Mamute bebé da Idade do Gelo encontrado no metro de Los Angeles

Trabalhadores do metro de Los Angeles, nos EUA, andam literalmente a tropeçar em fósseis com 10.000 anos desde 2014, altura em que começaram obras de extensão da linha. A mais surpreendente descoberta é o crânio de um mamute bebé da última Idade do Gelo.

Até agora, e desde que começaram as obras no metro de Los Angeles, em 2014, os trabalhadores de construção civil já encontraram uma mandíbula de coelho, dentes de mastodonte, parte da perna de um camelo, vértebras de bisonte e um dente e um tornozelo de um cavalo.

Estes fósseis têm cerca de 10 mil anos, reportando à última Idade do Gelo, e as suas escavações foram supervisionadas de perto pela paleontologista Ashley Leger, que faz parte do staff destacado para a obra. Em Los Angeles, e dada a riqueza de fósseis do subsolo da zona, todas as obras de construção no metro têm que incluir paleontologistas.

Leger destaca a descoberta de um crânio intacto de um mamute-columbiano como a mais importante que foi feita até agora no local, conta ao jornal The Daily Mail. Trata-se de um exemplar jovem de uma das maiores espécies de mamutes que existiu.

“É um sonho tornado realidade”, refere a paleontologista, sublinhando que o fóssil de um mamute é “o mais difícil de encontrar” e que é também “raro encontrá-lo quase intacto”, como foi o caso. O fóssil inclui ainda as presas ligadas ao crânio.

Este mamute recebeu o nome de Hayden, inspirado no facto de o trabalhador que primeiro o detectou ter visto, poucos segundos antes, a actriz Hayden Panettiere na televisão.

O fóssil está exposto ao público no Museu La Brea Tar Pits, em Los Angeles, e está ainda a ser alvo da análise dos paleontologistas.

Entretanto, as obras no metro continuam com Leger de olhos bem abertos em busca de novas surpresas que nos ajudem a compreender melhor como era a vida de outros tempos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam algoritmo para identificar covid-19 a partir do som da tosse

Investigadores de vários países criaram um algoritmo que afirmam poder identificar se uma pessoa tem covid-19 a partir do som da sua tosse. Cientistas do México, Estados Unidos, Espanha e Itália, liderados por uma equipa do …

Para proteger o fundo do mar, novo sistema permite atracar vários barcos com uma só "âncora"

Quando vários barcos se amontoam numa enseada durante a noite, cada um deles lança uma âncora que pode potencialmente danificar os corais e a vida marinha no fundo do mar. O sistema Seafloat foi criado …

Japão e Estados Unidos assinam acordo de cooperação para exploração da Lua

O Ministério da Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia do Japão e a agência espacial dos Estados Unidos (NASA) assinaram um acordo de colaboração entre os dois países no programa Artemis, para a exploração da …

Washington Redskins mudam de nome por ser considerado racista

A equipa de futebol americano, até aqui denominada de Washington Redskins, vai abandonar essa designação, considerada de teor racista, para designar nativos da América do Norte. Em comunicado, a equipa de Washington explicou que, depois de uma …

Flores precisaram de cerca de 50 milhões de anos para se tornarem o que são hoje

As plantas com flor evoluíram há cerca de 100 milhões de anos, mas precisaram de outros 50 milhões de anos para diversificar e tornarem-se aquilo que são hoje, sugere uma equipa de investigadores. Os cientistas documentaram …

Estudo sugere que imunidade à covid-19 pode desaparecer em poucos meses

A imunidade adquirida por anticorpos após a cura da covid-19 pode desaparecer em alguns meses, o que poderá complicar o desenvolvimento de uma vacina eficaz a longo prazo, sugere um estudo britânico divulgado esta segunda-feira. "Este …

60 anos depois, já se sabe o que aconteceu aos 9 russos que desapareceram na Montanha da Morte

Passados 61 anos, o mistério da morte de nove esquiadores russos que faziam uma caminhada pelos Montes Urais, perto da chamada Montanha da Morte, foi finalmente resolvido. Em 1959, nove viajantes russos que faziam uma caminhada …

Médicos Sem Fronteiras é "institucionalmente racista", acusam atuais e ex-colaboradores

Uma declaração assinada por mil atuais e ex-funcionários revela que a Organização Não Governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF) é "institucionalmente racista" e reforça o colonialismo e a supremacia branca no trabalho humanitário que pratica. Na …

Empresa culpada pela crise de opioides fez contribuições políticas após declarar falência

A Purdue Pharma, empresa culpada pela crise de opioides nos Estados Unidos, fez contribuições políticas após ter sido processada e declarado falência. Os opioides são usados para aliviar a dor, mas também provocam uma sensação exagerada …

Norte-americano morre após ir a festa para provar que a covid-19 é uma farsa

Um norte-americano de 30 anos, de San Antonio, no estado do Texas, morreu de covid-19 depois de ir a uma festa para provar que a doença era uma farsa, informou a media local. O homem foi …