Mancha vermelha de Júpiter é provavelmente uma “queimadura” solar

NASA / JPL-Caltech / Space Science Institute

 Investigações sugerem que efeitos da luz do Sol produzem a cor da Grande Mancha Vermelha de Júpiter. As nuvens desta característica gigantesca encontram-se a muito maiores altitudes do que aquelas noutros pontos do planeta, e a sua natureza de vórtice confina as partículas avermelhadas assim que se formam.

Investigações sugerem que efeitos da luz do Sol produzem a cor da Grande Mancha Vermelha de Júpiter. As nuvens desta característica gigantesca encontram-se a muito maiores altitudes do que aquelas noutros pontos do planeta, e a sua natureza de vórtice confina as partículas avermelhadas assim que se formam.

De acordo com uma nova análise de dados da missão Cassini da NASA, a cor avermelhada da Grande Mancha Vermelha (GMV) de Júpiter é provavelmente o resultado de produtos químicos simples, quebrados pela luz solar na atmosfera superior do planeta.

Os resultados contradizem a outra teoria principal para a origem da cor marcante da mancha – a de que os químicos avermelhados vêm de baixo das nuvens de Júpiter.

Os resultados foram apresentados há duas semanas por Kevin Baines, cientista da missão Cassini no JPL da NASA em Pasadena, durante uma reunião da Sociedade Astronómica Americana em Tucson, no estado americano do Arizona.

Baines e os colegas Bob Carlson e Tom Momary, também do JPL, chegaram às suas conclusões usando uma combinação de dados da passagem rasante da Cassini por Júpiter em 2000 e experiências de laboratório.

NASA

O astrofísico Kevin Baines, do JPL da NASA

O astrofísico Kevin Baines, do JPL da NASA

Em laboratório, os investigadores atingiram amónia e acetileno – químicos que se sabe existirem em Júpiter – com luz ultravioleta, para simular os efeitos do Sol sobre estes materiais nas alturas extremas das nuvens da Grande Mancha Vermelha.

Isto produziu um material avermelhado, que a equipa comparou com a GMV, observada pelo instrumento VIMS (Visible and Infrared Mapping Spectrometer) da Cassini.

Os cientistas descobriram que as propriedades de dispersão da luz da sua mistura química têm uma boa correspondência com um modelo da Grande Mancha Vermelha onde o material de cor vermelha está confinado às zonas superiores deste ciclone gigantesco.

“Os nossos modelos sugerem que a maior parte da Grande Mancha Vermelha tem na verdade uma cor muito sem graça, por baixo de uma nuvem superior de material avermelhado,” acrescenta Baines.

“Por baixo da ‘queimadura’ solar vermelha as nuvens são provavelmente esbranquiçadas ou acinzentadas”, acrescentou.

Júpiter é composto quase inteiramente por hidrogénio e hélio, com apenas um punhado de outros elementos.

A Grande Mancha Vermelha é uma característica da atmosfera superior de Júpiter, do tamanho de duas Terras.

Outras áreas de Júpiter apresentam uma paleta mista de laranjas, castanhos e até mesmo tons de vermelho. Baines diz que estes locais têm nuvens altas e brilhantes, que se sabe serem muito mais finas, permitindo observar as profundezas da atmosfera onde existem substâncias mais coloridas.

Quanto ao porquê da intensa cor vermelha, vista apenas na GMV e noutras manchas mais pequenas no planeta, os investigadores pensam que a altitude desempenha um papel fundamental.

“A Grande Mancha Vermelha é extremamente alta,” comenta Baines. “Ela atinge altitudes muito mais altas do que as nuvens noutros lugares de Júpiter.”

A equipa pensa que as grandes alturas da mancha activam e reforçam a vermelhidão.

Os seus ventos transportam partículas geladas de amónia para mais alto na atmosfera do que o habitual, onde são expostas a muito mais radiação ultravioleta do Sol. Além disso, a natureza de vórtice do local confina as partículas, impedindo-as de escapar.

Isto faz com que a vermelhidão do topo das nuvens da mancha aumente para além do que de outra forma seria de esperar.

CCVAlg

PARTILHAR

RESPONDER

Federer acusado de manobrar a tabela ATP

Contas da associação de tenistas foram alteradas por causa do coronavírus. Roger Federer está no quinto lugar mas só disputou um torneio ao longo de 2020. Em ano anormal, contas anormais: a tabela oficial da Associação …

Astrónomo do Instituto SETI garante que vamos encontrar extraterrestres até 2036

Seth Shostak, astrónomo e astrofísico do Instituto SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence) está convencido de que os humanos vão encontrar uma civilização extraterrestre inteligente até 2036. “O SETI duplica a velocidade aproximadamente a cada dois anos …

Mais leve e elegante. Assim é a nova e-bike que vai chegar às ruas da Europa

A startup Urban Cycles Oy, com sede em Helsínquia, demarcou uma espécie de lacuna no mercado europeu de bicicletas elétricas e por isso quis preenchê-la. O objetivo era produzir uma bicicleta elegante e mais leve. Um …

Incêndio reduz a maior ilha de areia do mundo a metade. É Património da Humanidade

Quase metade de Fraser, a maior ilha de areia do mundo, que se situa no nordeste da Austrália e foi classificada como Património da Humanidade pela UNESCO, foi destruída por um incêndio florestal. O incêndio queimou …

"Toca de bruxaria" permaneceu até agora numa casa do século XVI. Encontrados crânios de cavalo e veneno

Uma casa cheia de objetos ocultos foi recentemente alvo de grande interesse. O espaço estava localizado dentro de numa casa do século XVI no País de Gales, e encontrava-se repleto de objetos ocultos, incluindo crânios …

Em 1843, o primeiro cartão de Natal foi considerado "escandaloso" (agora vai ser leiloado pela Christie)

Um exemplar do primeiro cartão de Natal impresso comercialmente, em 1843, que retratava uma cena da era vitoriana que escandalizou a população, vai ser posto à venda esta sexta-feira e é considerado um item raríssimo. Este …

Marcelo quer alívio de restrições no Natal sem pôr em xeque janeiro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta sexta-feira esperar que a "possível exceção" no Natal ao quadro de restrições para conter a covid-19 "seja bem entendida e bem vivida" e não provoque …

Bill Gates diz que o mundo estará de volta à normalidade já na primavera de 2021

Bill Gates, que desde 2015 tinha vindo a lançar alguns alertas sobre uma possível pandemia, deixou agora uma mensagem de esperança ao dizer que acredita que os EUA irão voltar ao normal na primavera de …

Mais um passo na hegemonia. China constrói aldeia nos Himalaias, em zona também disputada pela Índia e pelo Butão

Novas imagens de satélite mostram que a China construiu uma aldeia nos Himalaias, ao longo de uma fronteira que também é disputada pela Índia e pelo Butão, e que foi palco de um impasse agressivo …

João Félix eleito jogador do mês da liga espanhola. Ronaldo vence prémio em Itália

O português João Félix, do Atlético de Madrid, foi eleito o melhor jogador da Liga espanhola de futebol do mês de novembro. O luso revelou-se uma peça fundamental durante todo o mês e ajudou a equipa …