Descoberta nova espécie de mamífero que viveu há 66 milhões de anos

Adalatherium hui

Uma equipa de cientistas descobriu uma nova espécie de mamífero que viveu há pelo menos 66 milhões de anos em Madagáscar.

De acordo com o site Science Alert, cientistas descobriram uma nova espécie, batizada Adalatherium hui (que significa “fera louca”), através de um fóssil descoberto em 1999 em Madagáscar. O animal, que tinha o tamanho de um gato, viveu há entre 72,1 e 66 milhões de anos, durante o chamado Maastrichtiano.

O esqueleto extremamente bem preservado corresponde ao fóssil mais completo de uma forma de mamífero mesozóico do supercontinente Gonduana já encontrado, podendo ser até o mamífero mais antigo já descoberto no hemisfério sul.

A. hui é totalmente único devido às circunstâncias incomuns e isoladas da sua evolução. Tal como recorda o mesmo site, Gonduana começou a fragmentar-se há cerca de 180 milhões de anos, levando consigo territórios como a Austrália, África, Antártida, Madagáscar, a América do Sul e a Índia.

Durante esta fragmentação, Madagáscar ficou ligada ao subcontinente indiano durante mais 90 milhões de anos, até que finalmente se separou há cerca de 88 milhões de anos, existindo, desde então, como uma ilha remota.

Tendo em conta que este animal viveu aproximadamente 20 milhões de anos depois, isso significa que evoluiu de forma isolada nesta ilha durante dezenas de milhões de anos — circunstância que, às vezes, promovem singularidades evolutivas, quando comparadas com as de animais que viviam no continente.

(dr) Marylou Stewart

Adalatherium hui

“Sabendo o que sabemos sobre a anatomia de todos os mamíferos vivos e extintos, é difícil imaginar que um mamífero como o Adalatherium possa ter evoluído. A sua descoberta coloca em causa muitas regras”, declara o paleontólogo David Krause, do Museu da Natureza e da Ciência de Denver, nos Estados Unidos, que ajudou a encontrar o esqueleto durante uma expedição nos anos 90.

Segundo o Science Alert, parte da sua “estranheza” reside no osso septomaxilla na zona do focinho, uma característica que desapareceu 100 milhões de anos antes nos ancestrais dos mamíferos modernos vivos.

Além disso, esta criatura também tinha mais aberturas (chamadas forame) no seu crânio do que qualquer outro mamífero conhecido, o que pode ter aumentado a sensibilidade do seu focinho e bigodes, permitindo a passagem de nervos e vasos sanguíneos pelo crânio.

Embora os investigadores acreditem que este espécime fosse jovem, era na mesma muito grande — cerca de três quilos —, pelo menos para mamíferos daquela época. Também apresentava ossos das pernas estranhamente curvados, que a equipa não sabe se eram usadas para cavar, correr ou mesmo para outros tipos de locomoção.

E, depois, há outro fator: os dentes. “A estranheza deste animal é claramente aparente nos dentes — são o contrário de todos os outros mamíferos e devem ter evoluído novamente a partir de um ancestral remoto”, explica Alistair Evans, professor assistente da Universidade Monash, na Austrália, e um dos investigadores do estudo publicado, no final de abril, na revista científica Nature.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Nova Iorque quer oferecer vacina aos turistas. Miami vai começar a vacinar no aeroporto

Em Nova Iorque os turistas irão receber a vacina da Johnson & Johnson e em Miami a vacina da Pfizer. Com o objetivo de reativar o turismo na cidade, as autoridades de Nova Iorque querem oferecer …

Carta misteriosa escrita por passageira do Titanic está a intrigar os peritos

Uma equipa de investigadores está a tentar desvendar um mistério que envolve uma carta que terá sido escrita por uma jovem a bordo do Titanic na véspera do naufrágio. Uma família encontrou a carta numa garrafa …

Violência na Colômbia preocupa comunidade internacional

Várias cidades colombianas continuam a ser palco de violentas manifestações contra o Governo do país, mas são reprimidas com força pela polícia e por militares. As manifestações começaram em forma de protesto contra uma reforma tributária …

Veterana de Bletchley Park tem um novo código da 2.ª Guerra para decifrar (mas precisa de ajuda)

Um casal que encontrou mensagens codificadas da II Guerra Mundial sob o assoalho está tentar decifrá-las com a ajuda do seu vizinho, um decifrador de códigos de Bletchley Park. John e Val Campbell encontraram um esconderijo …

"Caixas mistério" com animais de estimação geram indignação na China

Uma nova moda conhecida como "caixa mistério" ganhou popularidade na China. O método consiste em fazer uma encomenda através da internet e é enviada, pelo correio, uma caixa com um animal de estimação. Estas encomendas estão …

Arquivos da polícia do Estado Islâmico revelam como era a vida sob o califado

Arquivos da polícia do Estado Islâmico, conhecida como shurta, revelam como era a vida sob o califado. Os polícias eram tão bem pagos que não podiam ser subornados. Não é sempre que os regimes mirram …

Barco português detido por ancorar ilegalmente em águas da Malásia

Um navio mercante registado em Portugal está retido na Malásia por ter alegadamente ancorado em águas territoriais do país sem autorização, avançou esta sexta-feira a Guarda Costeira malaia. Num comunicado, Nurul Hizam Zakaria, diretor da agência …

”Eficácia e qualidade”. OMS aprova vacina chinesa da Sinopharm

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou, esta sexta-feira, o uso de emergência da vacina chinesa contra a covid-19 da Sinopharm. Trata-se da primeira vacina desenvolvida pela China a ser aprovada pela organização, lembra a agência …

Sem estado de emergência não pode haver confinamento de pessoas saudáveis

O constitucionalista Jorge Reis Novais defendeu hoje que sem estado de emergência que suspenda a garantia do artigo 27.º da Constituição não pode haver confinamento de pessoas saudáveis, até uma eventual revisão constitucional. Por outro lado, …

"Neuro-direitos". O Chile quer proteger os seus cidadãos do controlo da mente

O Chile quer tornar-se o primeiro país a proteger as pessoas do controlo da mente, à medida que a capacidade de mexer com cérebros se aproxima cada vez mais da realidade. O senador Guido Girardi está …