Um passo atrás em Málaga. Erro de cálculo obriga a perfurar novamente poço para resgatar Julen

EPA / Malaga Fire brigades

A operação de resgate do pequeno Julen sofreu um novo atraso. O poço que foi feito para chegar ao menino de dois anos vai ter que ser novamente perfurado.

Onze dias depois, os pais de Julen continuam à espera que uma equipa de resgate consiga alcançar o seu filho de 2 anos que caiu num poço com 107 metros de comprimento e 25 centímetros de diâmetro em Málaga no domingo, dia 13 de janeiro.

As expetativas centradas na terça-feira foram defraudadas. Em causa está um erro de cálculo inicial do seu diâmetro. A confirmação deste novo retrocesso veio pelas mãos da Subdelegação do Governo de Málaga, esta terça-feira.

As autoridades confirmaram, de acordo com o Jornal de Notícias, que o poço “terá que ser enchido com terra fina” e “perfurado novamente” para que tenha um diâmetro maior do que o atual. Há o sério risco de os tubos ficarem presos e danificados, comprometendo toda a operação de resgate.

Para Felipe Mendaña, engenheiro rodoviário citado pelo Observador, este passo atrás trata-se de “um erro devido à pressa” em encontrar Julen. “Não é um erro de avaliação”, explicou.

Na segunda-feira, a equipa de resgate tinha anunciado a finalização da perfuração vertical ao fim de 55 horas de trabalho. Segundo explica o diário El Español, citando fontes oficiais, as “dificuldades surgiram depois dos 40 metros de profundidade”. Os tubos que foram colocados no túnel escavado excedem o diâmetro existente.

A mesma fonte explicou que foram levadas em conta várias opções, acabando os operacionais por reabastecer o poço para depois o perfurar novamente com uma nova largura. “Não é possível dar uma estimativa do tempo que vai demorar esta nova operação”, disse a fonte contactada pelo jornal.

Os mineiros pretendiam começar esta terça-feira a perfurar o túnel horizontal para chegar ao local onde se acredita que está o menino. Só esta parte do trabalho, que contempla cerca de quatro metros, pode demorar 24 horas. Depois de feita a ligação, a equipa de oito mineiros descerá em grupos de dois numa cápsula preparada para o feito.

As operações de resgate de Julen têm sido um dos casos mais acompanhados em Espanha: envolvem centenas de pessoas, dezenas de empresas, capital público e privado para executar um trabalho que levaria meses. Há esboços, desenhos, gráficos, chamadas para todo o tipo de empresas e especialistas e várias reuniões por dia.

O tribunal de Málaga anunciou a abertura de um inquérito para apurar as circunstâncias em que Julen Jimenez caiu do poço no dia 13 de janeiro.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Há perguntas que eu ainda não vi serem feitas:
    – o miúdo caiu com os pés para baixo ou com a cabeça?
    – uma queda com esta profundidade não provoca logo a morte, mesmo que ele roce nas paredes?
    – o poço terá água, que provoque o afogamento?

    • Muitas mais perguntas se poderiam fazer. Esta situação é extremamente complexa e o resgate, se não impossível, é seguramente uma operação incrivelmente difícil. No entanto, há que salutar que ninguém baixou os braços e isso revela bem o caráter do estado espanhol e de todos os envolvidos. Não será fácil resgatar a criança com vida mas a esperança será sempre a última a morrer. Boa sorte a todos os envolvidos e que esta história possa ter um desfecho feliz.

RESPONDER

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …