Mais de 60% da eletricidade nacional é produzida a partir de renováveis

tresemes / Flickr

-

Portugal é o quinto país da Agência Internacional da Energia com maior percentagem de renováveis na sua produção de eletricidade, com mais de 60% do total, indicam dados da entidade.

Os dados sobre Portugal constam do relatório energético da AIE sobre a Espanha, apresentado esta quinta-feira em Madrid pela diretora-executiva da entidade, Maria Van Der Hoeven.

No gráfico sobre a percentagem de renováveis na produção total de eletricidade, Portugal surge em quinto lugar entre os 29 países que integram a AIE (atrás da Noruega, Áustria, Nova Zelândia e Canadá). Cerca de 30% da eletricidade portuguesa é gerada através de hídricas e cerca de 25% através de energia eólica, categoria em que apenas fica atrás da Dinamarca (com mais de 40%).

No mesmo gráfico, Espanha fica em 10º lugar na percentagem de renováveis (com 14% de hídrica e 19% de energia eólica). A tabela é liderada pela Noruega, com quase 100% da sua energia produzida a partir de fontes renováveis (mais de 90% hídrica).

Os dados são relativos a 2014 e constarão de um relatório específico sobre Portugal que a Agência Internacional de Energia conta divulgar até ao final do ano, disse à Lusa fonte oficial da entidade. O último relatório da AIE sobre Portugal foi divulgado 2009, tal como no caso de Espanha.

Sobre Espanha, a AIE destaca que desde o seu último relatório o país vizinho conseguiu reduzir de 80% para 70% a sua dependência das importações energéticas, em parte devido ao rápido crescimento das energias renováveis.

A agência também destacou o esforço realizado a partir de 2012 para reduzir o défice tarifário acumulado no sistema elétrico espanhol (que nesse ano ascendia a pelo menos 26 mil milhões de euros) e instou o governo a continuar a aplicar o princípio de não introduzir novos custos (sem receitas que os compensem), visando “manter o equilíbrio e a sustentabilidade económica e financeira do sistema elétrico”.

Sobre as interligações elétricas e de gás, nas quais Portugal, Espanha e França têm feito um esforço conjunto, a AIE considera necessário o aumento das ligações de Espanha com o resto da Europa, algo que indiretamente melhora a capacidade de exportação de energia gerada em Portugal.

Para a AIE, o aumento das interligações com o resto da UE, especialmente com França, acabará por fomentar a integração dos mercados, melhorar a segurança de fornecimento e facilitar a integração da energia renovável. A entidade também reconhece a importância de um maior apoio político e económico da União Europeia para implementar os projetos de interligações.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. E somos um país de tesos mas um que está detento resolveu meter-nos no pelotão da frente das eólicas e sem perguntar impôs-nos a factura dos parques eólicos como energia mais cara de sempre.

RESPONDER

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …

Governo diz que prejuízo da TAP "não foi um desvio qualquer" e que já devia ter tido lucro em 2018 e 2019

O ministro das Infraestruturas disse, esta sexta-feira, que o orçamento que a comissão executiva da TAP apresentou ao Conselho de Administração para 2018 e 2019 previa lucro e que o prejuízo de 105,6 milhões "não …

João Lourenço duplica valor de subsídio de antigos Presidentes de Angola

O Presidente angolano, João Lourenço, duplicou o valor do subsídio de fim de mandato pago a antigos chefes de Estado, mas cortou outras regalias, nomeadamente a nível da segurança e quadro de pessoal. O decreto-presidencial 32/20, …

FC Porto castigado com um jogo à porta fechada

O FC Porto foi punido com um jogo à porta fechada, esta sexta-feira, devido a "um ato de ofensa corporal a agente desportivo" na final da Taça de Portugal. A punição aplicada pelo Conselho de Disciplina …

Cientistas condenam teorias da conspiração sobre a origem do surto do coronavírus

Um grupo de 27 cientistas da área de saúde pública condenou, através de um comunicado, o fluxo de histórias e um artigo científico que sigerem que um laboratório em Wuhan, na China, pode ser a …