Cientistas descobrem que as mantas gostam de socializar e de fazer amigos

Embora já tenham sido consideradas criaturas solitárias, um novo estudo descobriu que as mantas formam relações sociais e escolhem parceiros sociais.

De acordo com o IFLScience, uma equipa de cientistas estudou mais de 500 grupos sociais de mantas ao longo de cinco anos no Parque Marinho Raja Amput, na Indonésia — considerado um dos habitats marinhos mais biodiversos da Terra — para analisar como estes animais interagem uns com os outros.

Foram tiradas fotografias de identificação de todas as mantas e os investigadores monitorizaram quais destes peixes foram vistos com outros e em que horários e locais. Os resultados foram agora publicados na revista Behavioral Ecology and Sociobiology.

“As mantas têm preferências sociais ativas, o que significa que estão ativamente a escolher socializar com outros indivíduos que conhecem; e lembram-se do seu contacto social com esses indivíduos, ou seja, podemos dizer que têm amigos“, explica ao mesmo site o autor do estudo, Rob Perryman.

A equipa descobriu que as manta Mobula alfredi têm vários “comportamentos socialmente mediados” dentro de dois grupos diferentes: um composto sobretudo por mantas fêmeas maduras e outro com uma mistura de machos, fêmeas e juvenis.

Embora não vivam em grupos sociais estreitos, as fêmeas tendem a estabelecer laços de longo prazo com outras. Os machos, por outro lado, não formam conexões fortes, possivelmente devido a estratégias reprodutivas.

“Embora tenhamos descoberto que muitas das mantas têm preferências sociais que duram várias semanas ou meses, não havia assim tantas relações que permanecessem fortes entre os anos estudados”, disse ainda Perryman.

O investigador acrescenta que isto sugere que estas relações sociais podem ser alianças temporárias alinhadas com os movimentos sazonais que permitem às mantas agruparem-se numa vida similar ou no estágio reprodutivo, talvez para se protegerem de predadores ou de tentativas indesejadas de acasalamento.

A localização também desempenhou um papel importante na forma como as manta formam laços sociais. Estes animais tendem a regressar às estações de limpeza preferidas com os mesmos grupos. Certos grupos foram regularmente observados no mesmo local juntos, sugerindo que esses lugares podem servir como pontos de encontro ou que algumas mantas têm fortes conexões com certas estações de limpeza.

No entanto, Perryman destaca que o seu estudo apenas dá alguns “snapshots” no tempo e no espaço, havendo grandes intervalos de tempo que podem não ter sido observados.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …

Pandemia pode trazer nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas

A pandemia de Covid-19 pode trazer uma nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas como limpeza de superfícies infetadas ou vigiar pessoas em quarentena, afirmam esta quarta-feira alguns dos principais investigadores internacionais em …

Multimilionários refugiam-se da Covid-19 a bordo de iates

Vários multimilionários têm procurado refugiar-se da pandemia de Covid-19, que nasceu em dezembro passado na China, em alto mar, a bordo de iates de luxo. Em declarações ao jornal The Telegraph, Jonathan Beckett, executivo da …

Este mamífero consegue sobreviver a quase sete mil metros de altura

Cientistas pensam ter confirmado que um pequeno rato descoberto no vulcão Llullaillaco, nos Andes, é o mamífero que consegue viver à maior altitude já conhecida (6739 metros). Segundo o IFLScience, o Phyllotis xanthopygus rupestris foi descoberto, …

O glaciar Denman recuou quase cinco quilómetros nos últimos 22 anos

O glaciar Denman, na Antártica Oriental, recuou cerca de cinco quilómetros nos últimos 22 anos. Investigadores da Universidade da Califórnia, Irvine e do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA estão preocupados coma topografia exclusiva …

Gruta em Setúbal mostra que os Neandertais também eram pescadores

Cientistas encontraram restos de alimentos numa gruta, no distrito de Setúbal, que comprovam que os Neandertais também se alimentavam de espécies marinhas. De acordo com o jornal espanhol ABC, restos encontrados por uma equipa de arqueólogos …

Associação alerta para riscos da mudança da hora em tempos de confinamento

O presidente da Associação Portuguesa de Cronobiologia e Medicina do Sono advertiu hoje que os efeitos potencialmente adversos causados pela mudança da hora podem acentuar-se devido ao confinamento obrigatório das pessoas na sequência da pandemia …

Governo português legaliza estrangeiros ilegais. "A prioridade é a defesa da saúde"

O Governo português decidiu regularizar os estrangeiros com pedidos pendentes no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, medida em vigor desde a declaração do estado de emergência, no dia 19, e que lhes garante os mesmos …

Cirque du Soleil despediu 95% dos trabalhadores e pode ir à falência (mas vai dando shows online)

O Cirque du Soleil pode ser mais uma vítima do coronavírus. A empresa que gere o circo está a analisar a possibilidade de declarar a falência devido a dívidas avultadas e depois de ter despedido …

Ordem dos Médicos está a avaliar uso de medicamento não testado para travar Covid-19

Portugal pode tornar-se no segundo país do mundo a usar hidroxicloroquina como forma de prevenção de Covid-19. A Ordem dos Médicos (OM) estará a estudar essa possibilidade, de acordo com o Expresso. O semanário refere que …