Mamute andou tanto durante a sua vida, que podia ter dado quase duas voltas à Terra

Cientistas conseguiram refazer a jornada de um mamute-lanoso do Ártico, mostrando que, durante os seus 28 anos de vida, o animal andou quase o equivalente a ter dado duas voltas à Terra.

Segundo o site EurekAlert!, a equipa conseguiu reunir detalhes sem precedentes da vida deste mamute-lanoso através da análise de um fóssil de uma das suas presas, com 17 mil anos, que se encontrava no Museu do Norte da Universidade do Alasca.

Ao gerar e estudar dados isotópicos na presa do animal, os cientistas foram capazes de combinar os seus movimentos e a sua dieta com mapas isotópicos da região. O estudo, publicado na revista Science esta sexta-feira, mostra que estes mamutes percorriam longas distâncias.

“Não é ainda claro se foi um migrador sazonal, mas andou por uma área significativa. Visitou muitas partes do Alasca em algum momento da sua vida, o que é incrível tendo em conta o quão grande é essa área”, declarou Matthew Wooller, investigador da Universidade do Alasca Fairbanks e um dos autores principais do artigo científico.

As análises isotópicas tão detalhadas foram possíveis graças à forma como as presas dos mamutes cresciam, pois ao longo da vida iam ganhando novas camadas.

“Desde o momento em que nasciam até ao dia em que morriam, os mamutes tinham um diário que era escrito nas suas presas. A Mãe Natureza não costuma oferecer registos tão convenientes e de tão longa duração da vida de um indivíduo”, disse ainda Pat Druckenmiller, paleontólogo do Museu do Norte já referido e também autor do estudo.

Segundo o mesmo site, os investigadores conseguiram refazer a jornada deste mamute analisando assinaturas isotópicas na sua presa, através de elementos químicos como o estrôncio e o oxigénio, que depois foram comparados com os mapas isotópicos do Alasca.

Além disso, analisaram dentes de centenas de pequenos roedores de toda essa região mantidos nas coleções do museu. Os animais percorriam distâncias relativamente pequenas durante a sua existência e representam sinais de isótopos locais.

Através dos isótopos, a equipa chegou à conclusão que, durante os 28 anos de vida, este mamute percorreu grandes distâncias, o equivalente a ter dado duas voltas à Terra.

“O Ártico está a passar por muitas mudanças atualmente e podemos usar o passado para ver como o futuro poderá funcionar para as espécies de hoje e de amanhã. Tentar resolver esta história de detetive é um exemplo de como o nosso planeta e os seus ecossistemas reagem perante as mudanças ambientais”, concluiu Wooller.

  ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Cogumelos laminados

O consumo de cogumelos pode diminuir o risco de depressão

Além de reduzirem o risco de cancro e morte prematura, os cogumelos podem beneficiar a saúde mental de uma pessoa. Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina de Penn State, nos Estados Unidos, analisou dados …

Os hipopótamos de Pablo Escobar começaram a ser esterilizados

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do indesejado legado deixado na Colômbia pelo traficante de droga Pablo Escobar, está a ser esterilizado. Quando o Cartel de Medellín estava no seu auge, Pablo Escobar gastou parte …

Ian Brackenbury Channell, o "feiticeiro de Christchurch"

Duas décadas depois, uma cidade neozelandesa decidiu despedir o seu feiticeiro

Vinte e três anos depois, a autarquia de Christchurch, na Nova Zelândia, decidiu despedir Ian Brackenbury Channell, o famoso feiticeiro da cidade. Desde 1998 que Ian Brackenbury Channell era o "feiticeiro de Christchurch", sendo responsável por …

Um dos microscópios de Darwin vai a leilão. Esteve nas mãos da sua família durante quase 200 anos

Um microscópio que Charles Darwin ofereceu ao filho Leonard - e que esteve nas mãos da sua família ao longo de quase 200 anos - vai ser leiloado em dezembro e poderá valer cerca de …

Pedro Sánchez promete abolir a prostituição em Espanha, por considerar que esta "escraviza" as mulheres

Espanha é um dos países europeus com mais trabalhadoras na indústria do sexo, as quais são sobretudo originárias de países da Europa mais pobres, da América Latina e de África. O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez anunciou …

"Um milagre". Dois jovens sobreviveram quase uma semana no deserto australiano

Dois jovens, de 14 e 21 anos, sobreviveram durante quase uma semana no deserto, sem água e sem comida, depois de se terem perdido no Território do Norte, na Austrália. A polícia fala num verdadeiro …

Carlos Moedas

Moedas vai "dar tudo como presidente" e exige que seja respeitada a legitimidade do seu mandato

Carlos Moedas tomou posse, esta segunda-feira, como novo presidente da Câmara de Lisboa, tendo falado dos objetivos para o próximo quadriénio e deixado um elogio ao seu antecessor e alguns avisos à esquerda. Depois dos cumprimentos …

Chanceler austríaco Sebastian Kurz

Sondagens falsas e notícias favoráveis. O lado negro de Sebastian Kurz foi desmascarado

Sebastian Kurz e pessoas que lhe são próximas foram acusados de tentar garantir a sua ascensão à liderança do partido e do país com a ajuda de sondagens manipuladas e notícias favoráveis na imprensa, financiadas …

Tem uma carreira de sonho na Nike, mas cometeu um homicídio há 65 anos

O presidente da Jordan Brand, Larry Miller, revelou que, há 56 anos, matou um adolescente nas ruas de Filadélfia, nos Estados Unidos. O presidente da Jordan Brand — marca do ex-jogador de basquetebol Michael Jordan — …

Rio diz que decisão sobre eventual recandidatura está "quase tomada"

O presidente do PSD afirmou, esta segunda-feira, que a decisão sobre a sua eventual recandidatura está "quase tomada" e será anunciada em breve. Em declarações aos jornalistas à chegada à tomada de posse do novo presidente …