresa, conseguindo assim roubar mais de 35 milhões de dólares de um banco nos Emirados Árabes Unidos. No início do ano passado, o gerente de …

Portugueses comem duas vezes mais do que o recomendando

Os portugueses consumiram, em média, duas vezes mais calorias do que o recomendando para um adulto entre 2016 e 2020, ano em que a pandemia provocou uma redução do consumo de alimentos diário, mas ainda …

Aos 95 anos, a rainha Isabel II terá de abdicar da sua bebida favorita

A monarca foi aconselhada pelos médicos a abdicar do seu habitual martini de fim de dia, em antecipação a uma fase de agenda especialmente preenchida. Com 95 anos, a rainha Isabel II tem tido uma semana …

Médicos vão avaliar estado mental do atacante da Noruega

A investigação ao ataque com arco e flecha que na quarta-feira fez cinco mortos na Noruega reforçou, até agora, a tese de um ato devido a doença, anunciou hoje a polícia norueguesa. “A hipótese que foi …

Há mais de 100 anos, o Hawai teve uma monarquia - mas a força da princesa Ka'iulani não chegou para a preservar

Antes de morrer, com apenas 23 anos, a princesa Victoria Ka'iulani foi a última herdeira da coroa havaiana. A jovem era uma das últimas esperanças em manter a monarquia viva, mas nem a sua determinação …