Nova máquina repara e mantém fígados vivos fora do corpo humano durante uma semana

Um novo sistema consegue manter um fígado humano vivo fora do corpo durante sete dias, período no qual o órgão danificado pode ser reparado e preparado para o transplante.

As tecnologias convencionais conseguem sustentar um fígado fora do corpo durante cerca de 24 horas. No entanto, a nova máquina de perfusão, desenvolvida por cientistas do Hospital Universitário de Zurique, ETH Zurique, Wyss Zurique e Universidade de Zurique, na Suíça, estende esse limite para uma semana.

O sistema consegue ainda reparar um fígado de doador inadequado e voltar a colocá-lo num aparente saúde normal, curando os problemas causados por doenças hepáticas graves.

O sistema foi testado em fígados de suínos e humanos, preparando o terreno para os transplantes humanos reais. O novo estudo, liderado por Pierre-Alain Clavien e Philipp Rudolf von Rohr, foi publicado esta semana na revista científica Nature Biotechnology.

De acordo com um comunicado, o sistema utiliza novas tecnologias para sustentar o fígado fora do corpo. A máquina simula funções corporais normais, como fornecimento de sangue e oxigénio, gestão dos níveis de glicose e contagem de glóbulos vermelhos e remoção de resíduos, entre outros.

As funções corporais simuladas são complementadas pela infusão de agentes curativos, como nutrientes e outros compostos essenciais. Os algoritmos funcionam em segundo plano para ajustar os valores e a “máquina de perfusão é totalmente automatizada, evitando a necessidade de presença constante de pessoal”, de acordo com o estudo.

Quando este projeto começou, em 2015, o sistema inicial só conseguia manter o fígado vivo durante cerca de 12 horas. Ao testar 70 fígados de suínos, os investigadores refinaram o sistema, encontrando novas maneiras de controlar o metabolismo da glicose, remover resíduos e até empurrar o fígado como se estivesse dentro de um corpo real. Com o tempo extra, os cientistas conseguiam reparar os fígados danificados, eliminando depósitos de gordura e facilitando a regeneração dos tecidos, por exemplo.

Depois, os cientistas usaram 10 fígados humanos que tinham sido rejeitados para transplante e que seriam descartados devido ao seu mau estado. Dos 10 fígados, a máquina de perfusão conseguiu recuperar seis após sete dias.

Os testes laboratoriais foram positivos, mostrando função normal, energia celular robusta e estrutura hepática intacta. Porém, os fígados perderam peso durante os sete dias, caindo para cerca de 25% da sua massa original. Os cientistas não sabem ao certo por que isso aconteceu, mas acreditam que não deve ter um “impacto negativo” na função normal.

A nova técnica abre novas possibilidades, como o transporte de órgãos por longas distâncias. Outra possibilidade é dividir um fígado doado em vários pedaços e regredi-lo na máquina de perfusão. Se possível, isso pode duplicar –  ou até triplicar – o número de fígados disponíveis para transplante.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Trump vê condenação de Harvey Weinstein como "uma grande vitória"

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse hoje que a condenação por crimes sexuais do ex-produtor Harvey Weinstein constitui uma "mensagem muito forte". "Considero que do ponto de vista das mulheres (...) é uma grande …

Viúva de Kobe Bryant avança para tribunal contra empresa que operava helicóptero

Vanessa Bryant avançou com uma ação por homicídio involuntário contra a empresa que operava o helicóptero que caiu, causando a morte do seu marido, Kobe Bryant, da filha Gianna e de outras sete pessoas. A queixa …

Covid-19: Confirmado primeiro caso de infeção na Catalunha

A Espanha anunciou hoje o primeiro caso de infeção pelo novo coronavírus na Catalunha, subindo assim para quatro o número de infetados em território espanhol. Os pormenores sobre este novo caso agora na comunidade catalã serão …

Traficante perde códigos de contas com 53,6 milhões de euros em bitcoins

Um traficante irlandês, que acumulou uma fortuna de 55 milhões de euros em bitcoins, perdeu os códigos para aceder às contas depois de os esconder no estojo onde estava guardada a sua vara de pescar, …

Morreu Katherine Johnson, a matemática que ajudou a levar o Homem à Lua

A matemática norte-americana Katherine Johnson, que trabalhou para a agência espacial norte-americana (NASA), morreu esta segunda-feira aos 101 anos. A informação foi avançada no fim da tarde desta segunda-feira pelo administrador da NASA, Jim Bridenstine, …

Asia Bibi quer obter asilo político em França

A cristã paquistanesa Asia Bibi, condenada à morte por blasfémia em 2010 e absolvida oito anos depois, antes de se refugiar no Canadá, referiu esta segunda-feira pretender obter asilo político em França. Asia Bibi disse à …

Covid-19. Itália com 50 novos casos e Portugal com novo suspeito

Em Portugal, a DGS confirmou um novo caso suspeito de infeção. Por sua vez, as autoridades italianas anunciaram a existência de 50 novos casos de infetados com Covid-19. A Direção-Geral de Saúde confirmou, esta terça-feira, …

Benfica também está interessado em Rúben Amorim

O Benfica junta-se ao Sporting na corrida pela contratação do treinador do Sporting de Braga, Rúben Amorim. O jovem técnico tem impressionado ao serviço dos bracarenses. Depois de se falar do interesse do Sporting CP em …

15 anos após gravação sem autorização, Estado condenado a indemnizar Sá Fernandes

O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem condenou o Estado português a pagar uma indemnização de 3 mil euros ao advogado Ricardo Sá Fernandes. Em causa está um acórdão assinado pelo juiz Rui Rangel em …

Contribuintes têm até esta terça-feira para validar faturas (e podem valer até 2.500 euros no IRS)

Os contribuintes que, no ano passado, colocaram o seu NIF em faturas devem verificar se todas estão corretamente associadas à tipologia de despesas a que correspondem para efeitos de IRS, terminando esta terça-feira o prazo …