Nos últimos três anos, mais de cem incêndios em Seul foram causados por… gatos

Os donos de gatos que vivem em Seul, na Coreia do Sul, foram avisados pelas autoridades para terem mais cuidado com os seus amigos de quatro patas. Parece que, nos últimos três anos, mais de uma centena de incêndios na cidade foram causados por estes animais.

Em comunicado, citado pela cadeia televisiva CNN, o Departamento Metropolitano de Incêndios e Desastres da capital sul-coreana disse que, entre janeiro de 2019 e novembro deste ano, os gatos foram responsáveis por 107 incêndios domésticos.

O departamento disse acreditar que os animais começaram os incêndios ao ligar por acidente os fogões elétricos, uma vez que os botões são sensíveis ao toque, o que poderá ter acontecido quando os animais passaram por cima deles.

Quatro pessoas ficaram feridas nestes incêndios, dos quais pouco mais de metade começaram quando os donos estavam fora de casa, acrescenta-se na mesma nota.

“Continuam a ocorrer incêndios relacionados com gatos. Aconselhamos as famílias com animais de estimação a prestarem mais atenção, pois o fogo pode espalhar-se com facilidade quando não está ninguém em casa”, alertou Chung Gyo-chul, citado pela estação norte-americana.

O departamento também aconselhou os donos de gatos a removerem objetos facilmente inflamáveis do fogão, como toalhas de papel, e sugeriu a utilização de um fogão elétrico com função de bloqueio automático.

De acordo com o Departamento Metropolitano de Incêndios e Desastres, os incêndios domésticos relacionados com animais de estimação estão a aumentar em Seul.

Entre janeiro e setembro de 2019, ocorreram 31 incêndios – um aumento significativo tendo em conta que só se verificaram oito em 2016. A maioria foi provocada por gatos.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE